Edmilson Teixeira

3 de outubro de 2015

Colônia Leopoldina, inovação

O povo de Colônia, hoje atormentado pelo grau de violência que vem tomando conta da cidade, tem agora uma boa notícia. É que o vereador Franklin Amorim (Pros) presidente da Câmara, apresentou projeto, que visa implantar uma Guarda Municipal, dotada inicialmente de um efetivo de pouco mais de 20 seguranças. Justifica o parlamentar, que o pequeno policiamento existente, não tem dado conta de tantos problemas; cuja população chega à casa dos 22 mil habitantes. Entende que uma Guarda Municipal, sobretudo agora, depois que no ano passado a presidente Dilma sancionou uma lei, que concede poderes para o uso de arma de fogo, o clima de segurança possa alcançar o efeito da tranquilidade.

Colônia Leopoldina – debate

E é por conta de tanta violência, que o vereador Franklin Amorim programou para terça-feira da próxima semana, uma sessão pública, para discutir a questão  junto com a cúpula principal da Segurança estadual, que garantiu marcar presença. “Convocamos representantes do Judiciário, Executivo, Legislativo e líderes de classes, a fim de tentar encontrar uma saída que possa reverter tal situação”, disse.   

 Rio Largo

Prefeito Toninho Lins que a partir de 2017 ficará desempregado, disse que tem quatro nomes para escolher, quanto a disputar municipal no ano que vem. “A definição final será por meio de  pesquisas de opinião pública que iremos fazer antes das convenções”, disse.

Rio Largo / Messias

Toninho Lins, prefeito de Rio Largo,  disse que a única coisa certa que tem no momento para a eleição de 2016, é o nome da esposa, Izabelle, que disputará a Prefeitura do vizinho município de Messias. Vai enfrentar a reeleição do prefeito Jarbinhas, um carismático político na região que tenta alcançar um quarto mandato.

Marechal Deodoro

Depois de Cristiano Matheus, o deputado Inácio Loyola pode ser o segundo forasteiro a chegar a dirigir a Prefeitura de Marechal. Para tanto, Matheus tem se engajado de corpo e alma na ‘campanha’ de Loyola; sobretudo em oportunidades festivas que são bancadas com o dinheiro público municipal.  

São Miguel / Delmiro

Val Borges nosso informante interiorano, diz que o federal Carimbão estudou amplamente a possibilidade de disputar a Prefeitura de São Miguel dos Campos. Desistiu certamente por não encontrar brecha de apoio do grupo Jatobá, que não abre mão de lançar um candidato. Decidiu investir agora em Delmiro, onde obteve o aval do “potente” Lula Cabeleira, atual gestor. Em 2012, Carimbão adotou várias  estratégias, a fim de concorrer a Prefeitura de Maceió. Desistiu porque seu nome não decolou.

Capela

Em Capela, 18 candidatos vão concorrer neste domingo por meio de eleição, quatro vagas para o Conselho Tutelar. Entre eles está o professor de Educação Física, José Luis Neto. “Vou lutar para cumprir a lei que garante os direitos fundamentais como: Saúde, Educação, Segurança entre outros, em defesa da criança e do adolescente”, promete.

Cajueiro

A vice-prefeita Ana Cláudia se filiou no PMDB e já ocupa a função de vice, cujo partido tem seu irmão Marcos como presidente. Ana e a prefeita Lucila  andam brigadas desde o começo dessa gestão. “A administração pública está abandonada; o lixo vem tomando conta da cidade; principalmente na rua onde moro, dando a entender que essa coisa acontece aparentemente de propósito”, criticou a vice.    

Palmeira dos Índios

Quem está se infiltrando em Palmeiras visando à eleição municipal é o deputado estadual Francisco Tenório. Tenta ser um Albérico Cordeiro da vida, que como forasteiro chegou à cidade no início do ano de 2000. A partir daí, ganhou  a preferência do eleitor, razão de ter sido prefeito  por dois mandatos seguidos.

Viçosa

Vereadora Micheline Fernandes (PV) mesmo sem “bala na agulha” deve disputar a Prefeitura de Viçosa, enfrentando os tubarões do dinheiro. “Se depender de postura, ética e decência está eleita”, diz o esposo, Gustavo Toledo. Afirma que Viçosa nunca teve uma pessoa na Câmara tão corajosa e destemida, para defender os interesses dos munícipes, sobretudo denunciando casos relacionados a roubalheiras na administração pública.  

Paulo Jacinto

Vergonhoso. Dezenas de famílias que perderam suas casas na enchente de 2010, no povoado onde viveu Frei Damião, Vila São Francisco, até hoje não receberam suas moradias. Uma obra contendo 50 casas está praticamente concretizada; só que há mais de dois meses a construtora desapareceu. Como está chegando as eleições, os opositores já se articulam para  levar o caso ao MPF.  

Feira Grande

Leopoldo Lira aquele “maluquinho” que se acorrentou por longos dias na porta do Congresso Nacional, fazendo greve de fome, em defesa da Funasa, órgão federal que ele “trabalha”, cuja cena se repetiu depois em Maceió, na porta do Tribunal de Justiça (Praça Deodoro), disse que é candidato a vereador em Feira Grande, sua terra natal.  No ano passado, essa figura disputou pelo (SD) a eleição para deputado estadual. Obteve a “extraordinária” contagem de 167 votos.