Flávio Gomes

5 de dezembro de 2015

Lula conspirou contra Dilma

Do jornalista Jorge Oliveira: “Desapontada com as manifestações de apoio a Meirelles, Dilma, numa viagem ao exterior, pela primeira vez foi firme na defesa de um membro de sua equipe. Disse com todas as letras que Levy ficaria na Fazenda, enfurecendo Lula, que não admitia tal insubordinação de quem ele considera ainda uma de suas auxiliares. A reação da Dilma enfraqueceu Lula publicamente. Aprendiz de Maquiavel, forjado nos porões sindicais, Lula preparou-se para o golpe final contra a sua auxiliar. Com rápidos movimentos políticos destronou a Dilma. Primeiro: mandou que Rui Falcão se solidarizasse com Delcídio do Amaral, entregando-o literalmente às baratas. Afinal de contas, Amaral era líder do governo, portanto, um problema de Dilma. Segundo: pediu também ao presidente do PT que anunciasse a adesão da bancada à cassação de Eduardo Cunha, contrariando o Planalto que tentava um acordo com o presidente da Câmara. E, por fim, manteve-se, por conveniência, silencioso durante todo burburinho que antecipou o anúncio do impeachment. Com essas ações, Lula manda um recado direto à presidente de quem realmente manda no país e procura se afastar, se é que consegue, dos danos que a Dilma e o Delcídio estão causando mais ainda à sua imagem depois que o Datafolha mostrou a sua rejeição cavalar de quase 50%, o que inviabilizaria suas pretensões de voltar ao poder. E a Dilma, que achava que mandava, agora viu o castelo desmoronar-se pelas mãos do seu próprio criador.”

Está na lei

Omar Coêlho, ex-presidente da OAB/AL: “Por mais crápula que seja o presidente da Câmara, deputado federal Eduardo Cunha, os petistas e seus aliados novamente estão jogando com a retórica, tentando desviar a absoluta verdade dos fatos: os crimes de responsabilidades praticados pela presidente Dilma Rousseff, em fraude à Constituição, fato inconteste para abertura do pedido de impeachment.”

Pelo voto

Do deputado federal Paulão (PT), sobre o processo de impeachment da presidente Dilma: “A gente não pode atentar contra a democracia. Dilma foi eleita democraticamente, com o voto do povo”. Lembrando, deputado: os que fizeram a atual Constituição foram eleitos pelo povo. E nela incluíram o impeachment.

Imagem

Renan Filho criou muita expectativa quanto ao 13º salário dos servidores do Estado, mas foi só para valorizar a questão. Dinheiro existe. Tanto que o próprio governo se vangloria de um superavit superior a R$ 1,2 bilhão este ano. Em agosto, bancos já antecipavam o 13º, certos do pagamento em dezembro.

Jornada dupla

Foi produtiva a viagem de José Thomaz Nonô a Brasília, anteontem. Como secretário da Saúde de Maceió, esteve como ministro da Saúde, Marcelo Castro, a quem cobrou mais recursos do SUS; como presidente do DEM/AL, foi à convenção do partido e saiu de lá Vice-presidente Para Assuntos de Trabalho e Habitação.

De fora

Sabe-se, em Arapiraca, que o ex-prefeito e empresário José Alexandre, um dos donos do Grupo Coringa, não quer ninguém da família disputando eleição. Isso afasta a ideia, defendida por alguns, de o ex-deputado estadual Marcelino Alexandre, um dos seus filhos, concorrer à prefeitura, no próximo ano.

Repaginada

O edifício do Tribunal de Contas, na Avenida Fernandes Lima, está passando por reformas internas. Servidores, inclusive do protocolo, estão trabalhando de forma provisória em um prédio na Avenida Durval de Góis Monteiro. As sessões plenárias estão suspensas. A data prevista para retorno é 21 de dezembro.

Desgaste

De Eduardo Suplicy, ex-senador do PT: “Por causa das denúncias ligadas à a Operação Lava Jato, criou-se uma imagem do PT muito negativa, principalmente nos lugares onde os grandes meios de comunicação estão sediados. Esses meios destacaram muito isso junto a opinião pública e tivemos esse efeito que eu chamei de tsunami sobre o PT, mas acho que vamos dar a volta por cima”.

 

*Hoje Maceió completa 200 anos que passou à condição de vila. As comemorações têm seu ponto máximo às 20 horas, no Estacionamento de Jaraguá, com o espetáculo “Maceió Meu Xodó”. Participarão do evento cerca de 400 artistas

*Festejando o bicentenário de Maceió as emissoras do Instituto Zumbi dos Palmares terão hoje programação especial, abordando a história da cidade e músicas relacionadas à capital. Das 10 às 12 horas, na Educativa FM, e das 14 às 16 horas, na Difusora AM.

*O Ballet Eliana Cavalcanti apresenta, neste final de semana, o espetáculo “La Fille Mall Gardée” (A Filha Malcriada), na versão de Frederick Ashton, de 1960. No Teatro Gustavo Leite, hoje e amanhã, às 16 e às 19 horas. Ingressos a R$ 30,00.

* Arapiraca está sediando a II Mostra de Cinema do Programa de Iniciação Artística, da Universidade Federal de Alagoas. Com entrada franca, o evento aborda a temática “Verdades Fotográficas”. Ao final de cada projeção há debates sobre o filme.

*A Secretaria de Estado da Cultura convida grupos de teatro alagoanos a apresentarem propostas para concorrer ao apoio de produção de peças teatrais. O edital foi publicado no Diário Oficial e prevê inscrições gratuitas. Prazo final: até o dia 05 de janeiro.

*A Ufal abriu o processo seletivo com cerca de 800 vagas em programas de assistência estudantil, em Maceió e no interior. Podem concorrer estudantes com matrícula ativa que possuam renda familiar, per capita, menor ou igual a 1,5 salário-mínimo.

 

“Tiveram uma visão mesquinha, retrógrada e golpista”

Paulão

Deputado federal do PT/AL,os  sobre partidos favoráveis ao impeachment