Blog do Dresch

2 de julho de 2015

Cunha engaveta apuração contra si

                   Como é do seu feitio, em se tratando do benefício próprio e de seus aliados, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), retém há várias semanas, oito requerimentos para abertura de investigação pela Corregedoria da Casa, contra 28 parlamentares, incluindo ele próprio. O pedido de abertura de sindicância foi feito por cinco deputados do PSOL. Eles querem que seja apurado o envolvimento de Cunha e outros 21 colegas com o esquema revelado na Operação Lava Jato. A representação do PSOL foi protocolada em 10 de Março.

Engavetando a culpa 2

                   Na representação do PSOL é citado o fato de independente das medidas do Judiciário, é fundamental haver uma apuração no próprio Poder legislativo, em defesa da sua credibilidade. Cunha confia em um parecer da assessoria jurídica da Secretaria-Geral da Mesa, que recomendou o arquivamento do pedido do PSOL, alegando que a Casa não precisa averiguar a conduta de seus pares, uma vez que isso já esta sendo feito no Supremo Tribunal Federal. Sobre os outros sete requerimentos engavetados, eles tratam da falta de decoro parlamentar, e Cunha quer ganhar tempo e aguardar que os envolvidos façam as pazes.

Verba para saúde bucal

                   Quinze Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) de Alagoas irão receber uma verba extra do Ministério da Saúde, por terem ampliado a qualidade dos serviços ofertados à população. Para os quinze municípios alagoanos serão destinados R$ 409 mil. Em todo o país, 673 municípios foram beneficiados com um total de R$ 48 milhões. O incentivo faz parte das iniciativas de modernização da gestão da saúde que estão sendo promovidas pelo Governo Federal, com adoção de novos padrões e indicadores de qualidade. A avaliação dos Centros é feita através de três módulos. No primeiro deles é verificado a manutenção e o uso de equipamentos, instrumentais e insumos. No segundo são entrevistados o gerente do CEO e um cirurgião dentista sobre o processo de trabalho, organização do serviço e cuidados com usuários. No terceiro módulo é feito uma pesquisa de satisfação com os clientes, que opinam sobre o acesso e a qualidade do atendimento. Em Alagoas a lista dos que irão receber os recursos adicionais foi publicada na portaria de homologação dos CEO e foram atendidos os seguintes municípios: Arapiraca, Boca da Mata, Igreja Nova, Joaquim Gomes, Maceió, Messias, Olho D’Água das Flores, Penedo, Quebrangulo, Santana do Ipanema, Santana do Mundaú, São Luiz do Quitunde, São Sebastião, Teotonio Vilela e União dos Palmares.

 

A pindaíba universitária

                   A exemplo do que vem acontecendo com as instituições de ensino superior no Brasil, a Universidade Federal de Alagoas teve um corte de 30% do seu orçamento, significando uma redução drástica em diversos setores universitários, como os gastos com obras, compra de livros, equipamentos e mobiliário. O orçamento da Ufal gira em torno de R$ 130 milhões anuais, segundo o pró-reitor de Gestão Institucional, Pedro Valentim. Segundo ele a situação já era difícil antes do ajuste fiscal, mas agora, com o corte de R$ 9,42 bilhões na verba do Ministério da Educação a situação ficou praticamente insustentável, uma vez que o corte no orçamento das universidades brasileiras foi significativo.

A pindaíba universitária 2

                   Segundo Pedro Valentim, a Ufal terá de redirecionar seu orçamento. Além de não iniciar novas obras e priorizar algumas das que estão em andamento, será necessário reduzir a aquisição de material permanente, inclusive livros, “Definimos as prioridades no que diz respeito às obras, como as residências universitárias, laboratórios, subestação de energia elétrica no Campus A. C. Simões, restaurante e prédios de Medicina em Arapiraca; restaurante de Delmiro Gouveia e prédio sede da unidade de Santana do Ipanema” entre outras afirmou o pró-reitor.

As notas falsas do BB

                   O Procon de Pernambuco proibiu as agências do Banco do Brasil daquele estado de fazerem operações de câmbio no espaço de um mês O orgão, vinculado á Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos, exigiu ainda que o banco apresente, em 24 horas, um plano emergencial de assistência jurídica e material às pessoas que compraram dólares falsificados na agência da instituição no Recife. Em nota o Banco do Brasil garantiu que esta tomando as providências necessárias para orientar quem comprou as notas falsas. Classificando as ocorrências de “pontuais”, o BB descartou riscos para os clientes, alegando que o lote de cédulas que originou o problema foi isolado. Até agora foram confirmados seis casos de clientes que compraram dólares falsificados no BB, mas o próprio banco esta investigando pelo menos mais 13 clientes que alegam ter sido lesados.

Macaxeira nos aeroportos

                    Na tentativa de evitar que áreas nos entornos dos aeroportos sejam invadidas, a Infraero esta estimulando o plantio de macaxeira nesses terrenos. Em geral são pequenas áreas que têm o objetivo, além de conter gastos com vigilância, de permitir o desenvolvimento de agricultura de subsistência com a venda do excedente da produção. Além do plantio da macaxeira (ou mandioca, ou aipim) o incentivo vale para legumes e frutas variadas. Hoje, há 76 contratos em vigor, em quatro aeroportos do país. A maioria esta concentrada em Imperatriz (MA) e João Pessoa (PB) com 37 cessões de área cada. Os outros estão em Bagé e Uruguaiana (ambos no Rio Grande do Sul).

  

  • A distribuição de sopa para famílias em situação de vulnerabilidade social deve voltar a acontecer em breve, segundo assegurou o Secretário Joaquim Brito, da Assistência e Desenvolvimento Social.
  • Segundo ele, a retomada do programa, que atende a mais de 16 mil pessoas necessitadas, depende agora apenas do processo licitatório.
  • A distribuição da sopa estava suspensa desde o final do ano passado, quando finalizou o contrato com as entidades que distribuíam o produto alimentício.
  • A secretaria acredita que a melhor solução é que as próprias entidades cadastradas façam a sopa, enquanto que a Secretaria viabiliza os recursos para aquisição dos alimentos.
  • O prazo do cadastramento das entidades foi prorrogado até o dia 12 de Julho, que deve ser feito por meio do Cadastro Único para Programas Sociais.