Blog do Dresch

11 de junho de 2015

Escola pública terá verba própria

                   Os diretores das escolas da rede pública estadual receberão recursos diretamente da Secretaria de Educação, para terem mais autonomia e realizar serviços como pintura, pequenos reparos, retelhamento, capinação e outras demandas. Essa é a ideia principal do programa #escoladahora, que será lançado hoje pelo Secretário Luciano Barbosa, da Educação, com a presença do governador Renan Filho. O programa consiste na descentralização dos recursos da educação, repassando-os diretamente aos gestores escolares. Serão repassados R$ 5,5 milhões aos diretores.

Recursos para escolas 2

                   Após realizarem os serviços necessários de cada unidade, os diretores terão prestar contas da verba recebida. Ainda segundo o Secretário da Educação e Vice-governador, a verba a ser repassada é resultado do reordenamento de gastos promovido pelo Governo desde o inicio do ano, que proporcionou uma economia, utilizada agora para o repasse. Ele disse acreditar que este é um método que vai melhorar a qualidade do ensino ofertado nas unidades do estado, que terão mais possibilidade de resolverem seus problemas estruturais com mais agilidade e eficiência.

Esgoto a céu aberto

                   Um estudo feito pelo Instituto Trata Brasil, mostrou uma projeção de que mais de 3,5 milhões de pessoas despejam o seu esgoto de qualquer maneira, mesmo que exista rede coletora na rua onde moram. O estudo abrangeu as 100 maiores cidades do país, e foi feito em parceria com a OAB e com dados fornecidos por concessionárias de saneamento de 47 grandes cidades, que reúnem, juntas, mais de 21% da população brasileira. Despejado de forma irregular, este esgoto seria capaz de encher uma piscina olímpica a cada dois minutos e meio. Ou 548 piscinas a cada dia. Segundo o estudo, um dos motivos do brasileiro não ligar seu imóvel á rede pública de esgoto é para não pagar a tarifa desse serviço. Outro motivo levado em conta para que a população se conecte à rede é a falta de informação. Logo depois aparece a impunidade pela falta de conexão (não existe multa, por exemplo) e ainda o fato do dono do imóvel não querer danificar o piso do imóvel para as obras de adequação. Segundo um dos coordenadores técnicos do estudo, Alceu Galvão “as pessoas pagam por um celular caro, mas não querem pagar para que seu esgoto seja coletado e tratado devidamente”. Ainda segundo o Trata Brasil, cabe às prefeituras fiscalizar e coibir o despejo de esgoto no meio ambiente, mas poucas têm uma legislação específica sobre o assunto. O problema acaba gerando ainda uma perda econômica. Segundo as concessionárias de 47 municípios deixa-se de arrecadar entre R$ 543 milhões a R$ 925 milhões por ano, valor que poderia ser investido no próprio saneamento básico ou na recuperação de mananciais.

 

O Congresso do PT

                   Começa hoje em Salvador (BA), o 5º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores, que pretende estabelecer uma nova postura em relação ao momento atual. O partido apresentou ontem um documento intitulado “Carta de Salvador” que será apresentada no Congresso para ser discutida. Nela o partido propõe uma nova politica de alianças, ancorada por uma frente de partidos e movimentos sociais. Assim o PT pretende atrair setores novos e tradicionais da classe trabalhadora, das camadas médias, da intelectualidade e do empresariado.

O Congresso do PT 2

                   O documento será usado pelo partido para dissociar a imagem de Lula das crises enfrentadas pelo partido recentemente, ao mesmo tempo em que buscará mostrá-lo como o candidato das esquerdas, com o apoio dos movimentos populares e dos partidos que formam a base de sustentação do governo Dilma Rousseff. Outra citação do documento diz respeito ao papel do Brasil nos últimos anos como liderança da América Latina, graças ao trabalho desenvolvido nos governos de Lula e Dilma, tornando o país como um dos pilares da nova realidade latino-americana, com suas conquistas e desafios.

Vem aí o “castigo divino”

                   Surgiu uma nova data para o fim do mundo: entre os dias 22 e 28 de Setembro próximo, um asteroide deverá destruir a Terra, como um “castigo divino”. A destruição foi anunciada por um grupo de religiosos, alertando que, a partir de então a humanidade (ou o que restaria dela) passaria por sete anos de angústias e sofrimento. O choque do asteroide mataria os descrentes. Inclusive os cientistas da NASA que negam qualquer tipo de choque com asteroides ou outro corpo celeste. Nos próximos cem anos não há perigo nem registros da existência de objetos de grande porte se aproximando do nosso planeta.

Espanhol podre de rico

                   No ranking das pessoas mais ricas do mundo, elaborado pela Bloomberg, o empresário espanhol Amancio Ortega ocupa agora a segunda colocação, superando o mega investidor americano Warren Buffet. A fortuna liquida de Ortega aumentou 17% e chegou a US$ 71,5 bilhões. Ele é fundador da Inditex – dona de marcas mundiais como Zara, Massimo Dutti e Pull&Bear. Bill Gates, fundador da Microsoft continua sendo a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em US$ 85,5 bilhões. A Inditex, em Janeiro último, adquiriu um edifício de 4.400 metros quadrados no SoHo em Nova York e anunciou que pretende abrir 480 lojas neste ano em vários países. Também pretende começar as vendas on-line em Hong Kong, Macau e Taiwan.

 

 

  • Moradores do complexo Benedito Bentes, Antares, Santos Dumont e Tabuleiro têm a oportunidade hoje de participar do processo licitatório sobre o transporte público de Maceió.
  • A audiência pública sobre o tema acontecerá no Ginásio do Colégio Fantástico no Benedito Bentes, e será o momento para que a população possa opinar, sugerir e apontar soluções para a questão do transporte coletivo na região.
  • As audiências públicas sobre o processo licitatório têm acontecido em vários bairros de Maceió, buscando a participação de moradores e usuários.
  • Alguns bancos de grande porte, como Bradesco, Itaú entre outros já fazem estudos sobre a situação verdadeira do HSBC, que anunciou, na terça feira que vai encerrar suas atividades no Brasil e também da Turquia.
  • O fechamento faz parte de um projeto de reordenamento financeiro, onde o banco pretende economizar entre US$ 4,5 bilhões a US$ 5 bilhões, e concentrar sua atuação na Asia, especialmente na China e na Índia.
  • Serão cortados cerca de 50 mil empregos nos dois países, informou o banco britânico.