9 de julho de 2015

Dor no ombro. Pode não ser bursite.

A dor no ombro. No direito ou esquerdo. Seja no ombro dominante ou não é logo “diagnosticada” por todos como uma bursite. Do latim bursa. Caso fosse denominada em português seria bolsite de bolsa.

Pode não ser nada ligado à articulação entre a escápula e o úmero! Com seus músculos, tendões, ligamentos e cápsula articular! Ou do pescoço. Pode ser então uma dor irradiada! Merecendo um cuidado redobrado.

Assim os médicos principalmente e os quase médicos também, pois existem dores chamadas referidas.

As dores referidas são originadas em outras estruturas, outros órgãos e se irradiam para o ombro simulando algo articular.

O problema pode ser sério, pois a perda de tempo no tratamento pode causar um grande mau ao paciente portador de tal dor referida.

Assim as dores do fígado, da vesícula biliar e do diafragma direito podem irradiar para o ombro direito.

As dores do coração, da cauda do pâncreas, do baço e do diafragma esquerdo podem irradiar para o ombro esquerdo.

Então a história do paciente deve ser bem apurada e o exame clinico ser muito bem executado e evoluído, pois só assim não haverá um engano no tratamento e resultado final!