Roberto Baia

2 de setembro de 2015

PF na cola de Biu

A Polícia Federal indiciou o deputado e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e o pai do parlamentar, o senador Benedito de Lira (PP-AL), por suspeita de corrupção passiva em um dos inquéritos da operação Lava Jato.

O relatório da investigação sobre os dois parlamentares foi entregue na segunda-feira, 31, ao Supremo Tribunal Federal (STF)

 

Outro lado

Através de nota, o senador Benedito de Lira afirma não ter envolvimento com essas pessoas, nem mal feitos. O pedido de indiciamento é um equívoco, pois tem como referência uma doação declarada na prestação de contas da campanha eleitoral de 2010.

O senador aguarda serenamente a decisão do Supremo Tribunal Federal.

 

 Manifestação

Com a greve da rede pública estadual, desde o dia 15 de julho, e a paralisação, na terça-feira, 31, do trabalho das merendeiras, porteiros e secretárias da Escola Quintella Cavalcanti, cerca de 50 alunos do 3º ano realizaram uma manifestação pacífica, nas ruas centrais de Arapiraca.

Eles tiveram apoio do Sinteal e se dizem preocupados com a falta de aulas e com a proximidade da realização do Enem, nos dias 24 e 25 de outubro.

 

Mais uma escola

Primeiro município de Alagoas e um dos pioneiros em todo o Brasil na implantação do modelo de escolas em tempo integral, Arapiraca terá mais uma unidade de ensino do gênero.

Na manhã de segunda-feira (31), a prefeita Célia Rocha participou, no Palácio República dos Palmares, em Maceió, da solenidade para anúncio oficial dos nomes das 13 novas Escolas de Tempo Integral da Rede Estadual de Ensino.

 

Inaugurou

No início deste ano, o governo inaugurou a primeira unidade – a Escola de Tempo Integral Marcos Antônio, no bairro Benedito Bentes, em Maceió.

Ao lado do vice-prefeito Yale Fernandes e da secretária Municipal de Educação, Gorete Queiroz, a prefeita Célia Rocha acompanhou o governador Renan Filho e o vice-governador e secretário de Educação, Luciano Barbosa, revelarem os municípios e os nomes das escolas selecionadas para serem transformadas e adaptadas ao novo modelo de ensino integral e profissionalizante.

 

Cerimônia

Durante a cerimônia, foi anunciado o nome da Escola Estadual Isaura Antônia Lisboa (Epial), localizada no bairro Baixão, em Arapiraca, como uma das 13 unidades selecionadas pelo governo para fazer parte do conjunto de Escolas em Tempo Integral, em 13 regiões distintas de Alagoas.

 

Solenidade

A coordenadora da 5ª CRE de Arapiraca, Wilany Félix Barbosa, e a diretora da Escola Epial, professora Edilma Gomes, estavam presentes à solenidade que também reuniu outros 12 diretores de escolas e representantes das outras 12 Coordenadorias Regionais de Ensino. Na ocasião, o vice-governador e secretário de Educação, Luciano Barbosa, fez questão de frisar que o processo para escolha das escolas foi feito de forma democrática e criteriosa para atender a todas as regiões de Alagoas.

 

Apoio do governo

“O governador Renan Filho sabe e tem acompanhado de perto e tem dado total apoio nesse trabalho de resgate da Educação em nosso estado”, disse Luciano, citando como exemplos as revisões de contratos que oneravam os cofres públicos.

 

Zika Vírus

O Instituto Evandro Chagas confirmou, na segunda-feira (31), mais nove casos do Zika vírus em Alagoas – um em Arapiraca, sete em Maceió e um em Maribondo. Com isso, já são treze, no total, somados aos quatro já registrados anteriormente, sendo um em Colônia Leopoldina e três em Mata Grande.

 

Novos casos

Os novos casos confirmados são oriundos de 156 amostras enviadas pelo Laboratório Central de Alagoas ao o Instituto Evandro Chagas, no Pará, confirmando o isolamento do Zika vírus em mais três municípios alagoanos.

As amostras foram coletadas no período de 15 de julho a 3 de agosto deste ano, segundo informou a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Cristina Rocha.

 

… De acordo com Cristina Rocha, o protocolo do Ministério da Saúde determina que os casos de Zika vírus só podem ser confirmados após comprovação do Instituto Evandro Chagas, que é referência para Alagoas.

 

… A superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de estado da Saúde, Cristina Rocha, alerta que a manutenção dos cuidados para evitar a proliferação do Aedes aegypti continua a ser a estratégia mais efetiva para reduzir e eliminar casos do Zika vírus no Estado.

 

… “A eliminação de criadouros, a proteção dos depósitos de água, o apoio ao trabalho dos agentes de endemias, a realização de mutirões de limpeza, a denúncia de imóveis abandonados e fechados que podem abrigar grandes quantidades de criadouros, são iniciativas locais que podem ajudar a reduzir e eliminar o mosquito”, disse Cristina Rocha.