Blog do Dresch

27 de dezembro de 2015

Barbosa estabelece suas prioridades

                   Nesta primeira semana à frente do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, tratou de acalmar o mercado, estimular os investidores e dar o seu “DNA” ao ajuste fiscal que o governo federal pretende implantar em 2016. “Apesar das turbulências econômicas e politicas dos últimos meses, os investidores nacionais e internacionais podem continuar confiando no Brasil. Trabalharei para transformar nosso potencial desenvolvimento em oportunidades concretas de investimento para  empregos e de melhoria de vida para a população” afirmou ele. Tambem deixou claro que o maior desafio é buscar a estabilidade e ao mesmo tempo reduzir a dívida pública brasileira.

Os ajustes de Barbosa 2

                   Entre os vários desafios a serem enfrentadas pelo novo Ministro da Fazenda a questão fiscal é prioridade. “Neste momento, nosso maior desafio é o fiscal. Precisamos construir as condições para estabilizar e reduzir o grau de endividamento público, tanto em termos de dívida liquida quanto em termos de dívida bruta” disse Barbosa. E continuou: “diferentemente do passado, quando nosso maior problema era cambial, hoje enfrentamos um problema interno. E o estado brasileiro tem todos os instrumentos necessários para reequilibrar nossas contas públicas” completou ele.

Os ajustes de Barbosa 3

                   O Ministro Nelson Barbosa sabe da importância de conseguir unir a base aliada do governo para aprovar projetos importantes que estão em discussão no Congresso. Ele aposta tambem que a Presidente vai trabalhar para superar a crise politica. No Congresso, Barbosa apontou suas prioridades, que serão a aprovação da volta da CPMF, conhecido com imposto do cheque, e a renovação da Desvinculação das Receitas da União (DRU) mecanismo que dá mais liberdade para o governo gastar os recursos do orçamento. “O equilíbrio fiscal envolve várias iniciativas, muitas delas já em andamento. Precisamos aprovar algumas propostas de emenda constitucional no Congresso como a CPMF e a DRU, que devem melhorar a situação fiscal do país nesse momento de transição” explicou.

O aumento dos aposentados

                   Os mais de 10 milhões de aposentados brasileiros que recebem acima do salário mínimo (R$ 788) deverão ter um reajuste anual em torno de 11% a partir de 1º de Janeiro de 2016. O percentual corresponde á inflação medida através do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Ainda falta a divulgação do percentual oficial de Dezembro, que deve ser divulgado em 9 de Janeiro e proporcionará o cálculo exato de reajuste e da variação inflacionária do período. Mas segundo o IBGE, responsável pela apuração do indicador, de Janeiro as Novembro, a inflação acumulada é de 10,28% e a tendência de Dezembro é também de alta. No caso dos segurados do INSS que ganham acima do salário mínimo, o governo sinalizou que não vai conceder ganho real, ou seja, acima da alta do custo de vida, por falta de recursos no orçamento. Este ano a Presidente Dilma Rousseff vetou a proposta de aumento igual a todos os inativos e pensionistas da Previdência Social, que o Congresso aprovara. Para os mais de 22,5 milhões de segurados que recebem o salário mínimo. A regra de reajuste é diferente. Considera-se a inflação do ano anterior (2015) mais a variação do Produto Interno Bruto (soma das riquezas do país) de dois anos antes (2014). Como o crescimento foi de 0,1% o reajuste também deverá incorporar somente o percentual da inflação. Os extratos de pagamento com os valores já reajustados devem ser liberados já no dia 20 de Janeiro. Em 2016 a aposentadoria deve ser mudada. O novo Ministro da Fazenda, já colocou em pauta a necessidade de se estabelecer uma idade mínima para a aposentadoria.

 

Fifa deve ferrar Del Nero

                   Após o banimento por oito anos do futebol, pena imputada a Joseph Blatter e Michel Platini, o Conselho de Ética da Fifa mira agora o presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero. Além de uma punição severa, ele poderá ter suas decisões como presidente da CBF, invalidadas. O cartola brasileiro esta sendo investigado por pelo menos três violações do Comitê de Ética da Fifa: corrupção, gestão desleal e violação das regras de conduta. Del Nero estava em Zurique no Congresso da Fifa, em Maio último, quando o FBI prendeu vários dirigentes da entidade, entre eles José Maria Marín, ainda detido nos EUA, mas em prisão domiciliar.

Fifa deve ferrar Del Nero 2

                   Segundo os levantamentos feitos pelo jornal Estadão, o Comitê de Ética da Fifa esta examinando contratos que teriam a participação de Del Nero, e que foram assinados durante os preparativos para a Copa do Mundo de 2014, além de suspeitas de superfaturamento na compra e obra do prédio da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio, além de desvios de recursos do futebol por causa de acordos comerciais da Copa do Brasil, Libertadores e Copa América. Del Nero assumiu a presidência da CBF em 16 de Abril, e se licenciou do cargo no último dia 3, após também ser acusado de corrupção pelo FBI. A decisão do Comitê de Ética da Fifa deve sair nas primeiras semanas do novo ano e deve ser severa.

100 anos d’A Metamorfose

                   “Ao despertar, o caixeiro-viajante Gregor Samsa encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso. Estava deitado sobre suas costas duras como couraça e, ao levantar um pouco a cabeça, viu seu ventre abaulado, marrom, dividido por nervuras arqueadas”. Foi assim que o genial escritor tcheco Franz Kafka decidiu iniciar “A Metamorfose”, clássico da literatura mundial, e um dos seus principais livros, publicado pela primeira vez há exatos cem anos. Kafka é o maior expoente de um tipo de literatura que aponta situações insólitas e opressoras, como provenientes de pesadelos intermináveis, que chegou a cunhar o adjetivo “kafkiano” para momentos inimagináveis. Exposições em todo o mundo, inclusive São Paulo, marcam o centenário do lançamento da Metamorfose.

 

  • A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) abriu inscrições para os cursos de mestrado em Psicologia, Zootecnia e Meteorologia. As inscrições ficam abertas até Janeiro, mas com datas independentes de cada curso.
  • Para o mestrado em Psicologia são ofertadas 32 vagas e vinculadas ás linhas do programa: Processos Psicossociais (13 vagas); Saúde Clinica e Práticas Psicológicas (10) e Processos Cognitivos e Medidas Psicológicas (9).
  • Para o mestrado em zootecnia são dez as vagas, sendo 5 para as linhas de pesquisa em Produção e Nutrição de Ruminantes e as demais para Produção e Nutrição de Não Ruminantes. As inscrições vão até o dia 18 de Janeiro.
  • Para o mestrado em Meteorologia, serão abertas 12 vagas assim distribuídas: Micrometeorologia (2 vagas); Poluição Atmosférica e Previsão Numérica do Tempo e do Clima (2 vagas); Climatologia (3 vagas); Meteorologia Sinótica (1 vaga) e Teledetecção Atmosférica e Hidrometeorologia (2 vagas cada). Inscrições até 18 de Janeiro.
  • Maiores informações podem ser obtidas na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propep) da Ufal.