Blog do Dresch

4 de agosto de 2015

Ministro defende reeleição de Janot

                   O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, disse ontem que as implicações políticas não devem fazer frente á eleição do Procurador Geral da República, cuja lista tríplice de indicações será eleita nesta quarta feira (5). O Ministro lamentou o fato de que alguns políticos que estão sendo investigados vão votar na recondução ou na rejeição do atual Procurador-geral Rodrigo Janot, que para ele, faz um trabalho sério. “O interesse individual não pode se sobrepor ao interesse coletivo. O que tem que se perceber é se (o procurador) vem atuando como requer o cargo que ele ocupa. A meu ver ele vem atuando dessa forma e não pode sofrer consequências por isso. O cumprimento do dever não pode gerar consequências negativas” explicou Marco Aurélio Mello.

Ministro defende Janot 2

                   Os integrantes do Ministério Público Federal vão escolher três candidatos, e esta lista será encaminhada à Presidente Dilma Rousseff que indica um deles, quase sempre o mais votado, por uma questão natural. A indicação passa então pela aprovação do Senado. Essa é a etapa que preocupa o Ministro do STF. “Esse até é complexo, sequencial, e o aperfeiçoamento depende da passagem por várias instâncias para saber se será ou não aprovado. Precisamos saber que o momento que vivenciamos é realmente democrático” disse Marco Aurélio Mello.

Armas tem registro recorde

                   O cidadão brasileiro cada vez mais procura se defender da violência se armando. Apesar das regras rígidas do Estatuto do Desarmamento, em 2014 foram registradas no país 24.255 armas de fogo, um recorde desde 2003 quando a Lei do Desarmamento entrou em vigor. Nos primeiros quatro meses deste ano já foram registradas outras 12.318 armas. Sendo 82% delas de posse para pessoas físicas. Os números foram obtidos pelo O Globo através da Lei de Acesso à Informação. As demais armas foram registradas em nome de empresas de segurança privada, lojas de armas, repartições públicas e orgãos de segurança pública de natureza civil. Para militares, o registro é feito pelo Exército Brasileiro. A Secretária Nacional de Segurança, Regina Miki garante que as regras de concessão de armas são bastante criteriosas. Mesmo assim defende pequenas mudanças. “A lei já tem mais de dez anos, pode ser aperfeiçoada. Mas não é permitindo nove armas por pessoa, como querem alguns, que vamos modificar os critérios para melhor. A arma é bom instrumento de ataque e péssimo de defesa” assinalou. Os especialistas e estudiosos da violência, garantem que o medo não explica a disposição da população civil de se armar. Muitos alegam que a arma traz mais problemas que soluções Além dos riscos de acidente, a falta de destreza e treinamento do cidadão comum é desfavorável á vitima, assim como o efeito surpresa de um assalto. Outro fator preocupa as autoridades: o número de peças legais que caem nas mãos dos marginais. Só em 2014, 10.579 armas com registro foram roubadas ou furtadas.

 

O Canal das águas

                   As águas do Canal do Sertão até o final deste mês, já estarão beneficiando pequenos agricultores sertanejos em 93 quilômetros, a partir do trecho de captação no Rio São Francisco. Atualmente as obras estão no trecho 3 da obra, que vai até o quilômetro 93, mas a água será levada ao quilômetro 105, que já faz parte do trecho 4. As águas do trecho 3 passarão pelos municípios de Olho D’Água do Casado, Inhapi, Senador Rui Palmeira e Água Branca. Quando o Canal do Sertão estiver concluído terá 250 quilômetros de extensão, beneficiando 42 cidades, ligando Delmiro Gouveia a Arapiraca.

O Canal das águas 2

                   O potencial produtivo do Canal foi tema de um encontro entre empresários, produtores rurais, instituições financeiras, técnicos e consultores, que discutiram os futuros investimentos em áreas irrigadas. Três perímetros destinados à agricultura familiar foram definidos pela Codevasf, e outros dois estão em estudos.  Estes locais apresentam grande potencial para a fruticultura, horticultura, ovinocaprinocultura, produção de grãos e criação de gado leiteiro, além de outras atividades agrícolas correlatas. O encontro aconteceu na última sexta feira (31).

Internet via celular

                   Uma pesquisa divulgada esta semana pelo Comitê Gestor da Internet revelou que o celular superou os computadores de mesa e passou a ser o aparelho mais usado por crianças e adolescentes para acessar a internet. O telefone móvel passou a ser utilizado por 82% dos jovens, enquanto que 56% navegam por dispositivos fixos. Os dados foram coletados em 2014, com mais de 21 mil entrevistados na faixa etária entre 9 e 17 anos. Um ano antes (2013) o percentual de crianças e adolescentes que acessavam a internet via celular era de 53%, e de 71% pelo computador.

Internet via celular 2

                   As redes sociais são a maior motivação do acesso dos jovens na internet, chegando a 73%. Buscar informações para trabalhos escolares atinge 68% e buscas de informações pessoais é de 67%. Outro dado importante apontado pela pesquisa mostra que os jovens buscam em maior numero os aplicativos de mensagens instantâneas (64%), seguido por atividades recreativas como ouvir música (50%) e assistir a vídeos (48%). Por outro lado os jovens manifestaram dificuldades para bloquear mensagens enviadas por pessoas indesejadas e em alguns casos até de mudar algumas configurações dos aparelhos.

 

  • A principio o Bradesco pretende manter toda a rede financeira adquirida do HSBC, composta por dez milhões de clientes, e uma rede de 853 agências e receitas na ordem de R$ 10,6 bilhões. Mas a negociação preocupa bastante seus quase 20 mil funcionários.
  • O valor pago pelo Bradesco na aquisição do HSBC alcançou US$ 5,186 bilhões (R$ 17,6 bilhões). O mercado esperava que o valor da compra ficasse entre R$ 10 a R$ 12 bilhões.
  • O maior interesse do Bradesco esta na clientela de alta renda do HSBC, sexta maior instituição financeira do país em ativos. Com a compra o Bradesco assumirá todas as operações do HSBC no Brasil, incluindo varejo, seguros e administração de ativos, incluindo agências e clientes, informou o Bradesco.
  • Ainda segundo o Bradesco, a negociação vai proporcionar benefícios para os clientes das duas instituições, como o aumento da rede de atendimentos em todo o país e acesso aos produtos oferecidos pelos dois bancos, especialmente no mercado de seguros, cartão de crédito e administração de fundos.