Flávio Gomes

29 de outubro de 2015

A paralisia de Dilma

Do jornalista Luis Nassif: “A cara da mulher que atacou o senador Eduardo Suplicy na Livraria Cultura espalhou-se pelas redes sociais e é o espelho da sociedade brasileira atual. A primeira reação a ela é de ódio profundo.  Mas basta uma pequena reflexão para saber que não é ela, uma pobre coitada. Aquela figura horrenda, berrando como uma harpia da mitologia chocou menos pelo que ela é, mais pelo que passou a simbolizar: o quadro político atual, o fracasso da elite brasileira, em todos seus ângulos – político, empresarial, intelectual, jornalístico – ter permitido que a decadência da política abrisse espaço para o protagonismo do imbecil coletivo. Nas redes sociais de esquerda ouviam-se brados de vingança contra a figura,  usando o mesmo tom vociferante da direita contra arroubos de esquerdistas. Tempos atrás a Lava Jato mandou à prisão uma cunhada de tesoureiro do PT meramente porque sacou dinheiro em um caixa eletrônico. A reação contrária foi exigir que a mesma PF prendesse a esposa de Eduardo Cunha. Nesse ódio sem quartel, direitos individuais, abusos de autoridades, golpismo escancarado, tudo é relevado com receio de encarar a grande besta: o imbecil coletivo. Esse ódio exacerbado reflete algo mais profundo: a falta de um projeto de país ou, no mínimo, de sinais de que o país pode começar a andar. Só que o primeiro passo é da presidente da República que, até agora, não manifestou o menor gesto em direção à normalização econômica.”

Na muda

Téo Vilela anda calado, desde que deixou o governo, em janeiro. Abriu uma pequena exceção quando assumiu a presidência do PSDB/AL, há três meses, e retornou ao silêncio. Os mais próximos ao ex-governador admitem que o tempo de quarentena já está se esgotando. E que nesse final de ano ele volta a dar as caras.

Decidido

O médico Fernando Sérgio Lira se animou com os resultados das últimas pesquisas sobre pré-candidatos a prefeito de Maragogi. No último final de semana comunicou aos amigos e aos eleitores que decidiu mesmo tentar ser prefeito pela terceira vez. Já está até iniciando contatos para montar a equipe de campanha.

Cultura

Hoje se encerra o Fórum dos Secretários e Gestores de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas, aberto ontem no Hotel Jatiúca. A programação será aberta às 9 horas, com presenças do prefeito Rui Palmeira e dos presidente e vice-presidente do Fórum dos Secretários de Cultura – Leônidas Oliveira e Vinicius Palmeira.

Campanha?

O Instituto Paulina, de Pão de Açúcar, dirigido pelo advogado Flávio Almeida, realiza hoje show beneficente com a dupla Zezé di Camargo e Luciano, na Chácara Conrado. Para acesso é preciso levar dois quilos de alimento não perecível e uma lata de leite em pó. Filiado ao PMDB, Flávio Almeida é pré-candidato a prefeito.

Agenda

O ex-deputado estadual Ismael Pereira, sergipano que teve base política em Arapiraca, tem se dedicado nos últimos anos às artes plásticas. Nessa atividade ele está com a mostra “Revivendo”, no hall da Casa da Cultura de Arapiraca. A exposição integra a programação dos 91 anos de Emancipação Política do município.

Fim de caso?

As quatro vagas abertas para Alagoas pelo Programa Mais Médicos foram todas preenchidas por profissionais brasileiros. O que demonstra que, pelo menos por aqui, a campanha dos médicos nacionais contra os estrangeiros está ficando sem sentido. Em todo o país, já foram ocupadas 99% das oportunidades – 323 das 327 vagas disponíveis.

Recado?

Do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, à “Folha”: “Estamos vivendo situação extremamente difícil, crítica, uma crise de natureza política, econômica, ética muito séria e com preocupação que, se ela prosseguir, poderá se transformar numa crise social com efeitos negativos sobre a estabilidade. E aí, nesse contexto, nós nos preocupamos porque passa a nos dizer respeito diretamente”.

 

*O Estado inicia amanhã, 30, o pagamento dos salários do funcionalismo, referente ao mês de outubro. Receberão os servidores incluídos na 1ª faixa salarial – aqueles que ganham até R$ 2.226,00. Não foi anunciado o pagamento a quem ganha acima disso.

*O Centro de Estudos da Procuradoria Geral do Estado promove hoje, 15 horas, nova etapa do Ciclo de Estudos da PGE. Roney Leão Otílio e Helder Braga Júnior dissertarão sobre as teses que apresentaram no recente Congresso Nacional de Procuradores.

*O Grupo Código 8 Coletivo de Dança apresenta hoje o espetáculo “Cenas Partilhadas”, nesta quinta-feira, pelo projeto “Quinta no Arena”, a partir das 19 horas, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso. Ingressos a R$ 10,00. Contato: 99358-7620.

*A partir das 19h30m de hoje, no Sesc Poço, noite de samba pelo projeto “Quintas no Poço”, com o Grupo Malacada fazendo homenagem a um mestre da Música Popular Brasileira: o cantor, compositor e violonista Paulinho da Viola. Entrada franca.

*O Sesc festeja o Dia Internacional da Animação, exibindo hoje, na sua unidade de Arapiraca, pela “Mostra Oficial”, curtas de desenhos animados. A partir das 10 horas, na Praça Luiz Pereira Lima, com acesso gratuito. Informações: 3482.2400.

 

*Dydha Lyra e Madalena Oliveira fazem show amanhã, no Teatro Deodoro, cantando sucessos consagrados de Frank Sinatra e Edith Piaff, dois grandes nomes da música internacional. Às 21 horas, com participação de Luiz Carlos Ângelo e Manoel Vieira.

 

*Ao longo do Campeonato Brasileiro a diretoria do Flamengo vinha culpando a arbitragem pelas derrotas do time. Descobriu, agora, que outro fator pode estar contribuindo para a campanha irregular: as farras pesadas que os jogadores têm feito.

 

“A esquerda, quando começa a contar dinheiro, vira direita”

Carlito Maia

Saudoso publicitário brasileiro e um dos fundadores do PT, cada vez mais atual