Flávio Gomes

14 de junho de 2015

Dilema petista

Do professor Hubert Alquéres: “… O dilema hamletiano dos petistas não se resume apenas a ser ou não ser governo. A crise do PT é tão profunda (talvez seja a maior crise já vivida por um partido político na história brasileira) que o desencanto vem batendo firme em couraças até recentemente impenetráveis. A catatonia e a perplexidade tomaram conta das bases. Mais: petistas de alto coturno avaliam até que ponto é negócio disputar as próximas eleições pela legenda, ou se não é o caso de criar um biombo para se proteger da severa punição que o eleitorado anuncia. Esse parece ser o jogo de Lula. Está com Dilma, pero non mucho. Ora prestigia a presidente, ora avaliza a pregação do ex-governador Tarso Genro em torno de uma frente de esquerda. Se houver o milagre da recuperação de Dilma, o caudilho será candidato em 2018 pela legenda e sua campanha terá como símbolo uma enorme estrela. Mas se for confirmada a tendência atual, pode se descolar da criatura e se candidatar por algo semelhante à Frente Ampla do Uruguai, atrás da qual venham a se esconder petistas de todos os cantos. Enquanto o horizonte não se esclarece, Lula fará o que Juan Perón sempre fez na Argentina: arbitrar a disputa interna entre a direita e a esquerda do seu partido para impor o princípio da ‘verticalidad’. É um princípio cristalino. O debate interno é livre, mas a última palavra é a do caudilho.”

 

Estrela

Até agora o Detran tem sido a chamada “Joia da coroa” do governo Renan Filho, no sentido figurado e também na prática. A eficiência do órgão dirigido pelo advogado Antônio Carlos Gouveia é o carro-chefe da propaganda oficial. E o dinheiro que sobra na autarquia tem sido utilizado para despesas com publicidade e segurança.

 

Paridade

A Secretaria da Defesa Social vem sendo elogiada pelo rigor no combate ao crime – os números positivos têm sido correspondidos com elogios, principalmente na diminuição de homicídios e no combate às drogas. Mas é preciso agir nas chamadas áreas nobres, onde também o tráfico campeia, com o mesmo rigor usado na periferia.

 

Efeito

Existe explicação para protestos de moradores da periferia quando há ações policiais contra traficantes. Em Maceió, assim como em outras cidades de porte, normalmente o tráfico proporciona aos moradores aquilo que seria obrigação do poder público, por ausência deste. Especialmente na saúde, necessidade básica do ser humano.

 

Holofote

Repercutiu de forma favorável ao deputado federal João Henrique Caldas (SD/AL) o debate na Câmara, por iniciativa dele, para discutir a crise do setor sucroalcooleiro. “Não há como eximir o governo de culpa”, diz JHC, argumentando que a União mantém baixo o preço da gasolina, de forma artificial, em detrimento do etanol.

 

Recuo

Análise da secretaria estadual do Planejamento, Gestão e Patrimônio revela índices negativos da indústria alagoana no primeiro trimestre de 2015. O consumo de energia elétrica recuou 0,96% no período, enquanto a construção civil (10,62%) e a indústria de transformação (2,24%) registraram variação relativa negativa.

 

Motivação

O recorde de inscrições do Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental reafirma o acerto da Braskem no incentivo à produção jornalística em Alagoas. Há 88 jornalistas e 23 estudantes na disputa. A premiação, em parceria com ABES/AL e Sindicato dos Jornalistas, será às 21 horas de hoje, na casa de eventos Pierre Chalita.

 

Evidência

Ilimar Franco, “O Globo”: “Em política não importa se é verdade ou não. O ministro da Educação de Vargas, Gustavo Capanema, até cunhou a frase ‘O que vale é a versão, não o fato’. A relação do Instituto Lula com empresas investigadas pela Lava-Jato colocou Lula no bolo. A imagem do grande líder do PT será afetada. A crise, o governo e a Lava-Jato são pedras no seu sapato”.

 

*Hoje, Dia de Santo Antônio, o Instituto Lumeeiro e o Sesc promovem, às 17 horas, no Teatro Jofre Soares, no Sesc Centro, o recital “Xoteando Chico Doido”, baseado na poesia de Chico Doido de Caicó (RN). Contato: reservas@lumeeiro.org.

*Acontece hoje, 15 horas, o Encontro Literário, na Rua Guedes Gondim, 145, Centro. Participação do pesquisador uruguaio Juan Manuel Priegue, do cineasta Nivaldo Vasconcelos e do pianista Mário Marocci. Informações: 9983.7659.

*Termina hoje, no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera, em São Paulo, a 11ª edição da Bio Brazil Fair, principal evento do mercado orgânico da América Latina. O Sebrae/AL está representado por Vania Britto e Cristina Loureiro, da Unidade de Agronegócios.

*O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, em sua 11ª edição, recebe inscrições até 31 de julho. O objetivo é valorizar o empreendedorismo realizado por mulheres aquelas que conseguiram transformar seus sonhos em realidade e mudaram suas vidas.

 

*A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e a Coordenação do Programa de Pós-graduação em Antropologia, da Ufal, recebem, até 5 de agosto, inscrições ao mestrado em Antropologia, com 12 vagas. Contato: 3214.1323/ ppgasufal@gmail.com.

 

*O Festival de Cinema Universitário de Alagoas, iniciativa da Ufal, recebe inscrições até 19 de julho, para ocorrer entre 3 e 7 de novembro, em Penedo. O evento homenageia o ator alagoano Jofre Soares. Contatowww.evento.ufal.br/cinema.

 

*A estreia do treinador Mazola Junior é a principal motivação do CRB para o difícil jogo de hoje, em Belo Horizonte, contra o América MG, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O time tem de somar pontos para compensar as duas derrotas em casa.

 

“Não somos contrários às concessões. O governo sempre demonizou a privatização e usa malabarismos retóricos para dizer que concessão é diferente”.

 Álvaro Dias

 Senador do PSDB-PR, sobre o plano de concessões anunciado pelo governo