Olívia Cerqueira

3 de dezembro de 2015

Urgência e Emergência do Hospital São Vicente fecha sábado dia 5

João Paulo Farias

 

Os atendimentos da Urgência e Emergência do Hospital Regional São Vicente de Paulo em União dos Palmares, serão suspensos a partir deste sábado dia 5. O anúncio foi feito pela direção da Unidade de Saúde, durante uma coletiva de imprensa no final da tarde desta quarta-feira, 2.

Segundo a diretora administrativa do Hospital, Edvane Calixto, essa suspensão, sem data de término, se deve a falta de recursos para manter o funcionamento das unidades, que consomem mais da metade do orçamento mensal do São Vicente.

“O que recebemos dos convênios federais, estaduais, além de ajudas particulares e a campanha do Saae é cerca de 687 mil reais, porém temos despesas de 765 mil, então ficamos com um saldo negativo de cerca de 78 mil reais por mês, lamentou a gestora.

O Hospital filantrópico é administrado pela Sociedade São Vicente de Paulo – SSVP e atendeu de janeiro a outubro deste ano, mais de 44 mil pacientes, vindos de vários municípios da região da Zona da Mata, que não repassam qualquer ajuda financeira ao hospital.

“As unidades de urgência e emergência é o ralo que leva metade dos nossos recursos, que poderiam ser investidos em outros setores do hospital. Nós funcionamos 24 horas atendendo onze municípios da região e precisamos de ajuda, de pessoas de pulso político para resolver essa situação”, desabafou a presidenta da Sociedade São Vicente de Paulo, Bárbara Heliodora Costa e Silva.

Para Bárbara a situação do Hospital é insustentável, ela alega que não é possível administrar uma estrutura grande com poucos recursos. “A nossa gestão se instalou em 2012 e a nossa preocupação é com a pessoa que está doente e segundo os nossos trabalhadores, mas sem ajuda financeira não é possível o hospital funcionar em sua totalidade”, disse.

 A direção informou que nesta quinta-feira,3, iria se reunir com a secretaria de estado da Saúde, para tentar ver alguma saída para reverter esse quadro. “A secretaria estadual é um parceiro nosso, mas sozinha não pode resolver essa situação, iremos sentar mais uma vez com a equipe para encontrar saídas”, disse Edvane Calixto. 

Ambulatório de Ortopedia e demais serviços irão funcionar

A direção do hospital anunciou que o único serviço de emergência que irá funcionar, será o de ortopedia, além da Maternidade Santa Catarina e atendimentos particulares.