27 de outubro de 2015

O vinho.

Fico cada vez mais encantado por essa bebida! Sempre tomando com moderação, ou socialmente e respeitando a lógica do relacionamento em sociedade.

Na mitologia romana Baco é o deus do vinho. Divertimento, lazer e até orgia. Bacanal. Porém para os apreciadores do vinho não é bem assim.

A bebida usada com correção e parcimônia denota todo o seu poder de bem acompanhar os pratos. Para cada tipo de prato quente ou frio o vinho existe e satisfaz.

Aqui no Brasil a bebida foi trazida pelo descobridor Pedro Alvares Cabral. Depois as uvas foram plantadas por Martim Afonso de Souza na capitania de São Vicente.

O vinho, principalmente o tinto, traz ao ser humano além da satisfação, saúde.

Uma taça de vinho tinto ao dia aumenta as defesas orgânicas. Fortalece os ossos, veias e artérias. Em longo prazo, retarda a degeneração da retina e previne os riscos de cegueira. Ativa a memória. Como tudo que ingerimos pode engordar.

A guarda do vinho deve ter cuidados com a temperatura os movimentos bruscos, a luz e sempre na horizontal para não ressecar a rolha.

Recentemente tivemos uma noite de harmonização. Em um restaurante da cidade um enólogo trazido por uma divulgadora científica de um laboratório foi fundamental para um degustar especial. Pratos saborosos que harmonizados com vinhos precisos melhoraram o sabor e a textura de ambos!