Flávio Gomes

18 de agosto de 2015

Desrespeito ao Brasil

Da professora Maria Helena Rubinato Rodrigues de Sousa: “Dona Dilma não precisa nem falar, basta olhar seu semblante e as olheiras dignas de um filhote de panda, para concluirmos que anda insone com a perspectiva de um impeachment. Que está pouco visível no horizonte, mas que ela sabe que pode estar ali numa curva do Destino. A presidente, além de se gabar de sua coragem e força para aguentar venha o tranco que vier, agora deu para frisar o que nós sabemos muito bem: ela está instalada no Planalto graças aos votos que recebeu e a vitória pelo voto não se discute, cumpre-se. Curioso que quem mais fala em golpe é o Governo… Sugiro que pare de falar em golpe antes que algum aventureiro lance mão da coroa. Lembre-se, dona Dilma, o Brasil não tem um Plano B… Creio que também seria de bom alvitre parar de falar no respeito ao voto. Não é por aí. A senhora foi eleita por uma apertadíssima margem de votos. Afinal, o que é o voto, objeto desse sacrossanto respeito? É a vontade do eleitor. É essa a vontade que tem que ser respeitada. Mas respeitada por quem recebeu o voto ou exigida por quem o depositou na urna? Aí é que está o busílis, dona Dilma. Um voto obtido de forma enganosa não merece respeito e os votos que a senhora recebeu, todos eles, vieram em resposta àquela campanha que mostrava um Brasil paradisíaco, fato que a senhora conhece muito bem.”

Divergência

Luís Villar registrou em seu blog, no Cada Minuto a opinião do ex governador Téo Vilela sobre os atos de domingo: “A nossa capital juntou-se ao Brasil na indignação ao desmantelo petista”. Registrou, também, o irônico contraponto de Ênio Lins, secretário de Comunicação: “Talvez Dilma mereça isso por ter ajudado Alagoas, nos seus primeiros quatro anos de mandato. Muito mais que FHC nos seus oito anos”.

Extremos

Em Maceió, um diferencial da manifestação, em relação às anteriores, foi a inclusão de Renan Calheiros como alvo dos protestos. No início, antes da saída do grupo, discursos ainda apelaram ao senador para “honrar Alagoas” e ficar contra o governo. No entanto, pouco antes da dispersão manifestantes lavaram a calçada do prédio de Renan.

Pra baixo

Não há como negar o óbvio: as manifestações contra o governo, domingo, tiveram uma participação popular menor do que os movimentos anteriores. Causas: a ameaça do presidente da CUT de ir para o confronto em favor do governo, a partidarização com a presença do PSDB e o conformismo de quem acha que esses atos não dão em nada.

Cobrança

O Instituto Melhor Idade promoverá hoje, pela manhã, mobilização em frente ao Palácio República dos Palmares e de lá nas ruas do Centro. A entidade, que realiza ações em nove bairros de Maceió, beneficiando duas mil pessoas, está cobrando do governo o pagamento de cinco meses de repasses atrasados. Falta só Renan Filho autorizar.

Investimento

O prefeito Rui Palmeira inaugura hoje, às 9 horas, a Avenida Paulo Holanda, ligando a Avenida Lourival de Melo Mota à Via Expressa, imediações do Hospital Universitário. É uma tentativa de desafogar o tráfego de veículos no acesso a Maceió pela BR 101, desviando parte do fluxo que congestiona no posto da Polícia Rodoviária.

Apelo

O secretário de Promoção do Turismo, Jair Galvão, está tentando com que as empresas aéreas ofereçam mais alternativas de voos para Maceió, como forma de facilitar a captação de turistas na alta temporada 2015/2016. Ele fez o anúncio da iniciativa na Feira da Associação das Agências de Viagem de Ribeirão Preto, São Paulo.

Lula lá

Do jornalista Ricardo Noblat, em seu blog, a respeito das manifestações de domingo passado: “O boneco de Lula presidiário tirou Lula do sério. Pela primeira vez, um instituto de ex-presidente da República solta uma nota oficial a propósito de um boneco, embora sem citá-lo diretamente. E tem gente que pensa que já viu tudo na vida!”

 

*O Fórum Estadual das Entidades de Servidores Públicos Federais realiza hoje carreata da greve e panfletagem. A concentração será às 8 horas, no Campus A. C Simões, com início da carreata às 10 horas, em direção à Praça Sinimbu, onde haverá panfletagem.

* Será aberta hoje, 16 horas, no Memorial à República, exposição reunindo as biografias do Mestre Egildo da Flauta, falecido há poucos dias, e do folclorista Pedro Teixeira, além de homenagear os 30 anos da Associação dos Folguedos Populares de Alagoas.

* O músico e produtor Junior Lima continua com sua primeira exposição fotográfica, “Faces”, na Galeria Gamma, na Jatiúca. Ele apresenta trabalhos em parceria com André Muniz Gonzaga, grafiteiro, o “Dalata”. De 3ª a sábado, das 9 às 19 horas, acesso grátis.

* O setor da construção civil está oferecendo 70 vagas de emprego para pessoas portadoras de deficiência. Os interessados devem se dirigir ao posto do SINE, em Jaraguá, munidos de carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência.

*Dos clubes alagoanos, só o CRB, na Série B, se deu bem rodada de final de semana do Brasileiro, ganhando do Criciúma por 3×1. Pela Série C, o ASA perdeu do América, em Natal, por 2×0, e o Coruripe, na Série D, perdeu de 3×1 do Campinense, fora de casa.

 

“Intensificar os esforços para combater esse mal (corrupção) não é tarefa isolada do MP, mas uma ação coletiva dos organismos do Estado” 

Rodrigo Janot

Procurador Geral da República, sobre o Brasil estar em 69º lugar no ranking da Transparência Internacional sobre percepção da corrupção