Flávio Gomes

30 de Maio de 2015

De remendo em remendo

Paulo Guedes, economista, em “O Globo”: “… Está tudo errado no regime previdenciário brasileiro. Primeiro, porque mistura assistência social com previdência. Segundo, porque seus elevados encargos expulsam quase 50 milhões de pessoas do mercado de trabalho formal. Terceiro, porque mantém privilégios da classe política e do funcionalismo público em relação aos trabalhadores do setor privado. Quarto, porque dissipa recursos num ineficiente e corrupto sistema público de repartição, em vez de acumular fundos para investimentos num sistema privado de capitalização. Quinto, porque impede a necessária reforma da legislação trabalhista. Somos prisioneiros dos limites cognitivos de uma obsoleta plataforma social-democrata. De um lado, os excessivos encargos sociais e trabalhistas são uma verdadeira arma de destruição em massa dos empregos no Brasil. E, por outro lado, a previdência social já está quebrada antes mesmo do envelhecimento de nossa população. Apesar de uma população de idosos abaixo da média mundial, a previdência social brasileira é uma das mais caras e menos eficientes do mundo. O Brasil gasta com seguridade social por pessoa idosa um múltiplo de sua renda per capita, enquanto os países de baixa renda gastam apenas uma fração de suas rendas per capita. Uma reforma do regime previdenciário possibilitaria dramática redução dos encargos sociais e trabalhistas, ampliando a criação de empregos formais e expandindo a base de contribuintes do novo regime…”

 

Balanço

Renan Filho completa hoje cinco meses de gestão e pouco tem a mostrar. A nova sede do Detran tem sido destaque na propaganda oficial, mas convém lembrar que foi construída e inaugurada por Téo Vilela, seu antecessor. A presença do governo em Arapiraca, ontem e anteontem, foi até agora a principal ação político-administrativa.

 

Moldura

Dilma Rousseff também completa hoje cinco meses da segunda gestão na Presidência da República. Em relação a ela o que se pode dizer é que abdicou de governar, entregando a gestão política ao vice, Michel Temer. Na pauta palaciana prevalecem escândalos de corrupção envolvendo governistas e promessas de campanha não cumpridas.

 

Diferença

 

Pelo menos no relacionamento com os servidores da Fazenda o secretário George Santoro vence o antecessor, Maurício Toledo, de goleada. Bastante extrovertido, bem ao contrário de Toledo, Santoro circula constantemente em todos os setores do prédio sede da Sefaz. Mais para se relacionar com a equipe do que mesmo para bisbilhotar.

 

Buraco

Em entrevista ao programa “Conjuntura”, na TV Mar, o médico Ronald Mendonça, que dirige a Clínica de Repouso José Lopes Mendonça, explicou porque a instituição não tem mais interesse em pacientes do SUS: a diária, paga com atraso, é de R$ 32,00. A quantia seria para custear todas as despesas por paciente, mas é insuficiente.

 

Incentivo

O patrocínio da Braskem a vários prêmios de jornalismo em Alagoas tem resultado na produção de matérias de mais qualidade. O 11º Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental, a ocorrer em 13 de junho, é bem um exemplo disso. Foram inscritos 150 trabalhos de 88 jornalistas e 23 estudantes, 50% a mais que na edição passada.

 

Determinação

Para enfrentar a crise que afeta a economia os órgãos oficiais de turismo do Nordeste vão realizar várias ações conjuntas, a partir de junho, em parceria com a iniciativa privada. Foi o que anunciou em Fortaleza, durante a BNTM, encerrada ontem, a presidente da CTI-NEComissão de Turismo Integrado do Nordeste, Jeanine Pires.

 

Plano

Do jurista Miguel Reale Jr., que sugeriu ao PSDB desistir do impeachment de Dilma Rousseff para processá-la por crimes contra as finanças públicas e falsidade ideológica. “Não foi um recuo. Foi uma questão de estratégia, de saber qual o melhor caminho neste instante. Pelo contrário, o processo criminal é mais grave do que o impeachment”.

 

 

*A partir de amanhã, gasolina, álcool, diesel e gás natural vão ficar mais caro em Alagoas. O preço médio da gasolina comum passa a ser de R$ 3,27; o do álcool, R$ 2,54; diesel, R$ 2,78; GNV, R$ 2,09. O botijão de GLP passa a custar R$ 3,36.

 

*A Adeal alerta que o prazo para vacinar o gado contra a febre aftosa acaba hoje e que não haverá prorrogação. Os criadores terão até 15 de junho para fazer a declaração nos escritórios da Adeal. Quem não declarar estará sujeito a penalidades.

 

*Hoje a edição de “Aplauso”, às 10 horas, na Educativa FM,  abordará a carreira do Trio Nordestino, iniciada em 1957. O Trio Nordestino, inclusive, é a principal atração da festa “Os Bons Tempos Voltarão”, na 6ª feira, 5 de junho, no Jaraguá Tênis Clube.

 

*Artistas plásticos interessados em expor trabalhos na Galeria de Arte do Complexo Teatro Deodoro só têm até hoje para se inscrever no edital publicado pela Diteal. A ficha de inscrição está disponível no site da Diteal: www.teatrodeodoro.al.gov.br.

 

*Encerram-se hoje as inscrições para o Programa de Iniciação Artística 2015, promovido pela Pró-reitoria de Extensão da Ufal, que prevê atividades de criação e difusão de produções e performances em Música, Artes Cênicas, Literatura e Artes Visuais. 

 

*A Universidade Federal de Alagoas recebe até amanhã inscrições do concurso público para professores efetivos da Faculdade de Letras. As inscrições devem ser feitas pelo site da Copeve: www.copeve.ufal.br. Os salários variam de R$ 5.945,98 a R$ 8.639,50.

 

*Além das falcatruas que têm vindo à tona, no governo do PT e na FIFA, há algo mais em comum entre o ex-presidente Lula e Joseph Blatter: ambos não sabem de nada. Só podem ser inocentes demais ou cúmplices. Não há meio termo.

  

“Para fazer qualquer coisa, precisa de liderança. Quando o presidente não lidera, o Congresso ocupa espaço”

 Fernando Henrique Cardoso

 Ex-presidente da República, sobre a situação política atual do Brasil