Roberto Baia

6 de junho de 2015

O melhor forró

Está tudo pronto para a maior festa junina do Agreste Alagoano. O 21º São João da Caixa, que que será realizado no próximo dia 19, em sua sede do Clube Social, no bairro Cavaco, contará com grandes atrações musicais e o melhor serviço gourmet do interior alagoano, comandado pelo empresário Fabinho Rogério, da Comedoria Escritório.

De acordo com Noberto Dias, um dos organizadores do evento, além das atrações musicais não faltarão comidas típicas nordestinas, tudo em um ambiente com conforto e segurança. 

Dentre as atrações estão Forrozão da Antigas, Forró do Candeeiro e Fulô de Maracujá. O evento conta com o apoio Cultural da Tribuna Independente.

 

Trânsito em Arapiraca

Por determinação da prefeita Célia Rocha (PTB), em cumprir o Plano Municipal de Circulação, Mobilidade e Acessibilidade, a Prefeitura de Arapiraca por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), colocou mais um semáforo na Rua Expedicionários Brasileiros entre os bairros Cavaco e Baixa Grande. O semáforo foi ligado no início da tarde desta sexta-feira (5).

 

 

 

Grande concentração

A instalação da nova sinalização vertical está no cruzamento da Rua Expedicionário Brasileiros com as ruas Professor Arlindo José Nascimento, no bairro Cavaco, e Antônia Jovelina dos Santos, no bairro Baixa Grande. Bairros em que se concentra grande parte da população arapiraquense e de intenso comércio varejista.

“É fundamental que as ações executadas para melhorar o trânsito de Arapiraca sejam pensadas e priorizadas na segurança da população, principalmente do pedestre que circula em áreas de grande concentração populacional”, observou Célia Rocha.

 

Circulação de pedestres

O superintendente da SMTT, Ricardo Teófilo, acompanhou o início da operação semafórica e os trabalhos de orientação dos Agentes de Autoridade de Trânsito (AAT) a condutores e pedestres no local.

“Estamos sempre seguindo o plano municipal de circulação que prioriza a segurança dos pedestres e nesta região há um grande número de pessoas que precisam atravessar as ruas em segurança, assim como já realizamos em cruzamentos no Centro de Arapiraca”, afirmou Ricardo Teófilo.

 

Conflitos familiares

A cidade de Arapiraca, neste sábado (6), sediará um debate pertinente sobre conflitos familiares nas esferas psicológica, assistencial e jurídica.

O “I Seminário de Psicologia, Direito e Serviço Social” acontece a partir das 8h, no Planetário Digital, localizado no Lago da Perucaba, bairro Zélia Barbosa Rocha.

 

Apoio da Prefeitura

Realizado por alunos do 8º período da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o evento que tem apoio da Prefeitura de Arapiraca abordará o tema “Conflitos Familiares: Desafios e Perspectivas de Atuações Profissionais”.

A discussão será ampliada para tópicos como alienação parental, guarda compartilhada, judicialização de conflitos familiares e violência doméstica e familiar contra a mulher, entre outros.

 

Debatedores

Haverá diversos conferencistas como Valter Omena Acioly, procurador de Justiça de Alagoas; Iza Castro, técnica de Referência da proteção social especial de Tanque D'arca; Maria do Carmo Nobre Pessoa, professora de Psicologia Jurídica e Criminologia, do Centro de Ensino Superior Arcanjo Mikael de Arapiraca (Cesama); Aline Daiane, advogada e coordenadora do Centro de Referência e Atendimento a Mulher em Situação de Violência (Cramsv); Caroline Cavalcanti, professora assistente da Ufal; Renata Lopes, psicóloga do Cramsv, e Joana Jatobá, assistente social do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

 

Investimento

Para participar, o investimento é de R$ 40 para profissionais e R$ 30 para estudantes. Aos interessados, contatar os telefones (82) 9625-0005/ 9983-8455.

A discussão é pertinente visto que hoje as pessoas têm mais acesso à informação e podem se apropriar dela para resolver seus conflitos familiares, de forma ilibada.

 

Em defesa do rio

A população de Penedo ocupou as ruas do município, na quarta-feira, 3, para participar do Dia Nacional em Defesa do São Francisco. Estudantes, profissionais, moradores, autoridades demonstraram com uma grande manifestação seu desejo em defender o Velho Chico, que sofre com a degradação e, esta semana, viu seu nível ser ainda mais reduzido em vista de o setor elétrico ter solicitado a redução da vazão para 950 metros cúbicos por segundo.

 

Programação

 

A programação começou com uma saudação toda especial. A própria natureza se manifestou, com uma chuva intensa, por diversos momentos da caminhada, mas que não dispersou a multidão. “Essa chuva nos faz uma grande homenagem”, afirmou o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, no rápido discurso na praça Clementino do Monte, no centro da cidade, onde ocorreu a concentração.

 

 

… Ainda no momento da concentração, o vice-prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes (PSDB), lembrou sua posição sempre contrária às obras de transposição das águas do São Francisco.

 

… “Hoje está provada que a transposição foi altamente prejudicial à sobrevivência do rio”, disse.

 

… A promotora da área de Meio Ambiente do Ministério Público de Alagoas (MPE), Lavínia Fragoso, informou que o problema do Velho Chico motivou uma reunião, durante a manhã, em Brasília (DF), na qual o Ibama discutiu com técnicos do Ministério do Meio Ambiente as possíveis saídas para dissipar a mancha provocada por microalgas na região do município alagoano de Delmiro Gouveia.