Flávio Gomes

18 de setembro de 2015

A casa caiu

Do jornalista Jorge Oliveira: “… As provas de que Lula se beneficiou com o dinheiro roubado da Petrobrás são robustas, como informou Ricardo Pessoa, dono da UTC, ao dizer que entregou R$ 2,4 milhões para a campanha dele em 2006. A Camargo Correa, outra empresa envolvida na Lava Jato, pagou R$ 4,5 milhões ao Instituto Lula e uma empresa do ex-presidente entre 2011 e 2013, dinheiro comprovadamente surrupiado da Petrobrás. Outro indício do envolvimento do ex-presidente com a quadrilha da Lava Jato, ocorreu quando da prisão de Alexandrino Alencar. Quatro dias antes, Lula ligou para o diretor executivo da Odebrecht, seu companheiro de inúmeras viagens internacionais, preocupado com os ‘assuntos do BNDES’ É que o ex-presidente trabalhou como lobista de luxo para a empreiteira influenciando o banco a liberar dinheiro barato para ditadores africanos e latinos… O desespero do Lula e suas patadas em jornalistas se justificam, quando se sabe que ele começa a perder o equilíbrio emocional e assiste sua imagem despencar no Brasil. O ‘Pelé do PT’, como apelidou o seu ex-ministro Gilberto Carvalho, na sua contumaz subserviência, parece que não vai entrar em campo para disputar a partida em 2018, caso se constate realmente que ele é o chefe da quadrilha que depenou a Petrobrás. Do jeito que as investigações andam, não seria surpresa se até as eleições presidenciais Lula fosse escalado como titular de um time que o Zé Dirceu pretende formar no presídio com empreiteiros, lobistas, parlamentares, diretores da Petrobrás e os ex-tesoureiros do PT…”

 

Detalhe

Interessado na parte vai caber aos Estados com a nova CPMF, Renan Filho defende a recriação do tributo: “Todos têm que ser inseridos nessa luta. A crise é uma crise de um país como um todo”. O governador precisa lembrar que a crise foi criada pela gestão irresponsável do PT e o cidadão, vítima, não pode pagar por ela.

 

Repúdio

Hoje é o ponto alto do protesto dos municípios de Alagoas contra a falta de recursos. E a Associação dos Municípios Alagoanos anuncia o fechamento de todas as prefeituras durante todo o dia, para que a população tome conhecimento da crise. Em vários municípios já há atraso no pagamento dos servidores e dos fornecedores.

 

Descontente

A Prefeitura de Maceió é exceção: se diz solidária, mas não paralisará. Para o prefeito Rui Palmeira a presidente Dilma não se interessa em resolver a questão. E diz: “Cada reforma proposta pelo governo são arremedos e não mostram efetivamente soluções. Antes de propor novos impostos e tributos, o governo federal deveria cortar gastos”.

 

Tanto pior

A Prefeitura da Barra de São Miguel é uma das que mais sofrem com a dificuldade de recursos. Pequeno, do ponto de vista econômico, o município está na faixa dos que menos recebem repasses constitucionais. Mas, como ponto turístico, tem de prestar serviços a uma enorme população flutuante em férias, feriados e finais de semana.

Exemplo

A Assembleia Legislativa foi a única instituição pública que teve iniciativa de veicular peça publicitária fazendo referência à Emancipação Política de Alagoas, anteontem. Até pouco tempo atrás a principal data cívica do Estado gerava inúmeras manifestações oficiais. Ponto para o presidente da ALE, deputado estadual Luiz Dantas.

 

Pesado

A jornalista Eliane Aquino publicou em seu blog, no Cada Minuto, detalhes de contato que teve com José Thomaz Nonô, presidente do DEM/Alagoas. Sobre a crise político-econômica Nonô diz: “Quebraram o país”. Em relação à presidente Dilma Rousseff ele é também contundente: “Virou um zumbi. Se renunciar, vai direto para a cadeia”.

 

Opinião

Tarso Genro, ex-governador (Rio Grande do Sul) e ex-presidente do PT: “O PMDB tem obrigação de dar governabilidade ao governo da presidenta Dilma. Mas entendo que meu partido deve pensar um novo sistema de alianças, cuja governabilidade não seja tão pragmática e imediatista como essas que se fizeram até agora em todos os governos.”

 

*O Poder Judiciário de Alagoas realizará mutirões de conciliação em vários municípios do Estado. O primeiro está marcado para hoje em Delmiro Gouveia, a partir das 8 horas. O próximo está previsto para acontecer em Santana do Ipanema, no dia 9 de outubro.

*Estão abertas, somente até hoje, as inscrições para o Programa de Apoio às Escolas Públicas da Ufal. Há 80 vagas, para alunos do 2º ano do ensino médio da rede pública municipal ou estadual. Contato: https://sites.google.com/site/paespectec/. 

* O Festival do Teatro Brasileiro prossegue hoje. Às 20 horas, no Espaço Cultural, na Praça Sinimbu, tem “Milagre Brasileiro”, do Coletivo de Teatro Alfenim. Antes, às 14 horas, palestra de Sérgio Balecar, no Complexo Cultural Teatro Deodoro.

*A segunda edição da Mostra Alagoana de Cinema Alternativo acontece no cinema do Centro Cultural Arte Pajuçara, na Avenida Antônio Gouveia, hoje e na próxima 6ª feira, 25 de setembro, sempre às 18 horas. O acesso ao público é gratuito.

*Murici, na Zona da Mata alagoana, vai receber de hoje ao próximo domingo o Cine Sesi Cultural, projeto que leva cinema de qualidade para cidades do interior do Brasil que não possuem salas de cinema. Na Praça Padre Cícero, sempre às 18 horas.

 

*A Sociedade Amigos da Marinha de Alagoas promove, de hoje a 30 de setembro, no Maceió Shopping, a II Mostra Cultural. O tema é “O Brasil na Antártica e Amazônia Azul”, sobre projetos da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar.

 

*O CRB voltou a jogar bem, na vitória de 1×0 sobre o América Mineiro, mas voltou a demonstrar que há algo de errado na preparação física do elenco. Não é normal um time sofrer tantos desfalques por lesões físicas. Fica o alerta, na reta final da Série B.

 

“Golpe é utilizar de dinheiro do crime ou de irresponsabilidade fiscal para obter votos”

Aécio Neves

Senador e presidente do PSDB, refutando declaração da presidente Dilma Rousseff de que “usar a crise para chegar ao poder é versão moderna do golpe”