Blog do Dresch

24 de junho de 2015

Lula quer um novo PT

                   Para uma plateia majoritariamente jovem que se reuniu para ouvir o ex-primeiro ministro espanhol Felipe Gonzales, em um hotel de São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o PT esta velho, perdeu a utopia e precisa se renovar. “Temos que definir se queremos salvar nossa pele e os nossos cargos, ou se queremos salvar o nosso projeto”. Lula falou ao público após a palestra de Gonzales. “Hoje a gente só pensa em cargos, só pensa em emprego, em ser eleito. Ninguém hoje trabalha de graça” disse ele, sob aplausos.

Lula defende renovação 2

                   E continuou o discurso: “Antigamente, esse partido ia fazer qualquer coisa nas ruas e colocava duas, três mil pessoas, cada um vestido com a camisa do partido, carregando bandeira do partido. Hoje, se os candidatos não liberarem o assessor do gabinete dele, ninguém vai, só querem ir ganhando. É um vício de um partido que cresceu e chegou ao poder. O PT precisa construir uma nova utopia” afirmou o ex-presidente. Lula propôs fazer uma revolução interna no PT, colocar gente nova, que pensa diferente, com mais ousadia e mais coragem. “O PT esta velho. Eu estou com 69 anos, estou cansado e falando as mesmas coisas que eu falava em 1980. Acho que esta na hora de fazermos uma revolução interna neste partido” sugeriu.

Mulheres são mais sedentárias

                   No Brasil, 67 milhões de brasileiros não querem nem saber de atividades físicas ou de praticar algum esporte. A conclusão é de uma pesquisa feita pelo Ministério do Esporte denominada “Diagnóstico Nacional do Esporte” cujos números foram coletados em 2013. No caso, o sedentarismo “é praticado” por 45,9% dos brasileiros, sendo que o problema atinge mais as mulheres, cujo índice atinge 50.4%, enquanto que nos homens o percentual cai para 41.2%. Segundo a pesquisa, 25,6% dos entrevistados praticam esportes e 28,5%, atividades físicas. Entre os homens o esporte supera a atividade física com 35,9% contra 22,9% respectivamente. Por sua vez, as mulheres praticam mais atividades (34%) do que esportes (15,6%). O sedentarismo foi considerado muito alto entre os jovens entre 15 e 16 anos, chegando a 32,7% e este índice é crescente chegando a 40,7% na faixa etária entre 25 a 34 anos e 64,4% entre 54 a 74 anos. A chegada ao mercado de trabalho é apontada como uma das causas para o abandono da atividade física. A pesquisa constatou que 69,8% das pessoas que abandonam a atividade física ou o esporte afirmaram que a causa foi a falta de tempo para conciliar o trabalho e os estudos. A pesquisa vai servir como base para o ministério desenvolver algumas políticas públicas como o estímulo á escola de tempo integral, parques com equipamentos esportivos e quadras para a prática de esportes.

 

 

Biblioteca faz 150 anos

                   A Secretaria de Estado da Cultura elaborou uma excelente programação para comemorar os 150 anos da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos. Será realizada a oficialização de documentos, inauguração do acervo do poeta alagoano Carlos Moliterno (cujo espaço deveria contar também com o acervo da poetisa, escritora e atriz, Anilda Leão, sua esposa), e recitais de poesia de poetas como Jorge Calheiros, Jorge de Lima e Jaçanã. Na quinta feira as atividades culturais estarão na Praça Pedro II e na sexta feira, acontecerá a inauguração do espaço “Confraria, Nós, poetas”, projeto Cinemateca com exibição do vídeo “Graciliano, um brasileiro alagoano” e uma oficina de livros artesanais.

Nasa alerta o mundo

                   A partir de fotos enviadas por seus satélites, a Nasa avisou que o mundo pode ficar sem água em um futuro não muito distante. A agência espacial norte americana afirmou que o nível de mais da metade dos maiores aquíferos subterrâneos do planeta estão diminuindo de maneira crescente. Imagens enviadas pelos satélites mostram que 20 dos 37 aquíferos mais importantes ultrapassaram o ponto crítico de sustentabilidade, e isso significa que esta sendo consumida mais água do que se deveria. Destes 20, 13 já atingiram um nível tão baixo que fazem parte da categoria mais preocupante.

Nasa alerta o mundo 2

                   Para os cientistas, esse é um problema que só tende a piorar, tendo em vista que a dependência da água esta aumentando com o crescimento da população mundial, da agricultura e das atividades da mineração. Para a Nasa, a situação é crítica. Esses aquíferos fornecem cerca de 35% da água usada pelos seres humanos e essa demanda aumenta em casos de estiagem. No estado americano da Califórnia, por exemplo, 65% dos aquíferos estão sendo utilizados para o consumo porque rios ou outras reservas já secaram ou estão em condições alarmantes em função da falta de chuvas. Segundo a previsão, até o final do ano eles serão usados quase na sua totalidade. Outro local em estado critico é a Península Arábica onde vivem mais de 60 milhões de pessoas. Outros importantes ficam na Índia, Paquistão, Líbia e Níger.

Um Baú de Ideias

                   Um dos destaques do Congresso Acadêmico Integrado de Inovação e Tecnologia (Caiite), promovido pela Universidade Federal de Alagoas, foi o estande Baú de Ideias, da Secretaria Municipal de Educação (Semed). No local foram apresentadas enquetes teatrais, resgatando e interpretando temas como as pequenas e grandes invenções da humanidade, além de desenvolver o Programa MenteInovadora com diversas atividades para auxiliar na formação e no desenvolvimento mental do aluno. As apresentações diárias transformou o estande em um dos mais visitados e elogiados do evento.

 

 

  • A Presidente Dilma Rousseff lançou esta semana o Plano Safra de Agricultura Familiar 2015/2016 que terá R$ 28,9 bilhões em recursos destinados á agricultura familiar.
  • O valor é 20% maior que os recursos repassados para a safra passada (2014/2015) que chegaram a R$ 24 bilhões.
  • Entre as medidas do novo Plano Safra de Agricultura Familiar, estão mudanças no seguro-safra e o anúncio de que orgãos federais da administração direta e indireta deverão destinar pelo menos 30% dos recursos aplicados na aquisição de alimentos para compras da agricultura familiar.
  • As compras poderão ser feitas por orgãos que fornecem alimentação como hospitais, quartéis, presídios, restaurantes universitários, refeitórios de creches e escolas filantrópicas, entre outros.
  • O governo espera que esta medida possibilite a abertura de um mercado potencial de R$ 1,3 bilhão em todo o país.
  • No inicio do mês a presidente Dilma lançou o Plano Safra da Agricultura empresarial, disponibilizando R$ 187,7 bilhões para o setor na safra 2015/2016.