Blog do Dresch

6 de setembro de 2015

A música conta a história do Brasil

                   A música como instrumento de resgate da história politica do Brasil. Essa é a base do livro “Quem foi que inventou o Brasil” do jornalista Franklin Martins. Em três volumes, a obra aborda o período de 1902 a 2002 e através da música vai situando fatos e personagens, da política e das artes. São mais de mil canções contando a história. “A música faz a crônica da vida política nacional” argumenta o autor, que garante que não existe um fato relevante que não tenha sido objeto de uma ou mais músicas no contexto da história brasileira. Na sua avaliação, Franklin Martins diz que a música, assim como a fotografia e o cinema, é uma expressão artística capaz de transmitir os acontecimentos.

A história, pela música 2

                   Ainda de acordo com o jornalista autor da obra, uma das razões para a força da musicalidade brasileira, é a precariedade histórica da educação. “Em um país onde a maior parte da população não tinha acesso às letras, era analfabeta, a forma de transmissão da história era oral. E a transmissão oral se faz melhor quando é feita com música. Isso é uma das grandes razões da nossa musicalidade: a falta de educação formal do Brasil ao longo dos séculos” assinalou o jornalista. O título do livro (“Quem foi que inventou o Brasil?”) faz referência a uma marchinha de Lamartine Babo, cuja resposta se refere às origens do povo brasileiro se portuguesas, indígenas ou africanas.

 

Setembro Verde

                   Um túnel com 20 metros de comprimento e 2,5m de largura e que reproduz a estrutura de um intestino vai estar aberto neste final de semana, em um shopping na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. É o inicio da Campanha Setembro Verde lançada pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), que pretende alertar a sociedade sobre a necessidade de prevenção ao câncer colorretal. As ações serão desenvolvidas em parceria com a Associação Brasileira de Prevenção ao Câncer de Intestino, e vão acontecer em quatro cidades brasileiras. No “intestino” inaugurado sexta feira as pessoas têm a oportunidade de ver reproduções de pólipos e assistir a vídeos sobre a doença. Depois do Rio, a campanha (e o túnel) estará em Belo Horizonte (12 e 13), Porto Alegre (18 a 20) e São Paulo (de 25 a 27). O câncer de intestino afeta tanto homens quanto mulheres, alerta a SBCP e o mesmo deve ser prevenido. O precursor do câncer é o pólipo benigno, que pode ser retirado durante uma colonoscopia (exame que permite analisar o revestimento interno do intestino). O procedimento pode evitar a transformação do pólipo em tumor. A SBCP defende que toda pessoa acima de 50 anos deve fazer a colonoscopia, mesmo que não tenha nenhum sintoma ou casos de câncer na família. Estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostrou que em 2014 surgiram mais de 15 mil casos novos de câncer de cólon e reto em homens e 17.530 em mulheres, no Brasil.

 

Atendimento aos presos

                   Equipes de defensores públicos de Alagoas com atuação na área criminal, vão prestar atendimento individual a todos os presos no Estado. O objetivo é avaliar a situação processual de cada detento e garantir seu acesso à Justiça. A primeira etapa do Programa Defensoria no Cárcere começa no próximo dia 21 no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano. Os defensores farão visitas a todas as unidades prisionais do Estado, onde pretendem aplicar um questionário individualizado sobre a situação socioeconômica, a situação processual além de inspecionarem a estrutura carcerária.

Atendimento aos presos 2

                   O Programa da defensoria Pública de Alagoas visa ainda incrementar a situação institucional dentro do sistema prisional, melhores condições de dignidade e de pacificação no ambiente carcerário. De acordo com o Mpa da População Carcerária, Alagoas possui hoje 3.826 presos (entre provisórios e condenados). Segundo ainda o Mapa, a capacidade total do sistema penitenciário alagoano é de 2.690 presos, sendo 1.921 em Maceió e 789 no Presídio do Agreste. Os defensores estarão ainda na Casa de Custódia da Capital (5 e 6/10); Presídio Cyridião Durval e Silva (13 e 14/10); Presídio Feminino Santa Luzia e Presídio de Segurança Máxima (19 e 20/10); Núcleo Ressocializador da Capital e Centro Psiquiátrico Judiciário (26 e 27/10) e Presídio Baldomero Cavalcante (10 a 12/11).

 

 

Um trem de ouro

                   Dois caçadores de tesouros, um polonês e um alemão, anunciaram semana passada, que localizaram um “trem nazista” na região da cidade de Walbrzych, e que o mesmo pode estar carregado de ouro. O fato atraiu para o local um grande número de outros caçadores de tesouros. O governo polonês alertou que possivelmente o trem esta minado e pode colocar em risco a vida de quem dele se aproximar. O governo anunciou que irá realizar um procedimento formal para garantir a segurança da descoberta. O assessor jurídico dos descobridores, disse que os dois querem permanecer no anonimato e que já comunicaram oficialmente as autoridades sobre o achado.

Um trem de ouro 2

                   Os descobridores narraram que encontraram o blindado de 120 a 150 metros, mas não deram maiores detalhes. O anúncio da descoberta reacendeu diversas lendas de trens carregados de ouro, joias e objetos de valor, roubados dos judeus pelos nazistas na Segunda Guerra. Muitas lendas sobre túneis subterrâneos na região, cujas instalações deveriam acomodar arsenais estratégicos dos alemães, protegidos dos bombardeios aliados. Parte destas galerias esta aberta aos turistas, mas os caçadores de tesouros acreditam na existência de muitas outras.

 

  • Para agilizar o socorro e garantir um atendimento mais rápido, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) inaugura nesta terça (8) uma nova Base Descentralizada, na Avenida Menino Marcelo (Via Expressa), número 3.038, bairro da Serraria.
  • Na inauguração o governador Renan Filho e a Secretária do Estado da Saúde, Rosangela Wyszomirska farão a entrega de três novas ambulâncias para o socorro na parte alta da cidade.
  • A nova unidade contará também com uma equipe plantonista de suporte avançado, composta por um médico, um enfermeiro e um técnico em enfermagem e duas de suporte básico (um condutor socorrista e dois técnicos em enfermagem).
  • Segundo a Secretária de Saúde a nova base contará ainda com duas motolâncias para socorro rápido na região da Via Expressa garantindo o salvamento de vidas em acidentes de trânsito.