Blog do Dresch

23 de julho de 2015

Pindorama vai utilizar o Canal do Sertão

                  A Cooperativa Pindorama manifestou seu interesse em investir e produzir em áreas irrigadas do Canal do Sertão. Uma reunião entre o presidente da Pindorama, Klécio José dos Santos e o Secretário de Agricultura, Álvaro Vasconcelos iniciou as negociações para o devido aproveitamento produtivo das áreas beneficiadas pelo Canal. A Cooperativa Pindorama tem um histórico no segmento produtivo alagoano, e além do seu know-how, dispõe ainda das condições adequadas para fazer uso correto das áreas sertanejas cortadas pelo Canal, explicou o Secretário Vasconcelos.

Cooperativa no Canal 2

                   A princípio, o interesse da Pindorama é utilizar o seu conhecimento para a fruticultura e a criação de gado leiteiro, assim como a qualificação da sua mão de obra. De acordo com Klécio Santos “a Cooperativa têm atualmente 33 mil pessoas ligadas a ela, e busca espaços para o aumento da produção” explicou o presidente. Ele agora pretende negociar com o Governo do Estado as questões relativas aos incentivos fiscais e os compromissos oferecidos pela Cooperativa, especialmente as metas de produção. O Governo de Alagoas pretende criar na região do Canal do Sertão um polo para a produção de alimentos, desenvolvendo a criação de ovinos, caprinos, gado de corte, produção de leite, frutas e muitos outros gêneros agrícolas.

Cai número de denúncias

                   Nos primeiros seis meses deste ano, as denúncias formuladas através do Disque 100 chegaram a 66.518, quantidade menor que a assinalada no mesmo período do ano passado quando foram registradas 71.116 denúncias. Mais da metade delas esta relacionada a violações dos direitos das crianças e dos adolescentes (63,2%), em seguida aparecem as agressões contra idosos (24,2%) e contra as pessoas com deficiência (7,3%). Os dados são da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.  Em relação ao primeiro semestre de 2014, foram as denúncias contra a violação dos direitos dos idosos as que mais cresceram, passando de 13.752 para 16.014, principalmente as relacionadas por negligência e abusos financeiros e econômicos. Como sempre acontece, a grande maioria das violações partem dos próprios familiares das vitimas. As denúncias de violações contra deficientes passaram de 4.254 no primeiro semestre de 2014 para 4.863, sendo as mais comuns a negligência, violência psicológica e violência física. Contra as crianças e adolescentes a violência recuou de 49.248 ano passado, para 42.114 neste primeiro semestre de 2015. O Disque 100 é um serviço de atendimento telefônico gratuito que recebe denúncias de demandas de violação dos direitos humanos de crianças e adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, população LGBT, e outros grupos em situação vulnerável. As denúncias são analisadas e encaminhadas aos orgãos responsáveis.

 

Datena para prefeito

                   O apresentador da Rede Bandeirantes, José Luiz Datena, esta sendo disputado por três grandes partidos do país para se filiar e disputar as eleições para a Prefeitura de São Paulo, no próximo ano. Nas últimas semanas ele foi sondado por integrantes da cúpula das três agremiações, PSDB, PSB e PP. O jornalista inclusive já esteve no Palácio do governo paulista, conversou com dois secretários do governador Geraldo Alckmin (PSDB), e depois com o próprio governador. Depois Datena foi jantar com as lideranças do PSB no estado.

Datena para prefeito 2

                   O apresentador da Band confirmou o assédio político. “Realmente fui sondado e passei a analisar se vale a pena ou não. Quem sabe se não posso ajudar? Esta tudo tão ruim, que estou propenso a aceitar. Eu sou honesto, não sou vagabundo e não roubo, ao contrário do que existe por aí. E mesmo que eu decida sair, só vou me filiar no tempo certo. Dois ou três dias antes de esgotar o prazo” afirmou Datena ao site UOL. O ingresso de Datena na disputa modifica o foco da campanha municipal na capital paulista.

Menos operações aéreas

                   A companhia érea TAM anunciou ontem que vai reduzir suas operações nos céus do Brasil em até 10%, diante o cenário econômico do país. No entanto, a empresa não deixará de operar em nenhum dos destinos onde esta presente. A iniciativa deverá reduzir também em cerca de 2% o numero de funcionários, já incluindo a rotatividade normal da empresa. No momento do anúncio a TAM citou o aumento da inflação e pela alta do dólar em relação ao real para justificar a redução das operações.

Menos operações aéreas 2

                   De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a proporção entre passageiros que viajam a negócio e os demais, que era de 60% a 40% inverteu-se nos últimos três meses. As empresas aéreas têm focado nos passageiros que viajam a lazer, turismo ou em visita a familiares, ampliando também as tarifas promocionais. O resultado deste direcionamento são aviões lotados, mas com altos custos para o setor. As empresas aéreas apreciam mais o passageiro de negócios porque decide pela viagem em cima da hora e paga mais pela passagem.

 

  • Uma reunião entre a direção geral do Detran e da Eletrobrás formalizou algumas questões básicas e de interesse de ambas as partes.
  • Uma delas é o acesso comum aos bancos de dados de ambas, com a finalidade de agilizar e facilitar a localização de usuários dos serviços da Eletrobrás e também do Detran.
  • “A soma dos cadastros vai proporcionar a ampliação do universo de informações que diariamente tanto o Detran, quanto a Eletrobrás necessitam” explicou o diretor-geral do Detran de Alagoas, Antonio Carlos Gouveia.
  • Outra medida acertada com a diretoria da Eletrobrás é a questão que envolve o ressarcimento dos prejuízos causados por acidentes de trânsito.
  • Nos acidentes onde o veículo colide com um poste e o derruba e além disso, acarreta o corte no fornecimento de energia da região, o proprietário somente poderá obter a liberação do veículo, após ressarcir a Eletrobrás dos prejuízos causados.