26 de agosto de 2015

O atendimento e o pós-atendimento

Em qualquer atividade de prestação de serviço o atendimento e o pós-atendimento são muito importantes. Talvez o pós-atendimento seja até mais importante.

Comprei cortinas. Foram instaladas e funcionam bem. Uma delas apresentou um ruído ao ser recolhida e estendida. O ruído tem aumentado. Já solicitei por cinco vezes ao vendedor e instalador a revisão e reparo do problema sem êxito.

A primeira consulta de um cliente é muito importante. Não só a atenção do médico como também a prefeita informação do paciente. Relatar todos os detalhes de sua queixa como também responder corretamente as perguntas do examinador.

Em determinadas ocasiões os dados passados pelo cliente são tão fidedignos que o diagnóstico é feito ao final da história. Não necessitando mais de perguntas. Só os exames complementares são solicitados e o tratamento se possível, já iniciado.

 Após os exames serem realizados e checados teremos um período expectante de suma importância. Ou seja, devemos ter um retorno do cliente para acompanharmos a evolução da cura ou não.

Aí se torna deveras importante o “pós” consulta. O retorno serve então para dar continuidade ao tratamento que já foi instituído ou fazer uma correção do mesmo para uma cura completa ao final.

Casos simples são fáceis de tratar. Os casos médios também, porém os difíceis ou complicados necessitam dos dois lados, cliente e profissional, uma maior atenção e cuidado. Para que o resultado final seja o melhor possível para os dois protagonistas.

Então como numa relação de compra e venda é tão importante o pós-venda, na relação profissional da saúde e cliente é muito mais importante o pós-consulta, pois estamos tratando de ser humano e de qualidade de vida.