Futebol

26 de outubro de 2015

Futebol no Iraque

Um dos técnicos mais competentes ao lado de alguns outros que vi passar pelo futebol de Alagoas, Lorival Santos, teve uma brilhante passagem pelo futebol do Iraque e aproveitou para compartilhar sua experiência com os demais profissionais, através de um livro de sua autoria, onde trata de vários momentos vivenciados durante sua estadia no Oriente Médico, no continente asiático, onde conquistou o seu segundo título internacional, defendendo as cores do Al Shorta Sports Club.

Tive a oportunidade de trabalhar ao lado deste competente técnico, em 2010/2011, quando fui assessor de imprensa do Corinthians Alagoano. Vi de perto, o quanto é um estudioso do futebol e um profissional bastante didático.

Há alguns dias recebi um contato telefônico do “melhor do Brasil”, e na ocasião, Lorival Santos, disse que tinha escrito um livro e que iria disponibilizar todo conteúdo em meu e-mail. Enfim, de imediato, agradeci e, em seguida, comecei a ler e trata-se realmente de uma grande obra. Parabéns, Lorival Santos!

Aproveito o momento para disponibilizar a sinopse

Chegamos em Antalya no início de outubro de 2013, cidade do sul da Turquia, situada na região do Mediterrâneo; Lá, eu, o mestrando Anderson Nicolau Prep. Físico e Marquinhos Domingues Prep. de Goleiros encontramos um plantel de treze atletas para o inicio da pré-temporada, dentre estes, dois eram goleiros e mais cinco atletas oriundos da base do clube, portanto, apenas onze atletas de linha para um período de doze dias para que concluirmos os trabalhos da parte física e técnica-tática da equipe. Fomos informados também que seis atletas estavam a serviço da seleção iraquiana Sub 21 e os mesmos ficariam mais de quarenta dias para uma competição, e que mais três estrangeiros se apresentariam em Bagdá. Fiquei muito preocupado com esta questão, percebi ali que teria muitos problemas pela frente; Além da cultura, idioma e concepções, principalmente as táticas, começava ali minha dura caminhada. Não tinha ainda trabalhado com os meus novos companheiros de comissão técnica, era uma incógnita, não pelo aspecto de competência de ambos, pois as informações que havia recebido eram as melhores possíveis, e isto foi se ratificando a dia a dia, a cada situação contraditória, e foram muitas e muitas. Tinha que conhecê-los, pois a convivência seria parte fundamental para o desenvolvimento dos trabalhos, sabia que para se conhecer realmente um ser humano temos que passar por duas fases, a primeira é dar o poder a ele, a segunda é necessitar dele, e foi o que fiz; Dei a eles todo o poder, proporcionei a ambos todas as condições possíveis para o desenvolvimento dos trabalhos e ao mesmo tempo iria conhecê-los realmente; Com certeza afirmo que foi a melhor decisão que tomei ao longo de todo este processo, acabará de estruturar o alicerce, a mola mestra de todos os contratempos que surgiriam ao longo de nossa jornada, ambos deram conta do recado, vou além; Profissionais de altíssimo nível e que não tem tempo ruim para eles, foi uma honra ter trabalhado com eles e uma satisfação conhecê-los.

Mesmo tendo disputado três competições, a Ásia Champions League, Ásia AFC Cup e o Iraq Premier League e com um plantel reduzido, somos Campeões da Iraq Premier League com um aproveitamento de 68,3%, tivemos a defesa menos vazada e de sobra eu entrei para a história do futebol iraquiano por ser o único Coach a vencer todos os clássicos de forma consecutiva; Vencemos todos os sete clássicos; Al Zawraa 1 a 0 – Duhok 5 a 0 – Erbil 2 a 1 – Al Talaba 2 a 1 – Al Quwa Al Jawiya 1 a 0 – Baghdad 2 a 1 e novamente Al Talaba 1 a 0, assim; O que se previa belo foi maravilhoso, pois consequentemente ao longo dos 82 anos de existência do clube Al Shorta Sports Club isto jamais ocorrerá; Portanto, este meu segundo título internacional possui um sabor especial.

O título do livro é Futebol no Iraque e em breve estará nas grandes livrarias e também disponível em todas as plataformas digitais