Edmilson Teixeira

11 de novembro de 2015

São Luiz de Quitunde, outra vez!

Finalmente depois de um longo cozinhado foi que a Justiça deu um cartão vermelho para o prefeito Eraldo Pedro, afastando-o do cargo agora por um período de seis meses. O gestor detém um rosário de problemas de improbidade administrativa, tanto que já foi afastado por diversas vezes. Mas essa bronca está relacionada à verba da Previdência Social do município, órgão que não estava vendo a cor do dinheiro que era descontado na folha do servidor público. O rombo do não repasse deve passar dos 12 milhões de reais.  O vice, Jilson Lima é quem vai assumir cuja posse deve acontecer nesta quarta-feira, com o aval da Câmara.    

São Luiz – Raio X

“Vamos providenciar de imediato uma audiência pública na Câmara de Vereadores, a fim de reunir todos os órgãos competentes, como MPE, OAB, Poder Legislativo, representantes de entidades de classe, enfim, o povo em geral, com o objetivo de apresentar um raio-X de como pegamos a Prefeitura”, o comentário foi de Jilson Lima na tarde de ontem, perante alguns funcionários municipais que ocupam cargos administrativos.    

Tanque d’Arca

Virou um verdadeiro escândalo a imagem de Tanque d’Arca nas redes sociais depois que o Fantástico exibiu no último domingo, o prefeito Antônio Teixeira recebendo propina de uma empreiteira, a troco de construção de obras na cidade. Teixeira vem ocupando a função na qualidade de presidente da Câmara, já que o prefeito Roney Valença e seu vice, Valdemir Bezerra foram afastados em duas ocasiões diferentes  neste mandato: compra de votos e esquema de superfaturamento em obras.

Tanque d’Arca

O curioso é que na sexta-feira dois dias antes da matéria ser exibida, Antônio Teixeira articulava com a bancada da Câmara, a derrubada por completo de Roney Valença, numa sessão que estava programada para a tarde daquele dia. Só que por meio de uma liminar o evento bem antes de começar teria sido suspenso pela Justiça. Na Câmara, a situação de Roney é bem complicada. Dos dez vereadores, apenas dois estão a seu lado. Nessa zona toda, o difícil é saber quem será o futuro prefeito, caso a Justiça crie coragem para expulsar Antônio Teixeira, depois dos 150 mil que recebeu de propina conforme foi mostrado no Fantástico.

União dos Palmares

Prefeito Eduardo Pedrosa que assumiu por esses dias a Prefeitura na qualidade de vice, devido o afastamento do titular Beto Baia, por questão de improbidade administrativa, nomeou dois vereadores para cargos de secretários: Paulo César foi para Obras e Bruno Praxedes para a Educação. Essa arrumação beneficiou dois suplentes respectivamente; Cícero Costa (PMN) e Gildo Lito (PSDB)

Delmiro Gouveia

Surge em Delmiro, um verdadeiro festival de candidatos dispostos a concorrerem a Prefeitura no ano que vem. Até o deputado federal Carimbão entrou na jogada. O mais recente a expor seu interesse, foi o ex-prefeito Cazuza, aquele que comandou como vice o município, com a renúncia de Marcelo Lima  na gestão 2004 a 2007. Além desses dois, aparecem os vereadores: Valdo Sandes, Valfrânia e Milton Lisboa; sem falar no Padre Eraldo e o advogado Aderval Tenório.    

 

Inovação

 

Segundo o Departamento de Registro Empresarial e Integração (Drei) o nosso Estado que conta com 102 municípios,  é o único no Brasil  a ter todos eles  integrados à Rede para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). No Nordeste, o Rio Grande do Norte é o único que se aproxima do nível alcançado por Alagoas. Os potiguares possuem 167 municípios, desses, 36% não estão integrados à Redesim, inclusive a capital.

 

 

Inovação – caminho

 

 A implantação dos municípios à rede torna dispensável o deslocamento do empresário a vários órgãos para registrar e legalizar seu empreendimento. Em Alagoas, desde novembro de 2013, o empresário verifica de forma online, através do Portal Facilita Alagoas, se pode abrir uma empresa, observando a viabilidade de nome e localidade, e iniciar os processos de abertura, alteração, baixa e também legalização do negócio.

 

Visão

 

Para o presidente da Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal), Carlos Araújo, a integração de todos os municípios possibilita um conjunto de benefícios não só para o empresário, mas também para a economia local. “Com a integração de todos os municípios à Redesim, aumenta a facilidade para abertura de empresas, gerando novos empregos, movimentando o comércio local, passando a ter uma distribuição melhor de renda”, disse.

 

Capela

Na quinta-feira passada, o  Sebrae  esteve em Capela, a fim de apresentar o mapa turístico daquele município, cuja região está inserida na Rota dos Quilombos. “Todos os cenários culturais e turísticos estarão expostos num site que será divulgado em breve a todos, no qual os turistas poderão conhecer os trabalhos das nossas bordadeiras, comidas típicas, doces, caldinho e a produção artesanal, representada por João das Alagoas, Sil, Nena e seus discípulos. Todas as nossas potencialidades serão apresentadas!”, disse o prefeito Eustaquinho Moreira.

                                                                        

 

Rota

Os municípios  alagoanos que fazem parte da Rota dos Quilombos, projeto turístico lançado no ano que passou na sede do Sebrea/AL, são: União dos Palmares, Mar Vermelho, Murici, Capela, São José da Laje, Viçosa e Cajueiro. Para que as ações sejam realizadas, é essencial que os municípios estejam alinhados à Cartilha de Regionalização do Turismo, distribuída pela Setur.

 

Otimismo

 

Diz Ronaldo Moraes, diretor técnico do Sebrae/AL, que o projeto Rota dos Quilombos consolida a atuação de seu órgão em todo o território alagoano. “Trabalhar a região dos quilombos é muito importante, especialmente porque saímos um pouco das ações turísticas no litoral. Essa área tem um grande potencial, apelo histórico e repercute mundialmente pela figura de Zumbi”