Blog do Dresch

27 de julho de 2015

Campanha “Por Mais Tempo”

                   Começa a ganhar visibilidade em todo o país a Campanha Por mais Tempo, cujo objetivo é fazer com que as pessoas vivam mais depois de diagnosticar um câncer de mama metastático. A campanha pretende trazer esperança para as pacientes e ao mesmo tempo pressionar o governo federal pela distribuição de medicamentos mais modernos na rede pública. Dados mundiais mostram que até 30% dos casos de câncer de mama em todo o mundo evoluem para a fase metastática, que é quando o tumor se espalha para outros orgãos. O Instituto Nacional do Câncer projeta que 57 mil novos casos de câncer de mama devam surgir este ano no país. É o tipo de doença mais frequente entre as mulheres e representa 22% de todos os casos de câncer. Além disso, cerca de 50% são descobertos em estagio avançado. Outro aspecto citado é que as mulheres com planos de saúde têm acesso a medicamentos mais modernos do que as que buscam auxilio na rede pública, por isso a necessidade de se pressionar o governo, para colocar á disposição medicamentos mais modernos e eficientes. Muitas novidades terapêuticas garantem anos de vida a mais para as pacientes. Na próxima quinta feira (30) as entidades não governamentais envolvidas com a campanha, estarão colocando uma ampulheta gigante na Rodoviária do Plano Piloto de Brasília. A escultura é de uma ampulheta “que corre para cima” e tem a finalidade de representar a luta contra o tempo enfrentada pelas pacientes e alertar para a necessidade de tratamentos mais avançados na rede pública.

Apoio aos atletas

                   A Presidente Dilma Rousseff prestou uma homenagem aos atletas que representaram o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, encerrados na noite de Domingo. A Presidente ressaltou que os brasileiros “mostraram força e determinação no Canadá”. O Brasil terminou sua participação nos jogos na terceira posição geral, com um total de 141 medalhas, sendo 41 de ouro, 40 de prata e 60 de bronze. Os Estados Unidos ficaram na primeira posição, seguida pelos canadenses, os anfitriões desta edição do Pan-Americano.

Apoio aos atletas 2

                   Na nota distribuída é imprensa após o encerramento da competição, a Presidente assinalou o esforço e a determinação da delegação brasileira. E, além disso, vale ressaltar que das 141 medalhas obtidas, 121 foram conquistadas por atletas patrocinados pelo governo federal. Mais de 70% da delegação brasileira que foi a Toronto é formada por bolsistas do Ministério do Esporte. “Tenho certeza de que vamos colher ainda mais frutos nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, no Rio de Janeiro, no ano que vem. Temos o compromisso de apoiar o esporte e temos consciência do seu poder transformador” disse a Presidente.

Pesquisa de Mídia

                   A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República divulgou o resultado da Pesquisa Brasileira de Mídia, voltada a identificar a dependência do brasileiro da internet e especialmente das mídias sociais. Segundo o levantamento o alagoano dedica 4 horas e 30 minutos diários de segunda a sexta feira, e 4 horas e 27 minutos nos fins de semana, num total de 8 horas e 57 minutos por semana, navegando no computador, smartphone ou tablet, muitas vezes em mais de um equipamento ao mesmo tempo. A média nacional é de 9 horas e 23 minutos.

Pesquisa de Mídia 2

                   Ainda segundo a pesquisa, de 2014 a 2015 aumentou de 48% para 73% o numero de brasileiros que utilizam tablets ou celulares para o acesso à internet. Entre os estados da Região Nordeste, o Maranhão apresenta o menor tempo de conexão, com uma média de 7 horas e 51 minutos por semana. Já os pernambucanos são os quem permanecem mais tempo na internet com 11 horas e 58 minutos na semana. Outro dado revelado no levantamento é que 83% dos brasileiros entrevistados acessam diariamente o Facebook. Outros 58% acessam o WhatsApp e 17% também navegam no canal de vídeo Youtube.

Busca extraterrestre

                   Que existe vida no espaço fora da terra, isso quase todo mundo tem certeza. Mas como fazer para encontra-la? O genial cientista inglês Stephen Hawking, lançou semana passada a maior busca por vida extraterrestre da história da humanidade. O projeto de sua autoria pretende “escanear” o espaço pelos próximos dez anos a procura de vida inteligente. O projeto tem um custo de US$ 100 milhões e o cientista conta com o apoio do empresário russo Yuri Milner. Será a tentativa mais poderosa, completa e intensiva de localizar alienígenas.

Busca extraterrestre 2

                   O projeto de Hawking contará com o apoio de alguns dos maiores telescópios já criados para buscar sinais de laser e espectros eletromagnéticos. Além disso, foi lançada também uma competição internacional para criar mensagens digitais que representem a humanidade. Os coordenadores do projeto não decidiram até agora enviar mensagens ao espaço, e pretendem discutir em vários níveis se esta tentativa valerá a pena ser praticada.

 

 

  • No primeiro semestre de 2015, os cinco Ambulatórios 24 horas de Maceió, atenderam 227 mil pessoas. Conhecidos como mini pronto-socorros, seu funcionamento visa reduzir a superlotação do Hospital Geral do Estado.
  • Eles estão localizados em pontos estratégicos da capital alagoana e atendem em escala de plantão e de forma ininterrupta as especialidades de clinica médica, pediátrica, odontológica, pequenas cirurgias e exames laboratoriais.
  • As pessoas com problemas de saúde de baixa complexidade podem buscar atendimento no bairro da levada (Ambulatório Noélia Lessa), na Chã da Jaqueira (Dom Miguel Fenelon Câmara), Tabuleiro dos Martins (Assis Chateaubriand), Jacintinho (João Fireman) e no Benedito Bentes (Denilma Bulhões).
  • Nos primeiros seis meses deste ano, a média de atendimento diário é de 300 pessoas em cada unidade.
  • Pequenos acidentes domésticos, necessidade de curativos, casos de vômito, diarreia, dores de cabeça, barriga ou ouvido, convulsões, crises de asma ou diabetes e pressão alta, tem atendimento garantido nos Ambulatórios 24 horas.