Olívia Cerqueira

23 de outubro de 2015

Professores se destacam pelo compromisso com a educação pública

Clara Lúcia une escola e comunidade em torno da leitura; José Cícero promove aulas gratuitas de Matemática para alunos carentes e Laura Maria utiliza ações socioculturais e de meio ambiente para beneficiar estudantes no Sertão (Fotos: José Demétrio)

 

Por Manuella Nobre – Agência Alagoas

 

Promover projetos que integrem escola e comunidade em torno da leitura na Escola Estadual Luiz Duarte, em Estrela de Alagoas. Este é o dia a dia da professora de Língua Portuguesa Clara Lúcia Machado há 30 anos e, este ano, a educadora será uma das servidoras da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) na edição 2015 da Medalha Sílvio Vianna.

 

“Por meio da leitura, conseguimos trazer a comunidade para a escola. Amo o que faço. Tudo que fiz e faço é pelo meu compromisso com a educação. Estou surpresa e feliz pelo reconhecimento da gestão e dos colegas”, declarou Clara Lúcia.

 

De acordo com a professora, seus projetos de leitura tiveram início nos horários dos intervalos, passaram pela sala de aula e chegaram até a casa dos alunos, quando ela pessoalmente, preocupada com a evasão escolar, ia em busca de cada um.  

 

“Vou em busca e luto por cada um deles. Me envolvo em todas as disciplinas e com a comunidade para manter este aluno em sala de aula”, afirmou.

Clara também fala com orgulho do acervo com mais de 12 mil exemplares que ajudou a montar na biblioteca da escola. “São livros didáticos, literários, revistas. Temos um material muito rico à disposição e estou sempre buscando mostrar isto aos nossos alunos”, pontuou.

 

Novo projeto

 

Incansável em sua luta, a homenageada falou também do seu novo projeto, que deverá ser implementado no próximo ano, baseado no quadro “Cesta na Bola”, transmitido pela Rede Globo, o qual associa educação, música e esporte. 

 

“Estou elaborando o projeto para promover estas ações, utilizando atividades desportivas que nossos alunos mais gostam como o futebol e a banda fanfarra”, afirmou.

 

A professora também será homenageada como servidora destaque da 3ª Gerência Regional de Educação (Gere),durante as comemorações da Semana do Servidor  da Secretaria de Estado da Educação.  

 

Mudança de vida

 

Com vinte anos de dedicação ao magistério, dos quais 14 na rede estadual, o professor de Matemática José Cícero Alexandre Pereira, atualmente também diretor da Escola Estadual Floriano Peixoto, em Atalaia, será mais um dos homenageados da Secretaria de Educação (Seduc)  com a Medalha Sílvio Vianna. Ele fala dos desafios e de como a docência tem transformado sua vida e de seus alunos.

 

“Estamos rodeados de pessoas carentes e muitas apostam na educação como caminho para mudança de vida. Alunos que deixam seu trabalho na lavoura, em trajetos diários de uma hora ou mais, para estudar. Então temos que fazer nosso papel com amor. É gratificante dar possibilidades e perspectivas aos que não têm”, declarou.

 

Além da sua rotina das atividades na escola, o professor promove, gratuitamente, todos os finais de semana, para dezenas de alunos, aulas preparatórias voltadas à Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), ao Instituto Federal de Alagoas (Ifal) e outros concursos. 

 

“As aulas de reforço deram possibilidades para eles concorrerem igualmente com estudantes de outras redes. Já ganhamos medalha de prata na OBMEP, tivemos alunos aprovados no Ifal, em concursos federais e em diversas faculdades. E eles fazem questão de reconhecer nossa contribuição. Isto é motivador e nos estimula a desenvolver cada vez melhor nosso trabalho. Os resultados alcançados pelos alunos e o reconhecimento deles não têm preço”, comemorou. 

 

O professor também será homenageado como servidor destaque da 4ª Gerência Regional de Educação (Gere), durante as comemorações da Semana do Servidor da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). 

 

 

No Sertão

 

Em meio às dificuldades provocadas pela seca que afeta perenemente a população sertaneja e todo seu habitat, a professora Laura Maria dos Santos, diretora da Escola Estadual de Areia Branca, no povoado homônimo de Santana do Ipanema, no sertão de Alagoas, realiza atividades socioculturais e de meio ambiente para beneficiar alunos e comunidade. As ações ganharam repercussão tão positiva que a servidora será uma das homenageadas com a Medalha Sílvio Viana.

 

Por meio de feirões populares e seminários, a professora e sua equipe conseguem trabalhar aspectos da vegetação local, com orientações à população, da economia, com foco no combate ao êxodo rural e valorização da agricultura local. Em troca, além da manutenção do aluno na sala de aula, recebe a solidariedade da população, com coleta de donativos, serviços de estruturação e promoção de ações desportivas no espaço escolar.

 

“São espaços de aprendizagem, onde buscamos valorização e integração com nossa comunidade. São ações simples, mas simbólicas, onde conseguimos grandes resultados. Em nossas ações conseguimos até ajudar pessoas de outros estados, como o caso da enchente que atingiu Santa Catarina, onde enviamos muitos donativos”, afirmou Laura, já fazendo um convite ao próximo feirão, que acontece em dezembro.

 

Servidora modelo

 

A gestora destacou a importância de ser agraciada com a medalha Sílvio Vianna.  “Estou muito feliz pelo reconhecimento dos companheiros educadores e do Estado por perceberem a essência do nosso trabalho. Isso nos motiva a seguir neste caminho”, agradeceu.   

 

A professora também será homenageada como servidora destaque da 6ª Gerência Regional de Educação  (Gere) durante as comemorações da Semana do Servidor  da Secretaria da Educação.