Edmilson Teixeira

6 de novembro de 2015

Tanque d’Arca

O clima promete esquentar na tarde de hoje em Tanque d’Arca. É que a bancada legislativa municipal vai definir o destino político do prefeito afastado Roney Valença e seu vice, Valdemir Bezerra. Ambos por determinação da Justiça Eleitoral teriam sidos afastados em junho de 2013, acusados de compra de voto. Em agosto deste ano, o Roney encontrou uma brecha por meio de uma liminar e voltou ao cargo. Mas sua alegria só durou somente quatro dias. É que descobriram um esquema de notas frias relacionadas a pagamentos da construção de uma creche e de um ginásio esportivo.

Direção

Nessa briga toda em Tanque d’Arca, quem está lucrando é o presidente da Câmara de Vereadores; Antônio Teixeira. O parlamentar pegou de graça a direção do município e vem conduzindo a máquina administrativa dentro da medida do possível; sobretudo nesse período de crise em que todos os municípios estão mergulhados de problemas. Já pensa até na possibilidade de ir para a reeleição no ano que vem; é mole! 

São Luiz de Quitunde

Restando pouco mais de um ano para findar  essa gestão,  a decepção tem sido total do povo de São Luiz de Quitunde, na questão de administrador. O atual prefeito, Eraldo Pedro reconhece seu próprio fracasso como administrador, ao ponto de chegar  a dizer a muitos, que foi na onda do ex-prefeito  Cícero Cavalcante  para entrar nessa fria. “Pense numa ‘laranja’ podre esse nosso representante”, disse um vereador que pediu para não revelar seu nome.

Capela

“As dificuldades econômicas têm sido grande, mas em Capela o servidor público  e fornecedores vêm recebendo em dia, mais de 20 milhões de verbas federais estão sendo investidas em obras ao longo desses últimos dois anos e o município entrou nos eixos administrativos, graças a um projeto ousado do prefeito Eustaquinho Moreira ao tirá-lo da lista do CAUC”, a revelação é do assessor Thiago Loureiro. Diz que entre os 102 municípios alagoanos, Capela foi um dos que mais se preparou para suportar essa crise.   

Campo Alegre

Campo Alegre também vem tocando obras e os servidores contentes com a pontualidade do pagamento. Lá por exemplo, encontram-se em ritmo acelerado de execução, as obras de três  novos prédios escolares, além de quatro quadras esportivas que estão sendo erguidas em outras escolas já existentes.

Rio Largo

As secretárias de Saúde e Educação formaram uma corrente visando atender alunos da rede municipal que enfrentam problema de visão. Todos estão tendo a oportunidade de submeter a consultas oftalmológicas. De acordo com a coordenadora do Programa de Saúde na Escola, Emy Oliveira Santos, as crianças são avaliadas e aquelas que apresentam alteração ocular recebem posteriormente óculos para correção do problema.

União dos Palmares

O vice-prefeito Eduardo Pedrosa que assumiu a Prefeitura recentemente  por conta do afastamento do titular Beto Baia, vem se empenhando o máximo possível, a fim de garantir uma grande festa no próximo dia 20, Dia Nacional da Consciência Negra, quando a cidade passa a ser  destaque nacional nesta data histórica.  Um dos maiores problemas é a estrada de acesso a Serra da Barriga, palco do grande manifesto, onde se encontra o Parque Memorial Quilombo dos Palmares.

Coruripe

Na última sexta e sábado deste mês, Coruripe passará a ser a capital alagoana. O governo vai se instalar naquela cidade, levando toda sua estrutura administrativa, dentro do programa “Governo Presente”. Na época de Ronaldo Lessa essa ação era chamada de “Governo Itinerante”. O foco do evento é atender todos os municípios da região Sul além de outros próximos, num total de 14.

 

Significado

 

A Ação “Governo Presente” tem como finalidade: aproximar o Poder Executivo da sociedade principalmente das comunidades mais carentes do interior alagoano; permitir que a sociedade participe das ações do Poder Executivo, por meio de audiências públicas, consagrando a participação democrática nas decisões e conduções da política de governo; e levar para as regiões mais necessitadas diversos serviços, permitindo o desenvolvimento da região.

Penedo – bronca

Alunos  penedenses foram as ruas da cidade na manhã de ontem, protestar contra o aumento  de 30 centavos sobre o atual valor da passagem dos coletivos urbanos, que agora sobre para R$ 1.80. Reclamam além desse problema, as péssimas condições dos ônibus, que segundo eles, são de fazer vergonha.

Penedo – dois

O manifesto chegou até ao prefeito Március Beltrão, que se sentindo pressionado prometeu se reunir com empresários do setor e lideranças estudantis, a fim de encontrar uma solução para o problema. O valor passa a vigorar na próxima segunda, e segundo a Associação dos Transportes, o reajuste deveria ser de 50 centavos, passando para 2 reais.

Penedo – inflação

No documento, o presidente da Transcope, Joaquim Feitosa Neto, informou que o reajuste se deve a inflação acumulada e que isso tem feito com que os combustíveis, peças e manutenção tenham elevados aumentos. Ainda segundo o empresário, o acréscimo é aquém dos índices inflacionários, mas pode diminuir os problemas enfrentados pelos proprietários de ônibus.