Roberto Baia

29 de novembro de 2015

Padre proíbe reuniões

Como se já não bastasse à falta de respeito da Prefeitura da Barra de Santo Antônio com os professores e demais servidores da rede educacional do município, que estão vivendo um verdadeiro caos com atraso de salários, o padre Aristides, da paroquia local, decidiu proibir à realização de uma assembleia da categoria que luta para receber o pagamento do mês de outubro, reajuste salarial e um sexto de férias.

 

Indignação

A professora Catarina Ferro, diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Alagoas – Sinteal, se mostrou indignada com a atitude do padre que determinou que a senhora Júlia, responsável pela paróquia, informasse da proibição das reuniões dos professores em um prédio anexo a Igreja. “Infelizmente, para a nossa indignação, nos chegou à informação de que o padre esteve reunido com o prefeito, Rogério Farias, em seu estabelecimento comercial (Pousada). Foi a partir daí que passamos a ser retaliados pelo padre”, disse a sindicalista.

 

Vai denunciar

Diante da atitude do pároco Aristides, a professora Catariana Ferro informou que vai, no inicio da próxima semana, denunciar o caso ao Arcebispado, em virtude de eu a Igreja é da comunidade e não do padre ou do senhor prefeito.

“Não podemos permitir que nos falte respeito. Estamos lutando por nossos direitos e infelizmente por uma atitude inconsequente o nosso último reduto onde nos reuníamos foi nos tirado. Portanto, só nos resta reclamar ao bispo”, concluiu a professora.

Diga aí, tem jeito uma coisa dessas?!  

 

Destino

Se não podemos andar com os próprios pés, que o nosso destino seja conduzido pelas nossas mãos. E foi assim que o estudante Rafael Rodrigues da Silva, 21, se sentiu ao colocar as palmas das mãos em sua nova cadeira de rodas: encorajado para enfrentar os desafios diários.

 

Projeto

O jovem – que sonha em cursar a faculdade de Educação Física para ajudar pessoas como ele, que não têm a mobilidade das pernas – foi um dos agraciados pelo projeto encabeçado pela prefeita Célia Rocha. Nesta sexta-feira (27), a gestora entregou 300 cadeiras de rodas à população arapiraquense.

 

Mobilidade urbana

“A gente não quer os louros, não quer manchetes de jornais. Queremos as pessoas felizes e bem cuidadas; nosso compromisso é este. Quanto às cadeiras, estas são 300 de um total de mil que serão entregues a quem mais precisa. Estamos melhorando a mobilidade urbana e muita coisa ainda será feita”, diz Célia Rocha.

 

 

Casas novas em Inhapi

O prefeito Zé Cicero, de Inhapi, deu início às construções das casas para famílias carentes. As duas primeiras estão sendo construídas nos sítios maracujá e Laje do Nóia. No dia 22, o prefeito, técnicos da Funasa e sua comitiva de governo realizaram visitas a quatro das 12 famílias carentes contempladas com o projeto de substituição de casas de taipa por alvenaria no município de Inhapi.

 

 Black Friday

As lojas de eletrônicos foram as mais procuradas pelos consumidores de Arapiraca, durante a ação Black Friday, realizada na sexta-feira, 27, em todo o País. Mesmo com a crise, os lojistas revelaram que as vendas superaram a expectativa dos comerciantes.

 

Defesa do Velho Chico

A Fiscalização Preventiva Integrada na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (FPI do São Francisco) realizou, na sexta-feira, uma audiência pública no auditório do Instituto Federal de Alagoas, campus Palmeira dos Índios, para apresentar o balanço do trabalho em defesa do “Velho Chico” e da população dependente de suas águas. Um dos temas abordados foram os riscos decorrentes da situação precária de centros de saúde do interior.

 

 

 

Inspeção das unidades

A equipe da FPI do São Francisco responsável pela inspeção das unidades visitou os Centros de Saúde Josefa Barbosa César (Jaramataia), Professor Zerbini (Cacimbinhas) e Doutor Gastão Leão Rego (Estrela de Alagoas). Ela também fiscalizou a Casa Maternal Leonor Paes Ferro (Minador do Negrão), Unidade de Saúde e Maternidade Santina de Alburquerque (Igaci), Hospital Ezechias da Rocha (Major Izidoro), Hospital Regional Santa Rita e Unidade de Pronto Atendimento – UPA (Palmeira dos Índios).

 

 Aterro em Limoeiro

O prefeito de Limoeiro de Anadia, James Marlan Ferreira, disse que, somente quando o consórcio firmado com 18 cidades do Agreste para a construção de um aterro sanitário em Arapiraca for finalizado o problema poderá ser resolvido naquele município.

 

… No sábado, 28, uma comissão da prefeitura se reuniu mais uma vez com a direção da Usina Triunfo, para pleitear a doação de um terreno para o aterro e, caso positivo, irá dar início aos contatos junto ao IMA.

 

… Duzentos pipeiros selecionados para a operação Água é Vida receberam, esta semana, a documentação que autoriza o início do abastecimento de 38 municípios do Sertão, que estão em situação de emergência devido à estiagem prolongada.  A distribuição começou a ser feita quinta-feira.

 

… O Governo Federal havia disponibilizado, inicialmente, R$ 10 milhões para o programa Água é Vida em Alagoas. No entanto, nesta fase inicial, apenas R$ 6 milhões foram liberados, valor que, segundo o major Darbio Alvim, da Defesa Civil, sustenta o andamento da operação por quatro meses.

 

… Cada pipeiro fica responsável por uma região específica, para que, dessa forma, todos os municípios, povoados e comunidades sejam atendidos e nenhuma família fique sem receber água limpa e própria para o consumo.