Blog do Dresch

2 de junho de 2015

Sindicalista rural assume a CUT

                   O Congresso Estadual da Central Única dos Trabalhadores (CUT) escolheu, no final de semana, a trabalhadora rural Rilda Maria Alves para presidir a entidade no estado. Ela substituiu a sindicalista Amélia Fernandes, ex- presidente do Sindicato dos Urbanitários, que deixou o cargo e evitou fazer parte da nova direção. Rilda Maria é oriunda do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Arapiraca, onde tem se destacado por suas posições em defesa dos interesses dos agricultores familiares da região do agreste. A vice-presidência da CUT ficou com o sindicalista José Cícero da Silva.

A Lei Antifumo

                   No último Domingo (31) comemorou-se um ano da regulamentação da chamada Lei Antifumo. O texto proíbe fumar cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés e outros produtos similares em locais de uso coletivo, públicos ou privados, mesmo que o ambiente esteja isolado parcialmente por parede, divisória, teto ou toldo. Neste período, segundo avaliação de técnicos do Ministério da Saúde houve algumas mudanças de hábitos e de comportamento por parte da população. Em muitas cidades, principalmente em capitais e cidades de maior porte, o número de fumantes diminuiu e aumentou o processo de conscientização em relação ao tabaco. Donos de restaurantes ressaltam a importância da legislação, melhorou muito os ambientes e que existe mais respeito entre os clientes. “Antes a fumaça em ambientes fechados comprometia até o sabor da comida. Incomodava os demais clientes e muitos até deixavam o local porque se sentiam incomodados com o cheiro do cigarro. Isso não acontece mais” afirmou o dono de um restaurante de Brasília. Até mesmo os fumantes apoiam a Lei Antifumo para locais frechados, mas consideram que é necessário que sejam criados ambientes abertos para que seja possível fumar sem incomodar ninguém ou ser incomodado e repreendido. Além de reprimir o fumo em locais de uso coletivo, as novas regras extinguem os fumódromos. Fica permitido somente fumar em casa, em áreas ao ar livre, áreas abertas em estádios de futebol, vias públicas e tabacarias – voltadas especificamente para este fim. Entre as exceções estão tambem cultos religiosos, onde os fiéis poderão fumar caso faça parte do ritual.


Cuba atrai turistas

                   A reaproximação econômica de Cuba com os Estados Unidos e o fim do bloqueio imposto à ilha dos irmãos Castro, aumentou consideravelmente a busca por pacotes turísticos com origem no Brasil e também nos EUA. O número de vendas de pacotes para a ilha aumentou 9,5% em Abril na comparação com Março deste ano. As reformas econômicas de Cuba em função da reaproximação colocaram a ilha em evidência impulsionando vendas e aumentando o interesse brasileiro. Com as mudanças Havana e outros destinos, tem ocupado a mídia, sem falar que os preços são bastante competitivos que as outras ilhas do Caribe.

Cuba atrai turistas 2

                   A rede hoteleira também já se movimenta. Uma pesquisa realizada pela Meliá Hotels International verificou um aumento de 167% nas buscas pelo destino nos últimos quatro meses na comparação com o mesmo período do ano passado. O Brasil é o quarto país que mais procura hospedagem na ilha. O número de americanos que foram à ilha este ano aumentou em 36% segundo pesquisa realizada pela Universidade de Havana. A pesquisa considerou ainda que os americanos e brasileiros voltam muito impressionados e satisfeitos com a viagem e isso deverá refletir no crescimento das vendas. Os turistas canadenses e de países europeus são os principais visitantes de Cuba.

Combate à superbactéria

                   Alguns cientistas ingleses deram o alerta: a comunidade internacional deve criar um fundo de US$ 2 bilhões, para nos próximos cinco anos, estimular a indústria farmacêutica a desenvolver uma classe de antibióticos capaz de eliminar as superbactérias. Os custos totais desta guerra podem alcançar US$ 37 bilhões ao longo de dez anos, principalmente se confirmarem as expectativas de que, a partir de 2050 essas superbactérias poderão matar 10 milhões de pessoas por ano. O estudo previne ainda que o prejuízo econômico dos países ultrapassaria US$ 100 trilhões entre 2014 e 2050. Esses micro-organismos resistentes a todos ou à maior parte dos antibióticos disponíveis no mercado são hoje uma das maiores preocupações dos cientistas em todo o mundo.

Combate à superbactéria 2

                   O mercado atualmente investe pouco no combate a esses micro-organismos porque ainda não há interesse de farmacêuticas nesse tipo de droga. O fundo proposto seria enviado a centros de pesquisa e universidades de ponta, para criar novos remédios e formas de diagnosticar doenças. O termo superbactérias vem sendo utilizado há cinco ou dez anos, apesar de terem começado a surgir quatro ano após Fleming ter descoberto a penicilina, em 1940. E já existem bactérias contra as quais não existem recursos terapêuticos disponíveis. E elas não estão somente nos hospitais. Elas podem ser adquiridas no ambiente. E se não houver antibióticos para tratar das infecções, estaremos ameaçando a medicina como um todo.

Distribuição de sementes

                   O governador Renan Filho e o Secretário de Agricultura, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, iniciaram no último Sábado a distribuição de 439 toneladas de sementes de feijão milho e sorgo, a 26 mil agricultores familiares do sertão alagoano. A distribuição aconteceu na cidade de Santana do Ipanema. O evento estava marcado para esta quarta feira (3), mas foi antecipado em função das chuvas que caíram na região nos últimos dias, seguindo orientação dos técnicos da Secretaria. As sementes distribuídas são de excelente qualidade e caso as chuvas mantenham a regularidades garantirão uma excelente produção.

 

  • Que inveja! Acontece hoje, no Rio Grande do Sul, a 11ª edição do Dia da Liberdade de Impostos (DLI). A ação visa mostrar ao contribuinte a porcentagem de impostos cobrados em produtos como combustíveis, carros, alimentos e bebidas.
  • A campanha consiste na tradicional venda de gasolina sem impostos. Em Porto Alegre, o litro da gasolina será vendido a R$ 1,95 o litro, mediante distribuição de senhas a partir das 7h.
  •  Cada senha dará o direito á compra de 20 litros de gasolina comum e somente em dinheiro. Atualmente o litro da gasolina no Rio Grande do Sul custa, em média R$ 3,27, sendo que R$ 1,32 são de tributos e contribuições.
  • A ação é promovida por diversas entidades como Instituto Liberdade, Instituto de Estudos Empresariais, Associação da Classe Média (Aclame), Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes, além da CDL de Porto Alegre.
  • Atualmente no Brasil, são necessários 151 dias para que o cidadão pague os impostos cobrados pelo governo. A iniciativa de hoje acontece em Porto Alegre, na Região Metropolitana e nas cidades de Caxias e Pelotas.