Futebol

4 de setembro de 2015

Torcida do CRB continua ausente

Jogando com cinco desfalques, com a torcida praticamente ausente e com um futebol apático, o CRB sofreu uma derrota surpreendente dentro de casa contra o Ceará, por 3×1, e se não bastasse a derrota, o time ainda teve o atacante Ricardinho expulso no início do segundo tempo, prejudicando ainda mais o time regateano.

Aliás, por se falar na ausência da torcida, chegou a hora da torcida alvirrubra jogar junto com o time, pois é inadmissível um jogo às 19h, ter apenas 2.766 pagantes, e um público total de 3.614, com uma renda de apenas R$ 32.266.

Quando a partida acontece às 21h50, os torcedores alegam que o horário é inconveniente porque trabalham no dia seguinte e que existe deficiência no transporte público para voltar para suas respectivas residências e quando os jogos são realizados às 16h ou às 19h, o que explicar dessa média de público de um time na Série B?

Enfim, o torcedor do CRB precisa, de fato, colaborar com a direção que vem realizando contratações e fortalecento o elenco, pagando os salários dos jogadores e funcionários rigorosamente em dia. Além de não medir esforços para manter o time na eleite do futebol nacional. Contudo, o que falta agora é o torcedor chegar junto e mostrar que realmente incentiva e contribui com o time. 

Em tempo: Em entrevista a Rádio Jornal, o presidente do CRB, Marcos Barbosa, afirmou que o atacante Ricardinho será punido pela direção devido a expulsão na noite desta sexta-feira (04), contra o Ceará, no estádio Rei Pelé.