Roberto Baia

7 de agosto de 2015

Uma vergonha

Apenas sete vereadores compareceram para a sessão de quarta-feira, 6, na Câmara de Arapiraca. Isso, no segundo dia após o retorno do recesso parlamentar, quer aconteceu na terça.

Para abrir a sessão, o presidente Márcio Marques (PSC) deve contabilizar o mínimo de oito vereadores, de um total de 15.

 

Zorra total

O desrespeito dos faltosos é tanto que sequer justificam a ausência. Também pudera: não existe qualquer tipo de punição e o gordo salário dos vereadores, apesar das faltas, saem sem qualquer corte no final de cada mês.

 

Não pagou

Policiais civis cumpriram mandados judiciais no Agreste e prenderam um homem em Estrela de Alagoas. Djalma Pauferro de Sena, 35, é acusado de não pagar pensão alimentícia.

Segundo o delegado Thales Araújo, que comandou a ação, ele responde por um mandado de prisão expedido pelo juiz Danilo Sena da Vara da Família e Sucessões do Foro de Taubaté, em São Paulo.

 

Acidentes

Um caminhão capotou nesta quarta, próximo a Usina Sinimbu, na BR 101. Este é o terceiro acidente em cinco dias naquela rodovia.

O condutor, que estava viajando de Maceió para Aracaju teria perdido o controle do veículo, descido uma ladeira e capotado no acostamento, já próximo a Jequiá da Praia. A queda teria sido de um pouco menos que 20 metros.

 

 

Está em São Paulo

A menor Danielly Steffanny Gomes Costa, de 14 anos, entrou em contato com a família, por telefone, na quarta-feira, informando que está em São Paulo. A estudante está em companhia de um rapaz, com quem já mantinha um relacionamento em Alagoas, e que era para a família não ficar preocupada com ela.  Natural de Traipu, Steffany desapareceu sexta-feira da semana passada, em Arapiraca, para onde veio, teoricamente, fazer um tratamento dentário.

 

Investigando

A Delegacia de Menores está investigando este caso.

O rapaz que está com ela tem até o dia 18 para se apresentar à Delegacia de Menores de Arapiraca.

 

Prefeito é afastado

A informação é do jornalista Guilherme Carvalho Filho: “A decisão, do juiz José Braga Neto, afasta o prefeito do município de Tanque D’Arca, Roney Tadeu Valença da Silva, de suas atividades durante seis meses.  Entretanto, o bloqueio de bens e valores não foram realizados. Uma ação de improbidade administrativa busca a reparação de supostos danos à cidade, em razão da realização de pagamentos irregulares em obras de engenharia”.

 

Novo gestor

Quem assume o cargo é o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Antonio Teixeira de Almeida. Roney Tadeu foi notificado oficialmente na quinta-feira (6).

De acordo com o processo, Roney Tadeu contratou trabalhos da Construtora Alternativa, com o objetivo que uma creche e uma quadra coberta fossem criadas.

 

Obras paradas

Segundo a procuradora-geral do município, Laís Leite, as obras estão paradas desde 2011. Os valores contratados foram de R$ 618.560,72 e R$ 476.006,86, respectivamente.

 

Operação da PF

De acordo com matéria do jornalista Paulo Chancey Junior, “desvios estimados em R$ 5 milhões e que podem ser ultrapassados com o passar da investigação. Essa foi a primeira avaliação feita pela Polícia Federal, após uma operação denominada “Cabipe”, realizada em em junho de 2013, que desbaratou um esquema de desvio de recursos públicos e fraudes em licitações nos municípios de Piaçabuçu e Tanque D’árca, que tiveram 26 servidores afastados, inclusive os prefeitos”.

 

… Após incursões tanto nos municípios quando em residências na capital alagoana, 130 policiais da Polícia Federal, 10 auditores da Controladoria Geral da União (CGU), recolheram documentos que comprovam os desvios.

 

… Ao todo, foram expedidos 30 mandados de busca e apreensão e 34 mandados de condução coercitiva, nos quais os prefeitos, Dalmo Santana Junior (PSB) de Piaçabuçu e Roney Valença (PMDB) de Tanque D’Arca, foram ouvidos, serão liberados mas estão afastados por determinação judicial por tempo indeterminado.