Flávio Gomes

22 de julho de 2015

Miolo de pote

Do jornalista Augusto Nunes: “… Dilma Rousseff resolveu deixar claro que o neurônio solitário, seviciado pelo sol do Rio, ultrapassou o ponto de combustão, sucumbiu ao curto-circuito, transformou faísca em chama e incinerou o pedaço da cabeça que administra o raciocínio lógico. Fora essa, não há explicações para o vídeo de 30 segundos em que a presidente ergue um portentoso monumento à maluquice com apenas três frases, transcritas a seguir sem correções:1. ‘Dentre todos os processos tecnológicos que a humanidade criou, dois se destacam’. Qual seria a dupla de maravilhas da tecnologia que a humanidade pariu? A mandioca e a mulher sapiens? A mandioca e o milho? A mandioca e o Petrolão? Nenhuma das opções, corrige a segunda frase: 2. ‘Um é a imensa… o imenso poder, o (sic) imensa força, a imensa capacidade de desenvolvimento que, em qualquer atividade… humana, tem um processo chamado cooperação’. Sabe-se agora que, para Dilma, cooperação é um processo tecnológico. Falta saber que diabo de ‘cooperação’ é essa. A última frase também não tem pé nem cabeça. Mas é pelo menos mais curta. 3. ‘E o outro foi a conquista do fogo’… Antes do Discurso da Tocha, os demais habitantes do planeta, incluídos os doidos de pedra, achavam que o fogo é um dos elementos da natureza que o homem descobriu e aprendeu a dominar.  Depois do palavrório de Dilma, ninguém deixou de achar o que achava. Mas agora os fregueses de hospício querem saber por que a ilustre paciente do Sanatório Geral usa terninho vermelho em vez de camisa de força.”

Revelação

Rui Palmeira conversou com Paulo Câmara, governador de Pernambuco, liderança do PSB, mas não significa que vá deixar o PSDB. Em entrevista ao programa “Conjuntura”, o prefeito admite ter tido divergências com Téo Vilela, mas quer ficar no PSDB. O programa vai ao ar hoje, 12h40m, na TV Mar, canal 25 da NET, com reprises.

Baque

Em menos de uma semana, um PM, um policial civil e um policial federal foram assassinados em Alagoas. A reação do secretário de Defesa Social, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, foi, como sempre, bastante enérgica. Mas não dá para negar o arrefecimento no sentimento de mais segurança que começava a passar para a sociedade.

Ao futuro

Do secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio, Christian Teixeira, sobre o impasse com os servidores: “Apesar de o cenário financeiro atual não permitir o pagamento do índice de reajuste pleiteado, a melhoria nas condições de trabalho e as correções que precisam ser feitas podem, com planejamento, ser conquistadas nos próximos anos de gestão”.

Efeito

O reajuste era para ter sido implantado em maio. Como as lideranças dos servidores não aceitaram os 5% oferecidos, o impasse permanece até agora, quase final de julho. O governo crê que a qualquer momento os 5% serão aceitos. O problema, então, será pagar o retroativo, que, a esta altura, já está completando três meses de diferenças.

Saída

Há a possibilidade de Renan Filho determinar a imediata implantação dos 5% de reajuste para o funcionalismo público, na forma proposta pelo governo. Quem defende tal hipótese entende que esvaziaria o movimento comandado pela CUT. Isso porque o 1% de diferença para os 6% pretendidos pela entidade soaria como insignificante para radicalização.

Ponderação

Em seu blog, no Cada Minuto, Luís Vilar discorda de Isac Jackson, da CUT/AL, que se referiu ao governo Renan Filho como atrasado e conservador. Diz o jornalista: “Alto lá! O governo de ‘conservadores’ ao qual Isac Jackson se refere é o time formado pelo PMDB que incluiu o PT, o PCdoB, o PDT, partidos estes que se orgulham de serem progressistas e trabalhistas.”

Opinião

Do jornalista Carlos Chagas: “Eduardo Cunha rompeu com a presidente Dilma, mais ou menos como Floriano Peixoto desligou-se de Deodoro da Fonseca.  Significa o quê, essa declaração? Nada, como deputado federal pelo Rio de Janeiro.  Mas tudo, como presidente da Câmara, capaz de dar início à abertura de processo de impeachment de Madame.”

 

* A “Feira do Livro”, que acontece no Maceió Shopping, até o próximo mês de agosto, é aberta ao público das 10 às 22 horas. Estão sendo comercializados mais de 30 mil títulos de diversos autores, vários gêneros e para todos os públicos. Os preços são a partir de R$ 3,00,

*Produtores rurais têm até o final do ano para liquidar ou renegociar suas dívidas junto ao Banco do Nordeste com base na Lei 12.844 e nas Resoluções 4.314 e 4.315 do Conselho Monetário Nacional. Os benefícios incluem descontos de até 85% no valor principal da dívida.

* Maceió recebe, até 6ª feira, mais uma Oficina Sebrae de Empreendedorismo. Pela segunda vez o evento ocorre no bairro do Clima Bom, na Escola Maria Salete de Gusmão. Das 19 às 22 horas há palestras, dinâmicas em grupo e consultorias em gestão de negócios.

* O Centro de Belas Artes de Alagoas, da secretaria estadual da Cultura, abriu 40 vagas para o curso de teatro. As aulas, gratuitas, são destinadas a pessoas com mais de 30 anos. As inscrições seguem até o preenchimento das 40 vagas. Contato: 3315.7871.

* O Ministério da Cultura, em parceria com a secretaria estadual da Cultura, realizará em Alagoas oficinas de divulgação sobre novos editais de projetos culturais. Calendário: 29 de julho – Maceió, 30 de julho – Palmeira dos Índios, 31 de julho – Arapiraca.

* A exposição Circuito I continua na Galeria Gamma, até 8 de agosto. Estão expostos trabalhos de Pedro Moutinho, Aquiles Escobar, Luisa Patury, Francisco Rosa, Reynaldo Gama Júnior, Anny Lemos, Luis Maluf e Vera Gama. Visitação das 9 às 19 horas.

*Próximos jogos dos clubes alagoanos no Campeonato Brasileiro, todos no próximo sábado: Série B – CRB x Paysandu, 16h30m, Maceió; Série C – ASA x Vila Nova/GO, 16 horas, Goiânia; Série D – Coruripe x Colo Colo BA, 19h30m, Coruripe.

 

“Estamos numa fase em que há um desconforto. Há um aumento do desemprego, a gente está vendo a inflação aumentar este ano.”

Joaquim Levy

Ministro da Fazenda