Olívia Cerqueira

30 de julho de 2015

Costura com filé é levada a empreendimentos de economia solidária

Pinehas Furtado 

 

Empreendimentos de economia solidária atendidos pelo Programa Produzir Juntos, da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego, estão desenvolvendo a arte da costura com filé.  

 A finalidade é agregar valor e enriquecer as peças produzidas pelas rendeiras que fazem parte do projeto.

 De acordo com a gerente de núcleo de capacitação, Francisdey Farias, o Projeto Arte da Costura com Filé atende 30 mulheres de dois grupos empreendedores localizados no mercado de artesanato de Marechal Deodoro e na Cooperativa de Artesanato de Barra Nova.

 “A intenção é capacitar as artesãs com o objetivo de que elas tenham um produto apreciado o ano inteiro e não apenas no período de alta temporada como acontece atualmente. Ao final do curso, elas terão condições de aumentar a renda porque as peças estarão mais valorizados e com grande apelo turístico”, disse Francisdey Farias.

 A gerente explicou ainda que o trabalho realizado pelas mulheres consiste em adaptar as rendas de filé às peças de vestuário, criando um novo designe.

 “Essa atividade, que une o tecido e o filé, cultura genuinamente alagoana, transforma o que antes era restrito apenas às altas estações e ao turista, num produto ao qual é incorporada uma condição de comercialização mais atraente para o público em geral o ano inteiro”, concluiu.

 

http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticias/2015-1/7/arte-da-costura-com-file-e-desenvolvida-em-empreendimentos-de-economia-solidaria