Blog do Dresch

18 de setembro de 2015

Escola Viva tem reconhecimento internacional

                   Implantado a partir de uma parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o projeto Viva Escola ganha o reconhecimento internacional. Por isso mesmo a secretária Municipal de Educação, professora Ana Dayse Dórea, recebe a homenagem em Buenos Ayres na Argentina, nesta semana. Na oportunidade, a secretária participa do Encontro de Líderes para Desenvolvimento Integral da América Latina e do Fórum de Debates Agenda do Futuro. O encontro reúne lideres da América Latina em geral, e permite uma discussão mais ampla sobre a eficiência governamental e um alinhamento com os chamados Objetivos do Milênio.

Projeto Viva Escola 2

                   O Projeto Viva Escola, desenvolvido a partir de 2013 dentro de um trabalho de Cooperação Técnica, é um programa de reestruturação da rede municipal de ensino de Maceió, com foco direcionado para quatro áreas específicas: pedagógico, infraestrutura, gestão e recursos humanos. Ainda na Argentina, a Secretária Municipal de Educação vai conhecer o projeto “Scholas Occurrentes”, iniciativa do Papa Francisco que visa desenvolver o diálogo, a harmonia e a convivência multicultural e religiosa na escola, com o suporte das novas tecnologias.

Contra a violência sexual

                   A organização humanitária Plan International Brasil, que trabalha pelos direitos da criança e do adolescente, lançou na última quarta feira a campanha “Quanto Custa a Violência Sexual contra Meninas?”. Segundo a organização o Brasil teve, em 2013, mais de 50 mil casos denunciados, mas a estimativa é que mais de 500 mil mulheres tenham sofrido algum tipo de Violência sexual. A campanha tem o intuito não só de mostrar, por meios de dados que estes crimes ocorrem, mas também quebrar o tabu envolvido na questão e interromper o silêncio, que atrapalha as vitimas na hora da denúncia. Por isso, acredita-se que apenas 10% dos casos são denunciados. No lançamento da campanha foi apresentado o filme “Filha da India” que mostra a real história de uma estudante de medicina que é estuprada por seis homens dentro de um ônibus em Nova Deli, na Índia. Ela morre dias depois, em consequência dos ferimentos. O fato aconteceu em Dezembro de 2012 e chocou o mundo, menos o próprio país onde o estupro aconteceu. A ideia da campanha lançada no Brasil é levar informações sobre a violência sexual e as formas de denúncia. Também se discute a questão da legislação, uma vez que existem muitos casos de impunidade. A organização elaborou uma série de materiais informativos sobre a identificação do abuso sexual e violência sexual, como denunciar os crimes e procurar a rede de atendimento. O documentário sobre o estupro na Índia também será mostrado em outras cidades como Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Recife e Teresina.

 

Novo muro da vergonha

                   O pré-candidato do Partido Republicano á Presidência dos Estados Unidos, o bilionário Donald Trump, voltou a prometer ao eleitorado, a construção de um muro na fronteira dos EUA com o México. Melhor candidato posicionado nas pesquisas do próprio partido, Trump defende a construção da barreira “para evitar que gente ruim que vem de fora viva no nosso país”. Ele disse que vai iniciar a construção do muro imediatamente após vencer as eleições “no primeiro dia essa gente vai ter de partir daqui” garantiu ele durante um debate.

Novo muro da vergonha 2

                   Faltando cinco meses para o inicio das eleições primárias nos EUA, o bilionário sustenta sua campanha na acusação contra os mexicanos e também contra os latinos que vivem no território americano. “As leis americanas precisam ser respeitadas e estes imigrantes são ilegais” diz ele, deixando claro que pretende deportar 11 milhões de estrangeiros. O segundo colocado nas pesquisas do Partido Republicano, Bem Carson, diz que é inviável deportar 11 milhões de pessoas, mas concorda que a fronteira com o México esta desprotegida. Outros candidatos do mesmo partido como Jeb Bush (casado com uma mexicana) e Marco Rubio, neto de imigrantes cubanos, também criticam a deportação em massa, mas igualmente defendem mais rigor na fronteira.

Investimentos em saúde

                   Arapiraca vai passar a receber um substancial aumento nas verbas para a saúde repassadas pelo Estado. O governador Renan Filho anunciou um aumento no aporte mensal, que era de R$ 747 mil, para R$ 1,82 milhão, ampliando desta forma os atendimentos a pacientes do agreste e também do sertão. “A saúde pública de Arapiraca e municípios vizinhos poderá prestar mais serviços, realizar mais cirurgias, internações, remédios, mais médicos. Vai possibilitar ao Hospital Regional ampliar o atendimento de urgência e emergência para toda a região” disse o governador. Os recursos também serão destinados aos hospitais Chama, Regional, Afra Barbosa e Nossa Senhora de Fátima, além do Serviço de Equoterapia Tarcísio Freire.

Vem aí a tecla não curtir

                   O Facebook confirmou que em breve vai implantar o botão “não curtir” (ou dislike) segundo confirmou o fundador da rede social Mark Zuckerberg. A tecla vai permitir que os usuários possam usar outra forma para se expressar. Para ele, muita gente não se sente confortável em clicar a tecla “curtir” sobre uma noticia desagradável, ou sobre um momento triste da vida de alguém. “Mas o Facebook ainda esta estudando a forma como o dislike será disponibilizado para o bem e não para menosprezar as postagens dos outros usuários” disse Zuckerberg.

 

  • Será lançado hoje pela manhã, no Palácio República dos Palmares, o Programa Base no Esporte, desenvolvido pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude.
  • O objetivo é levar a prática desportiva a jovens entre 7 a 17 anos e que residam e vivam no entorno das Bases Comunitárias de Segurança.
  • O lançamento do programa esta marcado para as 10h, com a presença do governador Renan Filho e da Secretária de Esporte, Claudia Petuba.
  • Serão ofertadas diversas modalidades de práticas esportivas aos jovens como futebol, handebol, vôlei, atletismo e taekwondo.
  • Serão atendidas as Bases Comunitárias existentes nos conjuntos Osman Loureiro, Selma Bandeira, Carminha, Forene, Santa Maria e ainda nos bairros do Jacintinho e Vergel do Lago.
  • Além de jovens que vão participar do Programa, também estarão no lançamento do Programa, familiares, monitores, representantes das federações esportivas e da segurança pública.