Roberto Baia

12 de agosto de 2015

Farmácia viva

 

O município de Arapiraca e o estado de Alagoas mais uma vez são destaque no cenário nacional, como referência em farmácia viva.

Com o seu horto-matriz no Centro de Apoio às Escolas do Campo, ao lado da unidade de saúde de Batingas, em Arapiraca, onde o projeto Saúde Que Vem da Terra é desenvolvido na Escola de Ensino Fundamental Benjamin Felisberto da Silva, no povoado Gruta d'Água.

A professora Edinalva Pinheiro, idealizadora do trabalho que é contextualizado com o currículo, realidade dos alunos, referencial curricular do município de Arapiraca, dentro das diretrizes da educação do campo.

 

Plantas medicinais

Entre os dias 5 e 9 deste mês de agosto, a professora e coordenadora do projeto Edinalva Pinheiro, acompanhada dos secretários de Agricultura, Rui Palmeira de Medeiros, e de Educação, Gorete Queiroz, mostrou o trabalho de assistência farmacêutica em plantas medicinais e fitoterápicos no âmbito do SUS do município de Arapiraca.

 

Projeto

O projeto foi aprovado através do Edital SCTIE/MS número 1, de 30 de maio de 2014. A Secretaria de Saúde recebeu a verba com o objetivo de oferecer, sem fins lucrativos, assistência farmacêutica fitoterápica às comunidades através da promoção e uso correto de plantas medicinais de ocorrência local ou regional dotadas de atividades terapêuticas.

O representante da Vigilância Sanitária Municipal, Saulo Sales, também participou da quarta edição do Simpósio de Plantas Medicinais e Fitoterápicos no Sistema Público de Saúde, em Fortaleza, no Ceará.

 

Assistência fitoterápica

O projeto foi aprovado através do Edital SCTIE/MS número 1, de 30 de maio de 2014. A Secretaria de Saúde recebeu a verba com o objetivo de oferecer, sem fins lucrativos, assistência farmacêutica fitoterápica às comunidades através da promoção e uso correto de plantas medicinais de ocorrência local ou regional dotadas de atividades terapêuticas.

O representante da Vigilância Sanitária Municipal, Saulo Sales, também participou da quarta edição do Simpósio de Plantas Medicinais e Fitoterápicos no Sistema Público de Saúde, em Fortaleza, no Ceará.

 

Programação extensa

A programação foi bastante extensa com a participação de palestrantes renomados, a exemplo da doutora Maria Behrens, do Instituto de Tecnologia em Fármacos da Fiocruz. Ela falou sobre o déficit do Ministério da Saúde, da ordem de 8 bilhões de dólares na aquisição de medicamentos. A doutora Mary Anne tratou do financiamento público de projetos tripartite (federal, estadual e municipal) investir na produção de fitoterápicos

                                 .

Em Brasília

Na terça-feira (11), o presidente da União Nordestina de Produtores de Cana-de-açúcar (UNIDA), Alexandre Andrade, e outros representantes de plantadores da região pediram ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que interceda junto ao Ministério da Fazenda para liberação da subvenção da cana aprovada pela Lei 12999/2014. Os produtores esperam receber R$ 187 milhões, que chegaram a ser previstos na medida provisória (MP) 664/2014, mas o pagamento foi prejudicado porque a MP perdeu a eficácia.

 

Agricultura familiar

Segundo Alexandre Andrade, o dinheiro vai beneficiar 35 mil produtores, sendo que 91% é agricultura familiar. A lei da subvenção foi aprovada para socorrer os plantadores do nordeste e do Rio de Janeiro que tiveram prejuízos com a seca na safra 2012/2013. Cada produtor tem direito ao pagamento de R$ 12 por tonelada de cana, até o limite de dez mil toneladas.

 

Amor a vida

O Centro de Amor a Vida (CAVIDA) uma Organização Não Governamental  (ONG),  cujo objetivo é atender, gratuitamente, pessoas com histórico de depressão e ansiedade prevenindo o ato suicida, realiza no próximo dia 15 de agosto, em Maceió, o I Simpósio Alagoano de Psicologia Escolar e Educacional. O evento tem o objetivo de discutir vários temas ligados à educação, inclusive, voltada para a prevenção de suicídio.

 

Programação

De acordo com a presidente da entidade, psicóloga Wilzacler Rosa, os participantes terão a oportunidade de discutir sobre A formação do psicólogo Escolar; Saúde e educação: uma articulação possível? (Mestranda Eyre Malena); a atuação do psicólogo nas políticas públicas educacionais (Dr. Antônio César); Suicídio na escola (Ms. Wilzacler Rosa); o processo de aprendizagem das pessoas portadoras de deficiências (psicopedagoga Patrícia Nunes); o psicólogo escolar como mediador no processo educacional inclusivo (Ms Sandra Peixoto); Contribuições das neurociências na psicologia escolar (Esp. Josivaldo Santos), além da palestra perspectiva da psicologia escolar na realidade atual: o que temos e o que queremos (Ms Paulo Nascimento).

 

 

 

 

Maceió

A Câmara de Maceió aprovou, na sessão ordinária desta terça-feira (11), dez requerimentos e indicações, solicitando melhorias na infraestrutura dos bairros da periferia da Capital e um projeto de lei de autoria da vereadora Silvania Barbosa (PPS).

 

 

… Ainda Maceió: O PL, aprovado em primeira discussão, dispõe sobre a obrigatoriedade de se estender o atendimento preventivo oferecido nas carretas de saúde também para os homens. Segundo a autora da proposta, a ação é de fundamental importância já que foca também na saúde dos homens.

 

… “As mulheres têm uma vantagem de se cuidar mais e de ter fácil acesso aos serviços preventivos. Já os homens são mais relaxados e não dão a devida importância à prevenção. Então, com esse projeto, queremos dar a mesma oportunidade para que eles também possam ter à assistência médica e evitem muitas doenças”, disse ela.

 

… Entre as solicitações encaminhadas através dos requerimentos e indicações estão pedidos de drenagem e pavimentação no Conjunto Recanto dos Pássaros; instalação de uma base comunitária da Polícia Militar no Conjunto Aprígio Vilela, no Benedito Bentes; reforma e melhoria no terminal de ônibus do Conjunto Eustáquio Gomes; recapeamento de ruas em vários bairros; mutirão de limpeza no Conjunto Henrique Equelmann e construção de quadra poliesportiva, no Trapiche da Barra.