Roberto Baia

11 de agosto de 2015

Renan em Arapiraca

“Agora, temos um governo que olha com dedicação e carinho para a nossa Arapiraca”. Foi assim que a prefeita Célia Rocha destacou o apoio do governador Renan Filho e do vice-governador Luciano Barbosa tem voltado suas ações para alavancar ainda mais o desenvolvimento do município.

 

Duplicação da AL-110

A declaração foi feita na manhã de ontem, segunda-feira (10), durante a solenidade para acompanhamento do início das obras de duplicação da Rodovia AL-110, no canteiro montado nas imediações do viaduto no bairro de Canafístula.

 

Acidentes

“A prova disso está aqui. Desde o anúncio do projeto, há cerca de três meses, que secretários de governo e engenheiros participaram das discussões para que a obra fosse realizada com a sugestão do povo. No governo passado, isso não aconteceu, e, lamentavelmente, a duplicação da outra rodovia provocou mortes e muitos acidentes”, lembrou Célia Rocha, que estava ao lado do vice-prefeito Yale Fernandes.

 

Gasoduto

A prefeita também agradeceu ao governador Renan Filho e ao vice-governador Luciano Barbosa pela vinda do gasoduto Penedo-Arapiraca, o anúncio do novo distrito industrial e do novo aeroporto, bem como de outras importantes obras para alavancar ainda mais o desenvolvimento do município.

Autoridades

A solenidade também reuniu o secretário de Estado dos Transportes, Mosart Amaral; diretor-presidente do DER/AL, Helder Gazzaneo; deputado federal Paulo Fernando, Paulão do PT; deputados estaduais Ricardo Nezinho e Severino Pessoa; representante da empresa construtora Amorim Barreto, responsável pela obra, além dos prefeitos de Girau do Ponciano, Fabio Aurélio, e de Lagoa da Canoa, Álvaro Melo.

 

Prestigiaram

O procurador de justiça Geraldo Magela Pirauá; os vereadores Moisés Machado; Fabiano Leão, Josias Albuquerque, Ronald Rios, o Roninho; Edvânio do Zé Baixinho e Sérgio do Sindicato ainda prestigiaram o evento, que reuniu dezenas de lideranças empresariais e comunitárias de Arapiraca.

 

Prestou contas

A diretoria executiva da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) segue a linha de transparência e prestação de contas com os maiores interessados pelo sucesso do clube alvinegro.

Seguindo nesta linha de pensamento, o presidente Bruno Euclides e o vice-presidente Financeiro, Carlos Soares, apresentaram nesta segunda-feira (10), a terceira prestação de contas da atual gestão, essa referente ao mês de julho do corrente ano.

 

Será mensal

Ao contrário do que estava sendo realizada anteriormente, apresentação trimensal, a proposta é de que a partir deste mês elas sejam emitidas mensalmente.

“Assumimos uma postura honesta perante o nosso clube e o nosso torcedor. Essa forma de atuação transparente tem sido uma das marcas desta gestão. Continuaremos com o nosso trabalho e apresentando tudo o que for gasto em prol do ASA”, afirmou o presidente Bruno Euclides.

Saldo positivo

Devido à venda do mando de campo, no jogo diante do Palmeiras, e a venda dos direitos econômicos do jogador Caíque, receitas com bilheteria, patrocínios e publicidades, aquisição de novos associados nos planos de sócio-torcedor, o clube apresentou saldo positivo de R$ 45.216,33.

 

Saúde

A melhoria do padrão de qualidade no atendimento das Redes de Atenção à Saúde (RAS) foi discutida na sexta-feira (7) em reunião com seus coordenadores, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde, do Ministério da Saúde e representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/AL). O encontro, na sede do conselho, em Jatiúca, foi para avaliar uma nova metodologia de capacitação dos técnicos de Atenção Básicas sobre as RAS.

 

 

… Alagoas dispõe de cinco RAS, que são a Rede Cegonha, a Rede de Atenção às Urgências e Emergências, Rede de Atenção Psicossocial, Rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência e Rede de Atenção às Doenças e Condições Crônicas.

 

… De acordo com a assessora técnica do gabinete da Sesau, Júlia Levino, a eficácia das RAS depende da estruturação do atendimento na Atenção Básica, que é a porta de entrada para o sistema e faz parte, também, da meta do Ministério da Saúde para melhorar o atendimento do SUS.

 

… “Cerca de 80% dos problemas de saúde da população podem ser resolvidos com uma Atenção Básica qualificada e com alta resolutividade”, enfatizou a assessora.