Roberto Baia

12 de junho de 2015

Caos em São Sebastião

A informação está no 7segundos: Agora foi a vez dos professores de São Sebastião irem as ruas do município para lutar por reajuste salarial digno. A categoria realizou, na manhã de ontem, quinta-feira (11), uma passeata pacífica para pressionar a prefeitura a atualizar os vencimentos dos professores tomando como base o piso nacional, que foi reajustado em 13,01% em janeiro deste ano.

Os docentes informaram que fizeram duas paradas durante a manifestação. Uma na sede da Secretaria de Educação Municipal e outra na sede da Prefeitura, mas não conseguiram contato com a representante da pasta, Sandra dos Santos Ribeiro, nem com o prefeito Charles Pacheco.

 

Situação complicada

A presidente da seccional do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Juracy Pinheiro, informou que a situação em São Sebastião é tão complicada quanto em outros municípios do agreste. De acordo com ela, o salário dos servidores da educação está bastante defasado a pelo menos três anos.

 

Não aceitou

Na última assembleia junto com o gestor municipal, a prefeitura propôs reajusto de 8%, mas a categoria não aceitou, pois o incremento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) na cidade foi de 11,51%.

 

Amedrontados

“Infelizmente a educação em São Sebastião está muito atrelada à política, isso se confirma pela grande quantidade de contratados. Muitos professores concursados trabalham amedrontados”, falou a presidente do Sinteal, Juracy Pinheiro.

 

Novas viaturas

Dois dias após ter assinado convênio, em Maceió, com o Governo do Estado, para melhorias do trânsito de Arapiraca, a prefeita Célia Rocha (PTB) e o vice-prefeito Yale Fernandes (PMDB) vão entregar novas viaturas à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), na manhã desta sexta-feira (12), às 8h30, no auditório do Centro de Referência Integrado de Arapiraca (CRIA), no bairro Santa Edwiges, além da certificação do curso de capacitação aos Agentes da Autoridade de Trânsito do município.

 

Redução de acidentes

O convênio assinado pela prefeita Célia Rocha, o governador Renan Filho (PMDB) e o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL), Antônio Gouveia, durante a abertura do 49º Encontro Nacional de Detrans do País, visa, entre outras ações, investimentos na educação para o trânsito e segurança viária para a redução de acidentes.

 

Trânsito

“Essas novas viaturas vão fortalecer essas ações celebradas pelo convênio para que possamos investir mais em educação para o trânsito e na segurança da população com a redução de acidentes e, assim, termos um trânsito disciplinado e mais seguro para todos”, disse Célia Rocha.

Para o titular da SMTT, Ricardo Teófilo, que também acompanhou a prefeita durante a assinatura do convênio com o Governo do Estado, ressaltou a importância do apoio do diretor-presidente do Detran-AL, Antônio Gouveia e de a gestão municipal investir na modernização da SMTT.

 

Um avanço

“Essa determinação da prefeita Célia Rocha representa um avanço significativo para melhorar o trânsito de Arapiraca em todas as ações que estamos realizando na educação, sinalização, segurança das vias e dos próprios pedestres e condutores que também são responsáveis no processo dessa construção para que possamos evitar acidentes”, ressaltou Ricardo Teófilo.

 

Justiça itinerante

Mais de mil pessoas do município de Campo Alegre, no interior de Alagoas, aproveitaram a ação promovida pelo Projeto Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), nesta quarta-feira (10), para resolver problemas na documentação. O evento, no distrito de Luziápolis ocorreu durante todo o dia e teve casamento coletivo de mais de 200 casais.

 

 Não demorou

A estudante Nayane Albuquerque conta que seu nome foi registrado com a letra “y” na primeira via da certidão de nascimento. No entanto, quando ela precisou de uma segunda via, descobriu que o nome havia sido escrito com a letra “i” no cartório. Como todos os outros documentos foram emitidos com “y”, ela procurou a Itinerante para resolver o problema. “Deu tudo certo. Eu achei que fosse demorar mais, mas foi tranquilo”, avaliou.

 

 

 

…  acordo com o juiz coordenador do Projeto, André Gêda Peixoto Melo, a ação do Judiciário foi produtiva, já que a procura foi grande pelas equipes do Projeto para a emissão de documentos como carteiras de identidade e de trabalho, título de eleitor e CPF. ]

 

… Além desses serviços, os cidadãos puderam resolver processos de divórcio consensual, pensão alimentícia, suprimento de óbito e reconhecimento de paternidade.

 

 … O presidente do Judiciário alagoano, desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas, falou sobre a importância do trabalho desenvolvido pelo Projeto Justiça Itinerante nas comunidades.

 

 

… “É interessante porque aproxima a Justiça da sociedade. Aqui em Campo Alegre constatamos a satisfação das pessoas ao serem beneficiadas com a prestação jurisdicional, que viabilizou a emissão de diversos documentos. O melhor de tudo é que esses serviços foram prestados gratuitamente”, declarou Washington Luiz.