Flávio Gomes

5 de agosto de 2015

Impeachment não é solução

Do jornalista Carlos Alberto Di Franco: “… O Brasil não vai encontrar seu eixo com o impeachment de Dilma. O que realmente importa é apoiar a grande virada que começou com o mensalão e avança com a Operação Lava-Jato. O que você, leitor, pode fazer para contribuir para a urgente e necessária ruptura do sistema de privatização do dinheiro público que se enraizou nas entranhas da República? Em primeiro lugar, pressionar as autoridades. O STF, por exemplo, deve sentir o clamor das ruas. Julgar os políticos envolvidos no petrolão não é uma questão de filigranas processuais. É um dever indeclinável. A Corte Suprema pode dar o primeiro passo para a grande virada. Se políticos e governantes, responsáveis pela instalação de uma rede criminosa no coração do Estado brasileiro, pagarem por seus crimes, sem privilégios e imunidades, o país mudará de patamar. “Em segundo lugar, exija de nós, jornalistas, a perseverança de buldogues. É preciso morder e não soltar. O Brasil, felizmente, ainda conta com um Ministério Público atuante, uma Polícia Federal republicana, um Judiciário, não obstante decepções pontuais, bastante razoável e uma imprensa que não se dobra às pressões do poder. Chegou a hora de a sociedade civil mostrar sua cara e sua força.”

Correção

Conjuntura divulgou que Renan Filho teria feito seu primeiro escalão esperar na 6ª feira desde 17 horas por uma reunião cancelada às 20h30m. “Quem disse isso certamente não estava acostumado a trabalhar tanto”, explicou ontem o governador, ao confirmar que a reunião existiu. Nossas desculpas pela informação inverídica que recebemos.

Embromação

No final da semana passada, coincidindo com a negativa de habeas corpus a José Dirceu, jogaram uma bomba caseira na calçada do Instituto Lula, em São Paulo. Logo de imediato, antes mesmo das investigações, alguns petistas ilustres disseram que era um atentado político. De tão chulo, o argumento não colou.

Precedente

Algo semelhante ocorreu em Maceió, em 1996. Na madrugada da disputa entre Kátia Born e Heloísa Helena pela Prefeitura dispararam tiros na fachada da casa de HH, então no PT. Antes de procurar a polícia, petistas ligaram para jornalistas falando em “atentado”. Heloísa, registre-se, não sabia dessa armação.

Vantagem

O presidente do Tribunal de Justiça, Washington Luiz Damasceno Freitas, implantou o auxílio-saúde para os servidores do Judiciário na folha de pagamento de agosto. Para receber o auxílio, os servidores devem estar associados a um plano de saúde. O valor é R$ 200,00 para quem tem 58 anos incompletos e R$ 300,00 para os demais.

Segurança

A fabricante de móveis Florense agora utiliza plástico bolha elaborado com Polietileno Verde I’m green™ da Braskem para proteger seus produtos. “Mais uma vez, a Florense consolida sua posição de vanguarda ao utilizar itens que garantem a qualidade de seus produtos e serviços de forma sustentável”, diz seu diretor Mateus Coradi.

Abuso

MVT, MST, MLT, CPT, MUPT, MLST e MTL e outros movimentos que atuam na área rural mais uma vez bloquearam, ontem, o acesso ao Porto de Maceió. “Queremos mais recursos para a reforma agrária”, o argumento utilizado pelo grupo, não tem nada a ver com a forma de reivindicar, baseada, novamente, no tumulto.

Diferença

Do jornalista Ilimar Franco, em sua coluna em “O Globo”, referindo-se ao momento político: “Um tucano de quatro costados, sobre os desdobramentos de um processo de impeachment: ‘O afastamento da presidente seria traumático. A Dilma não é o Collor. O PT não é o PRN. Collor não tinha uma base social organizada, o Lula tem’.”

 

*O projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato recebe hoje o espetáculo “Aula Concerto e Algo Mais”, com o Ballet Eliana Cavalcanti, às 19h30h, no Teatro Deodoro. O balé vai misturar ritmos como maracatu, frevo e coco, segundo a diretora, Eliana Cavalcanti.

 

*A OAB/AL abre hoje as comemorações do Dia do Advogado, festejado em 11 de agosto, instalando o curso de formação para novos advogados, que vai prosseguir até amanhã, na sede da Ordem, em Jacarecica. A programação vai até a próxima semana.

* Interessados em concorrer nos editais de incentivo à cultura lançados pela Prefeitura de Maceió têm até hoje para tirar suas dúvidas. É que a Fundação Municipal de Ação Cultural faz a última oficina, às 18h30m, no Centro Cultural Arte Pajuçara.

*A Pró-reitoria de Graduação Ufal e o Departamento de Registro e Controle Acadêmico convocam os aprovados na segunda chamada do curso de licenciatura em Libras para a matricula, que será feita, hoje e amanhã, no DRCA, das 14 às 17 horas.

*A I Semana Municipal de Educação Previdenciária, promovida pelo IPREV, promove hoje o “I Seminário sobre Regime Próprio de Previdência Social”. O seminário, que será encerrado amanhã,  está sendo realizado na Escola de Governo do Município.

*O “Concerto de Ispinho e Fulô – Patativa do Assaré: um abraço e um bordado”, da Cia do Tijolo, promovido pelos Correios, tem hoje sua última apresentação, às 19 horas, na Escola Técnica de Artes da UFAL, na Praça Sinimbu. Acesso gratuito.

*O Sesi/Alagoas está comemorando a trajetória da judoca Emily Lorrane Rodrigues, sua patrocinada. Primeira octacampeã alagoana, Emily tem como próximos desafios o Open de Judô e a Copa Internacional, a ser disputada em Campo Grande/MS.

“Eu a considero uma pessoa honrada”

Fernando Henrique Cardoso

Ex-presidente da República e líder do PSDB, principal partido da oposição, ao dizer à revista alemã “Capital” que o PT está envolvido na Lava a Jato, mas Dilma Roussef, não