Flávio Gomes

23 de julho de 2015

Até quando?

Trechos de artigo de Solange Jurema, presidente do Secretariado Nacional da Mulher/PSDB: “A pesquisa CNA/MDA divulgada nesta terça-feira (21/07) é reveladora da baixíssima popularidade e isolamento político que vive a atual presidente da República, Dilma Rousseff: apenas 7,7% da população a apoiam e 62,8% são a favor do processo de impeachment. Esses números se assemelham aos de pesquisas de outros institutos nacionais como o Ibope (9% de apoio, em junho) e da Datafolha (10% de apoio também em junho). Ou seja, não há como argumentar sobre os dados levantados pela CNA/MDA e nem pensar em acusar a ‘elite branca’ articulada com a ‘mídia retrógrada’ pela penosa realidade vivida pelo governo Dilma e, infelizmente, pelo país.

Nunca antes nesse Brasil se conviveu com um quadro político, administrativo e econômico tão desalentador como nos dias de hoje, o que nos remete a uma pergunta incômoda, mas necessária: até quando? … Até quando esse governo se sustentará politicamente sem o indispensável e obrigatório apoio de seu próprio partido, o PT, ou de sua aparente base aliada, que lhe nega os votos necessários para aprovar, sem alterações, as medidas provisórias que compõem o ajuste fiscal conduzido pelo ministro da Fazenda e combatido pelo seu colega de Planejamento?… Até quando a população ficará assistindo a todos esses desmandos, a todo esse escândalo de corrupção patrocinado pelo PT e desvendado na Operação Lava Jato?… O Brasil precisa de tranquilidade institucional. O Brasil precisa de uma política econômica consistente. O Brasil precisa de um rumo. O tecido social está esgarçado e a manifestação prevista para o dia 16 de agosto pode ser o mote para novos tempos. A espera está longa e difícil para os brasileiros. Por isso, cabe repetir a pergunta: Até quando?”

 

Desencanto

Rui Palmeira perdeu a esperança de receber recursos para obras prometidas, publicamente, pela presidente Dilma Rousseff, quando em visita a Maceió. Dentre elas, a duplicação da Via Expressa e da Avenida Cachoeira do Meirim, que dá acesso ao Benedito Bentes. Por isso ele vai em busca de Parcerias Público Privadas e de empréstimos externos.

 

Consolo

O prefeito também já não tem nenhuma esperança em relação à implantação do VLT da Praça Centenário ao Aeroporto dos Palmares. Mas Rui acredita, ainda, que possa conseguir fazer o VLT chegar até o bairro histórico de Jaraguá, usando a malha ferroviária ainda existente. Hoje, o VLT faz apenas o percurso entre Maceió e Rio Largo.

Sufoco

O prefeito Zezeco sofre para administrar Barra de São Miguel A cidade tem seis mil domicílios e grande população flutuante, de veranistas e turistas, o que impõe razoável estrutura – saúde, saneamento, pavimentação, limpeza… Mantém isso com alíquota de 0,6 do FPM, igual à dos municípios mais pobres e que não dão a mesma contrapartida.

Pagando o pato

Em seu blog, no Cada Minuto, Voney Malta conta o drama de Verônica Tibúrcio, que trabalhou por mais de 20 anos na assessoria direta do empresário João Lyra. Ela foi colocada como sócia majoritária da Rádio Jornal, com 99,98% das quotas, e terminou responsável judicialmente por débitos trabalhistas e junto a fornecedores, algo em torno de R$ 2 milhões.

Triste, mas real

Parece exagero, mas é verdade: há pessoas que ainda não conhecem o São Francisco que estão se apressando em marcar viagem por conta das notícias de que o rio está morrendo lentamente. Vivem a ânsia de conhecê-lo antes que acabe. Piranhas tem sido uma das cidades mais procuradas. Já há pousada cobrando R$ 500,00 de diária numa suíte.

Filho de peixe

Mateus Magalhães, 18 anos, estudante de jornalismo contemplado pelo Programa de Incentivo à Cultura Literária, da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, lança hoje o livro: “Quem tabelar com Toni ganha um fusca”. Às 20 horas, no Fidel Cozinha Boêmia, Prado. Mateus é filho do jornalista Maurício Gonçalves – boa gente e excelente profissional.

 

Caso clínico

A estupidez em torno da redução da maioridade penal está virando paranoia. É o que se deduz da declaração do deputado federal Laerte Bessa (PR-DF) ao jornal inglês The Guardian: “Um dia, chegaremos a um estágio em que será possível determinar se um bebê, ainda no útero, tem tendências à criminalidade, e se sim, a mãe não terá permissão para dar à luz”. Ele é relator da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal.

 

 

 

*Como sequência do projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial Bacia Leiteira, acontece desde ontem e até amanhã, em Minador do Negrão, mais uma Ação Empreendedora do Sebrae. A iniciativa visa fomentar o empreendedorismo e os pequenos negócios da cidade.

 

*O projeto “Encontros” será aberto hoje apresentando o cantor e sanfoneiro Cezzinha como maior atração, numa homenagem ao saudoso Dominguinhos, com Wilma Araújo e o grupo Mô Fio. O show começa às 20h30m, no Teatro Deodoro. Contato: 99979. 5959.

 

*A Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, em parceria com a Fundação Dorina Nowill para Cegos, faz hoje o primeiro encontro visando formar a Rede de Leitura Inclusiva em Alagoas. A partir das 9h30m, em sua sede, na Praça Pedro II, Centro. Contato: 3315.7877.

 

*Hoje é o último dia exposição de Hércules Mendes. Esculturas e charges do caricaturista alagoano continuam expostas na galeria do Museu Palácio Floriano Peixoto, na Praça dos Martírios. São 35 obras, entre desenhos e objetos, do chargista alagoano de renome internacional.

*O lançamento oficial da V Corrida Duque de Caxias será hoje, 19 horas, no Hotel Radisson, Praia de Pajuçara. Mas as inscrições já estão disponíveis no site www.fmxsports.com.br, para todas as idades. A corrida, em 16 de agosto, é iniciativa do 59º BIMtz, com apoio da Braskem.

 

“Em todo o mundo, reis, príncipes, presidentes e ex-presidentes sempre viajaram para defender no exterior os interesses de seu país”

Dilma Rousseff

Presidente da República, em defesa de Lula, seu antecessor, acusado de favorecimento de empresas brasileiras em negócios no exterior