Flávio Gomes

2 de julho de 2015

Uma história triste

Do escritor Luís Fernando Veríssimo: “… A deterioração do debate político no Brasil é consequência direta de um antipetismo justi­ficável, dado os desmandos do próprio PT no governo, e de um ódio ao PT que ultrapassa a razão. O antipetismo decorre, em partes iguais, da frustração sincera com as promessas irrealizadas do PT e do oportunismo político de quem ataca o adversário enfraquecido. Já o ódio ao PT existiria mesmo que o PT tivesse sido um grande sucesso e o Brasil fosse hoje, depois de 12 anos de pseudossocialismo no poder, uma Suécia tropical. O antipetismo é consequência, o ódio ao PT é inato. O antipetismo começou com o PT, o ódio ao PT nasceu antes do PT. Está no DNA da classe dominante brasileira, que historicamente derruba, pelas armas se for preciso, toda ameaça ao seu domínio, seja qual for sua sigla… Tudo isto é lamentável mas irrelevante, já que o próprio Lula parece ter desesperado do PT. Se é verdade que o PT morreu, uma tarefa para investigadores do futuro será descobrir se foi suicídio ou assassinato. Ele se embrenhou nas suas próprias contradições e nunca mais foi visto ou pensou que poderia ser a primeira alternativa bem-su­cedida ao domínio dos donos do poder e acordou um dia com um tiro na testa? De qualquer maneira, será uma história triste.”

Novidade

A ser cumprida a legislação, Luciano Barbosa, vice-governador, deverá assumir nesse final de semana em lugar de Renan Filho, que irá a Punta Cana, República Dominicana, convidado para o casamento da filha do ministro Humberto Martins, do STJ. Se os dois forem ao exterior, Luiz Dantas, presidente da ALE, terá de assumir o governo.

Drama

Alguém precisa alertar Renan Filho que há milhares de servidores esta­duais ganhando salário-mínimo. São aqueles desvinculados de entida­des de classe e que não têm a quem recorrer. O achatamento salarial é antigo, mas o drama maior está sendo vivido agora, quando muitos estão prestes a se aposentar – em situação de miséria.

Honraria

Por proposta de Eduardo Canuto (PV), a Câmara concedeu título de Cidadão Honorário de Maceió a Vilmar Pinto, presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Alagoas. Sérgio Jucá, Procura­dor Geral de Justiça, se fez presente e elogiou Vilmar: “Sua classe lhe é grata, por sua conduta, sinônimo de ética profissional”.

Placar

Posição da bancada de Alagoas na votação da proposta, na Câmara dos Deputados, de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, nos crimes graves: a favor da redução, Cícero Almeida, Marx Beltrão, Pedro Vilela, Maurício Quintella e Arthur Lira; contra, Ronaldo Lessa, Givaldo Carimbão, Paulão e João Henrique Caldas.

Bronca

Empresários do turismo estão insatisfeitos com a bancada federal de Alagoas, por conta de votação de projeto diminuindo encargos tributá­rios da atividade, em nível nacional. Daqui, só o deputado Pedro Vilela (PSDB) foi a favor. Queixa maior é com Ronaldo Lessa (PDT), coordena­dor da bancada e vice-presidente da Comissão de Turismo.

Alento

Estudo do Hotel Urbano, agência online de viagens líder no país, indica que Maceió está ente as cinco cidades mais buscadas por brasileiros que desejam viajar durante os próximos três meses. As outras são Porto Seguro (BA), Fortaleza (CE), Gramado (RS) e Natal (RN). Das 10 cida­des mais buscadas pelos internautas, 10 estão no Nordeste.

Opinião

De Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, sobre a aprovação, pela Câmara dos Deputados, da proposta do governo que eleva em 150% o imposto sobre receita bruta das indústrias: “É um retrocesso inaceitável. O governo não quer cortar suas despesas e apela, mais uma vez, ao aumento de imposto para cobrir o rombo nas suas contas. E, mais uma vez, quem paga o pato é quem produz.”

 

* O desembargador João Luiz Azevedo Lessa, vice-presidente do Tribu­nal de Justiça, assumiu o comando do Poder Judiciário em Alagoas, em virtude das férias do presidente Washington Luiz Damasceno Freitas. A interinidade vai até 13 de julho.

* Em parceria com Sebrae e Sedetur, o Maceió Convention & Visitors Bureau promove palestra hoje, 9 horas, com a consultora Vaniza Schu­ler, no Hotel Jatiúca. Às 13h30m, ela dá o curso “Captação de Eventos Associativos”, para mantenedores do MC&VB.

* A Prefeitura de Arapiraca realiza, desde ontem e até amanhã, dois cursos de formação profissional para os servidores: “Formação em Instrução Processual” e “Administração Pública”, este em parceria com a Ufal. Existem 70 vagas disponíveis para os servidores.

* As festas juninas passaram, mas a exposição “O Rei dos 8 Baixos”, em comemoração ao centenário do sanfoneiro alagoano Gerson Filho, continua, até 31 de julho, no Museu da Imagem e do Som, em Jaraguá. Horário de visitação: das 8 às 17 horas.

* Estão abertas, até dia 31 de julho, as inscrições da etapa estadual do Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas (MPE Bra­sil). Empresas interessadas podem se inscrever gratuitamente através do site www.mbc.org.br/mpe.

* O Sesi/AL dispõe de vagas para professor de Filosofia, licenciatura plena, para atuar em São Luiz do Quitunde. O salário é R$ 661,19 e gratificação de R$ 197,00, e ticket alimentação, para horária de 6h, em dois dias. Contato: 2121.3030.

* Depois da vergonhosa eliminação na Copa do Mundo, com os 7×1 da Alemanha, e de sair mais cedo da Copa América, com atuações pífias e eliminação pelo Paraguai, o Brasil viu a Argentina impor 6×1 aos para­guaios e chegar à final com o Chil 

 

“Não enxergamos o Brasil como uma potência regional, mas como uma potência global”

BARACK OBAMA

Presidente dos Estados Unidos, ao receber Dilma Rousseff