Blog do Dresch

19 de agosto de 2015

SBT e Record unidas contra a Globo

                   Em mais uma tentativa de unir esforços para desbancar a Rede Globo na liderança da audiência, a união entre a Rede Record e o SBT parece que esta indo além das ideias. Recentemente o empresário Silvio Santos e o Bispo Edir Macedo, da Rede Record estiveram juntos para dar inicio a batalha contra a hegemonia da emissora global no campo publicitário. A proposta esta baseada na fonte de renda comercial da Globo, que recebe entre 75% a 85% das verbas da TV aberta. A ideia de união da Record, SBT, Band e Rede TV é criar uma única estrutura comercial.

Unidos contra a Globo 2

                   Com estrutura dividida entre executivos das quatro emissoras, o contato com as agências e anunciantes seria feito por uma única empresa a ser criada. A proposta seria vender anúncios de acordo com a proporção somada das audiências da fusão das emissoras. Hoje SBT e Record arrecadam menos de 20% das verbas publicitárias. Na Record o próprio Edir Macedo vai levar o assunto para ser discutido com demais executivos da emissora. Segundo especialistas, o sinal verde da emissora do Bispo, viabilizaria a entrada da Rede TV. Na Band o assunto ainda é tratado com certa descrença.

Validade da delação

                   Caberá ao plenário do Supremo Tribunal Federal decidir sobre a validade ou não, do acordo de delação premiada feita pelo doleiro Alberto Youssef, principal delator do esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. Os advogados de um dos executivos de empreiteira acusado no esquema entraram com um recurso no STF, pedindo a anulação dos depoimentos. A decisão de submeter ao plenário o julgamento do recurso foi do Ministro Dias Toffoli, relator do pedido. O recurso foi impetrado pela defesa de Erton Medeiros, executivo da Galvão Engenharia, que cumpre prisão domiciliar. Em Abril, Toffoli negou seguimento ao recurso, mas reconsiderou a decisão esta semana, e decidiu enviar o pedido ao plenário. O argumento dos advogados de defesa é de que Youssef quebrou um termo de colaboração na investigação no Caso Banestado, uma vez que não era lícita a celebração pela segunda vez um acordo de colaboração com o doleiro, e não poderia liberar, em seu benefício, bens adquiridos com o proveito da infração. Para eles, a homologação do acordo ofendeu o princípio constitucional do devido processo legal. O doleiro foi condenado, no ano passado pela Justiça Federal do Paraná a quatro anos e quatro meses por corrupção ativa por pagamento de propina a um diretor do Banco do Estado do Paraná em 1998. Em 2003 ele aceitou um acordo de delação premiada. Como Yousseff voltou a cometer os crimes investigados na Operação Lava Jato, o acordo foi quebrado e a ação voltou a tramitar em 2014.

 

Alagoas ganha prata

                   O Brasil conquistou 11 medalhas de ouro, dez de prata e seis de bronze e ficou em primeiro lugar no ranking geral de premiações da 43ª edição da WorldSkills, a maior competição de ensino profissional do mundo. Um dos destaques da delegação brasileira foi o estudante de Arapiraca Weverton Silva, de 21 anos, ganhador de uma medalha de prata na modalidade “Construção em Alvenaria” Ao receber a medalha o jovem alagoano demonstrou a sua satisfação pelo reconhecimento do seu esforço, que resultou em dois anos de treinamento constante, mas que valeu a pena, segundo ele próprio.

Alagoas ganha prata 2

                   O torneio pela primeira vez foi sediado em um país na América Latina, reunindo jovens de 16 a 22 anos de 62 países do mundo, formados em cursos técnicos de 50 ocupações. O Brasil concorreu com 56 integrantes e superou países como Coreia do Sul, França, Japão e China Taipei. Este ranking soma a pontuação que os competidos de cada delegação obtiveram nos desafios. Foi o melhor desempenho do Brasil desde que começou a participar da competição em 1983. Na última edição da WorldSkills em Leipzig, na Alemanha, o Brasil conquistou 12 medalhas (4 de ouro, 5 de prata e 3 de bronze, além de 15 certificados por excelência).

Alagoas ganha prata 3

                   A modalidade “Construção em Alvenaria” em que o estudante de Arapiraca obteve a medalha de prata, os competidores tiveram um tempo de oito horas para erguer um muro com o formato de uma camisa de um time de futebol. O Brasil conquistou medalha de ouro nas seguintes modalidades: Aplicação de Revestimento Cerâmico, Caldeiraria, Desenho Mecânico em CAD, Instalações Elétricas Prediais, Joalheria, Polimecânica e Automação, Soldagem, Tecnologia Automotiva, Tecnologia da Moda, Tecnologia de Mídia Impressa.

Audiência de custódia

                   O Juiz Luís Geraldo Lanfredi, apresentou ao governador Renan Filho, uma proposta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para reduzir a população carcerária no Estado. Trata-se da audiência de custódia, uma espécie de filtragem dos presos. O Juiz veio por indicação do Presidente do Supremo Tribunal Federal e do CNJ, Ricardo Lewandovski e apresentou o detalhamento da proposta, a ser firmada com o Estado e com o Judiciário estadual. Outros 12 estados já aderiram ao novo modelo. Atualmente a população prisional do país é de cerca de 600 mil detentos, sendo que cada um custa R$ 3 mil ao Estado, que arca ainda com a infraestrutura do sistema prisional e com o pessoal que atua nos presídios.

 

 

  • Maceió vai sediar no próximo final de semana, uma etapa da competição internacional de Triathlon, que vai reunir 1.100 atletas nacionais e internacionais na capital alagoana.
  • O Challenge Maceió terá provas de natação, com 1,9 quilômetro na Bacia da Pajuçara, mais 90 quilômetros de ciclismo com duas voltas entre a Pajuçara e a Ilha de Santa Rita em Marechal Deodoro, além de 21,1 quilômetros de corrida entre Pajuçara e Ponta Verde.
  • A competição é a segunda prova do Challenge Family na América Latina (a primeira foi em Florianópolis) e deve receber na capital cerca de cinco mil pessoas entre atletas, técnicos, torcedores e turistas.
  • Além do Challenge Maceió que reunirá atletas qualificados, os organizadores realizarão provas para a população local, como o Challenge Jr., para atletas até 15 anos; o Challenge Women, para as mulheres e o Challenge Sprint com provas mais curtas do que as oficiais do Triathlon.
  • A competição envolve ainda uma exposição do esporte, que vai acontecer no Radisson Hotel, mostrando componentes do Challenge como mecânica, vestuário, alimentação e outros hábitos.