Flávio Gomes

23 de outubro de 2015

Nem choro, nem vela

De Sandra Starling, ex-deputada federal do PT/MG: “Hoje, juntando cacos de memória, escuto alguém martelando, pouco antes ou pouco depois de 1989, que o PT sozinho não saía dos 30% do eleitorado. Aliás, esse raciocínio já devia ter aparecido na Constituinte, na qual ficou claro o apoio do partido aos dois turnos nas eleições para o Executivo, questão nunca discutida amplamente entre nós. Para mim, coisa de maluco beleza em partido de esquerda. Então, as coisas foram se precipitando, dinheiro correndo para o caixa do partido, prefeituras realizando coisas boas para as populações locais, muito e muito oba-oba. As bancadas cresciam… Pois quero hoje reafirmar que não podemos deixar de reconhecer os erros que foram cometidos por Lula e secundados por todos nós –eu só saí quando achei que já era demais ele nos impor Dilma. Mas o caldo já havia entornado. Tão logo a reeleição foi aprovada, contra nosso voto, ela foi alegremente adotada no partido. A CPMF, contra a qual votamos, já em 2003 virou modo de fazer mais caixa. Para os de cima, Lula entregou a rapadura ao ir muito além de Fernando Henrique e patrocinar a Emenda Constitucional 40/2003, que, além de tudo, tirou da administração pública o direito de fiscalizar o sistema financeiro. Depois, a cooptação dos movimentos sindicais e sociais, os créditos ao consumidor privado. Mesmo aumentando o salário mínimo, foi Lula quem estimulou o surgimento de uma sociedade de cidadãos conservadores em espírito e em prática. Agora é hora dos pingos nos is. Sem choro nem vela.”

Suruagy 

Hoje, às 20 horas, na Academia Alagoana de Letras, Ivan Barros lança seu 18º livro: “Divaldo Suruagy, vida e obra de um Estadista”. O autor é promotor aposentado, jornalista e escritor. E foi amigo do biografado, o maior político alagoano do seu tempo – prefeito, deputado estadual e federal, senador e por três vezes governador.

Contestação 

A assessoria do senador Fernando Collor nega ingerência dele na BR Distribuidora: “O senador não se dignará a responder a especulações infundadas de delator a partir do que supostamente ouviu dizer de terceira pessoa, e que não apontam concretamente qualquer fato específico, nem lhe atribuem prática de qualquer ilegalidade”.

Aprovado

Além do equilíbrio das contas, em meio à crise geral, Renan Filho ganhou outro motivo para festejar, com o índice de aprovação da sua gestão: 67,5%, segundo o Instituto Paraná de Pesquisas, contratado pelo site Diário do Poder. Um crescimento bem significativo em relação à sua eleição, conquistada com 51,2% dos votos.

Ainda bem

Empresas que haviam iniciado o processo de implantação em Alagoas têm mantido seu cronograma. Caso da Portobello, mês passado, e do grupo chinês ZTT, de tecnologia de fibra óptica, que inaugura hoje a primeira fábrica no Brasil, em Marechal Deodoro. E já anuncia para a instalação de outras duas unidades no Estado, até 2017.

Ademi

Outra notícia positiva na área econômica: a 18ª edição da festa anual da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário, às 20 horas, no Armazém Usina, Jaraguá. Apesar da retração, por conta do momento econômico difícil, serão anunciados os destaques de 2015 no setor, sob comando de Paulo Malgueiro, presidente da Ademi/AL.

Cobrança

Chegou ao Congresso Nacional, por meio do senador Benedito de Lira (PP/AL), a questão das pontes de embarque do Aeroporto Zumbi dos Palmares, que vez por outra não funcionam. Biu cobrou providências à ANAC, lembrando que a deficiência dos fingers se deve a um problema nos equipamentos desde a construção, há 10 anos.

Opinião

Do jornalista Jorge Oliveira: “A CPI da Petrobrás produziu muito papel, muito papel mesmo. Mas, infelizmente, nem para papel higiênico esses relatórios vão servir pela sua gramatura. A CPI, porém, prestou um serviço involuntário importante ao Brasil. Serviu para desmascarar o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.”

 

*A faixa azul da Avenida Fernandes Lima, destinada a ônibus urbanos e táxis com passageiros, virou território livre. Veículos de passeio utilizam o trecho, apesar da proibição, principalmente no início da manhã, sentido Tabuleiro-Centro.

* Maceió sedia hoje o primeiro Fórum das Igrejas Evangélicas e a Prefeitura de Maceió, na sede da Convenção de Ministros da Assembleia de Deus em Alagoas, na Avenida Moreira e Silva, Farol. Participarão 350 líderes evangélicos e servidores municipais.

*Hoje às 20h30m, o Teatro Deodoro recebe o show “Quinteto Violado canta Jackson do Pandeiro”, na temporada em que o grupo pernambucano comemora 40 anos de carreira. O ingresso dá direito a lugar marcado. Contato: 99979.5959.

*A 65ª Exposição Agropecuária de Produtos e Derivados de Alagoas, que acontece a partir de hoje no Parque da Pecuária, anuncia para hoje show com as bandas Calcinha Preta, Bonde do Brasil, Alex e Ronaldo, Tayrone e Zezo. Às 21 horas.

* A secretaria estadual da Fazenda está com inscrições abertas, só até hoje, para estágio em Jornalismo e Relações Públicas. Pode se inscrever quem tenham concluído o quarto período. Interessados devem enviar currículo para ascom.sefaz@gmail.com.

*O negócio pode até ser inviabilizado. Mas o meia Didira, um dos principais jogadores do ASA, já tem um pré-contrato com o CSA: R$ 30 mil de luvas, já pagos, e R$ 15 mil mensais de salário. A informação é de um dos novos dirigentes do CSA.

 

“A corrupção não é um problema da Dilma, do Lula, do Fernando Henrique, do Collor, de D. Pedro I nem de D. Pedro II”

Marina Silva

Ex-senadora, reafirmando que a corrupção não é problema exclusivo de Dilma Rousseff nem dos que a antecederam no cargo