Roberto Baia

27 de agosto de 2015

Corrupção na Barra de Santo Antônio

O presidente da Câmara Municipal da Barra de Santo Antônio, Antônio Ferreira da Silva – Tonho da Ceal (PHS), confirmou que recebeu um dossiê, na última sexta-feira, 17,  com denúncias de corrupção, que ele considera gravíssimas, contra o prefeito Rogério Farias.

 

Cassação do mandato

“Encaminhei o documento para avaliação do procurador do Poder Legislativo, mas o nosso entendimento é levar essas incriminações para apreciação dos demais vereadores que devem decidir, na sessão que será realizada na manhã desta quinta-feira, 27, pela criação de uma Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar o que  considero um verdadeiro “rosário” de denúncias de improbidade administrativa praticadas pelo gestor municipal e que poderão culminar com a cassação do seu mandato”, disse o vereador.

 

Vereadores omissos

Tonho da Ceal reconhece que os vereadores foram omissos e fizeram “vistas grossas” nas denúncias de corrupção envolvendo a atual administração municipal desde o início de 2013, sem que adotassem as providências cabíveis.

 

Sentimento de revolta

“Eu entendo o sentimento da população que está revoltada com  atos escabrosos envolvendo a administração pública municipal, mas vamos cumprir com o nosso papel que é defender os interesses da sociedade, trabalhando inclusive em consonância com a Justiça e o Ministério Público para que haja punição para o gestor, caso sejam comprovadas as denúncias de corrupção na sua administração”, garantiu o gestor.

 

Retaliação

O vereador Tonho da Ceal, que recebeu esse colunista em seu gabinete na manhã de quarta-feira, 26, também acusou o prefeito Rogério Farias de não repassar na íntegra o duodécimo da Câmara Municipal, um gesto que ele considera como retaliação “pelo trabalho sério e de completa isenção dos nove vereadores em relação às ações do governo municipal”.

 

Punição para o gestor

“No último dia 21 o prefeito repassou R$ 50 mil dos R$ 90 mil devidos a Câmara Municipal. Isso é um ato injustificável de perseguição e de improbidade administrativa que pode culminar com a cassação do seu mandato. E não vamos deixar isso impune. Vamos tomar as devidas providências para que a Lei seja cumprida e o gestor devidamente punido de acordo com a nossa legislação”, completou o vereador.

 

Violência em Coité

Um duplo homicídio foi registrado na tarde desta terça-feira, em Coité do Nóia, a 23 quilômetros de Arapiraca. Os irmãos José Carlos da Silva, de 34 anos e José Adilson da Silva, de 24, foram alvejados quando retornavam de uma feira no município de Igaci.

 

Arma de fogo

Segundo populares e parentes das vítimas, os irmãos costumavam ir até a feira de Igaci todas as terças-feiras. No retorno, eles escolheram ir até a residência deles, no Sítio Boqueirão, por uma estrada de terra. No caminho, foram atingidos por vários disparos de arma de fogo.

 

Confronto

Um homem foi preso e dois morreram na terça-feira, 25, em confronto com policiais militares de Alagoas e de Pernambuco, em Jagatá, comunidade de São José da Coroa Grande, em Pernambuco. Os homens são suspeitos de fazer parte de um grupo que vem praticando arrastões em assentamentos da reforma agrária localizados na zona rural do município pernambucano e, também, em Maragogi.

 

Agora é crime

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou por ampla maioria – apenas três votos foram contrários – o projeto de lei de autoria do deputado Federal e líder do PR na Câmara, o alagoano Maurício Quintella, que torna crime o bloqueio indevido de vias públicas. Agora, a matéria segue para aprovação do plenário.

 

Aposentadoria

A Assembleia Legislativa de Alagoas aprovou em primeira discussão, a Proposta de Emenda à Constituição de autoria do deputado Francisco Tenório, que altera a aposentadoria compulsória, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição para 75 anos de idade no Estado de Alagoas.

 

 

… A Secretaria de Estado da Saúde realizou, na terça-feira (25), uma Oficina de Avaliação no Atendimento de Reabilitação. A ação, em parceria com o Ministério da Saúde, Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e a Secretaria Estadual da Mulher e Direitos Humanos, teve como meta garantir o acesso e a qualidade da assistência às pessoas com deficiência nos nove Centros Especializados de Reabilitação (CER) – seis em Maceió e três em Arapiraca – conveniados pela Sesau.

 

… “Os CER realizam serviços em reabilitação física, visual, auditiva e intelectual, trabalhando com equipes multiprofissionais que incluem psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e médicos especializados”, explica a gerente estadual de Saúde da Pessoa com Deficiência, Renata Bulhões. 

 

… A oficina foi ministrada pela representante da coordenação da pessoa com deficiência do Ministério da Saúde, Kyzzie Fontes. A oficina foi realizada na Uncisal.

 

… Devoção, fé, esperança e muita emoção marcaram a passagem da imagem jubilar de Nossa Senhora Aparecida pelo Hospital Geral do Estado. Nas enfermarias, pacientes e acompanhantes católicos entregaram suas orações a Padroeira do Brasil.