29 de setembro de 2015

Motocicleta

 Moto ou motocicleta. Cinquentinha.

 A televisão está divulgando nesta semana de prevenção aos acidentes de transito várias orientações. O que é certo e o que é errado. Uma orientação que é lei: motocicletas não podem trafegar entre os carros fazendo ultrapassagem incorreta e em alta velocidade!

Entretanto no que diz respeito às motos as leis não são respeitadas.

Ultrapassagem entre os carros nas ruas de mão única. Alta velocidade. Ultrapassagem pela direita. Subida pelas calçadas. Enfim: não existem leis para os condutores das motocicletas.

Ia esquecendo: usam as ciclovias, inclusive as da orla para trafegarem!

As motos são usadas para o transporte pessoal, de mercadorias, de encomendas etc. Sim parece que todos os condutores são os mais apressados. Ou sempre estão atrasados. Daí os acidentes que quando não mutilam tiram a vida dos condutores e seus caronas.

Já estive fora do Brasil. Não vi em lugar nenhum algo semelhante. Muitas motos. Inclusive com cilindradas maiores do as daqui. Mais potentes, porém sempre respeitando as leis de transito!

E os equipamentos de segurança? Muitos motociclistas, digo, possuem a cabeça dura! Por quê? Porque o uso do capacete é sempre irregular. Usam no cotovelo, no bagageiro, sobre a cabeça, soltos. Enfim sem utilidade que é para proteger o cárneo  e a face.

E o transporte de crianças? Na frente do condutor, entre os dois passageiros. Sempre sem capacete.

Onde vamos parar? Brasil de tamanho continental! Acorda! As leis devem ser feitas antes para serem então cumpridas. Não só por questão de segurança no trânsito, porém e principalmente para evitar a perda de vidas e a mutilação de pessoas.

Existe outra razão esta material que diz respeito aos gastos com o tratamento hospitalar e ambulatorial dos acidentados, como também os seguros inclusive desemprego, pois são muitos os necessitados.