Roberto Baia

9 de Maio de 2015

Em busca de investimentos

A prefeita de Major Izidoro, Santana Mariano (PTB), após tirar pela segunda vez o município do Cauc, passou esta semana em Brasília, em busca de recursos para mais investimentos a favor da população.

Acompanhada do secretário de Administração, César Campos, e o secretário de Infraestrutura, Henaldo Mariano, e do vereador Leopoldo Amaral, que é vice-presidente da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), a prefeita estave nos gabinetes dos parlamentares alagoanos.

 

Nos gabinetes

Santana Mariano reuniu-se com o senador Fernando Collor (PTB), deputados federais Marx Beltrão (PMDB), Maurício Quintela (PR), Paulão (PT) e Givaldo Carimbão (PROS).

“Foi uma caminhada muito proveitosa, uma vez que obtivemos o compromisso do senador e dos parlamentares para levar recursos para a nossa Major Izidoro”, disse a prefeita, que não usa a diária da prefeitura em suas viagens a Brasília.

 

Moradia legal

A Prefeitura de Maragogi, com apoio das Secretarias de Infraestrutura e Assistência Social, começou na última terça-feira (05), a realizar o cadastramento dos moradores de São Bento, para regularização fundiária, com o programa Moradia Legal.

 

Escrituras

Composta de 12 pessoas identificadas com uma camisa personalizada, a equipe está percorrendo os imóveis do bairro para cadastrar as famílias e coletar os documentos necessários para escriturar os imóveis aptos, gratuitamente. De acordo com o Secretário de Infraestrutura Rildson José, para facilitar o trabalho, os beneficiários devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço, renda e termo de assentamento ou posse.

 

Empréstimos

Para o Prefeito Henrique Madeira, o apoio da comunidade é fundamental para o bom andamento do programa que tem o intuito de regularizar a documentação de imóveis de cidadãos de menor poder aquisitivo.

 

Iniciativa

 

“Essa iniciativa da presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) e da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ/AL), é louvável, afinal, nada é mais confortável para uma família do que ter a segurança de que aquela propriedade lhe pertence. Quem tiver seu imóvel regularizado, poderá tomar empréstimo para melhorias habitacionais e até transferi-lo legalmente por venda ou herança, com anuência da Prefeitura. Os primeiros títulos de posse devem ser entregues em até 90 dias”, afirma o prefeito.

 

Ações do Direito

Estudantes do 7° Período de Direito do Instituto de Ensino Superior Santa Cecília (IESC) realiza neste sábado, 9, o projeto Socializando com o Direito.

O evento acontece na Escola Municipal Domingos Lopes, no bairro Canafístula, e conta com o apoio da Prefeitura de Arapiraca e dos professores Alécio Marcelo e Jadney Aragão.

O objetivo do projeto é promover ações do Direito para as comunidades carentes do município sem fins lucrativos.

 

O objetivo

As causas de atuação do projeto neste sábado serão: alimentação, divórcio, investigação de paternidade, reconhecimento de união estável e usucapião.

De acordo com as estudantes Juliana Samilla e Cristiane Lúcio Pires, coordenadoras do projeto, à ideia central é levar mais informações para famílias que não tem acesso as atuações do Direito.

Marechal Deodoro

A informação está no site Real Deodorense: Na manhã de hoje quinta-feira,  7, a comissão de inspeção das condições de ensino e trabalho das escolas municipais, teve o seu terceiro dia de atividades inspecionando 5 escolas e todas também apresentaram problemas estruturais, no transporte e alimentação.

 

Muitos problemas

De acordo com a comissão nessa inspeção os problemas encontrados foram: à falta de merenda, ventiladores quebrados, instalações elétricas expostas, transporte escolar insuficiente para a quantidade de alunos usuários desse meio de locomoção, quadros danificados, barulho dos ventiladores atrapalhando a aula, salas que não comportam a quantidade de alunos, escolas sem local para fazer a prática de educação física, salas de informática sem uso por falta de professores e manutenção.

 

… E os problemas não para por aí: , caixa de gordura transbordando, salas escuras, mesas e cadeiras escolares inadequadas para as crianças e adolescentes, banheiros insuficientes para a quantidade de alunos, telhados danificados, dentre outras situações que dificultam um ensino de qualidade na rede educacional do nosso município.

 

… Segundo informações dos professores de uma das escolas em dia de provas os alunos tem que se dividirem em duas turmas, os que vão fazer prova em sala de aula e os que vão fazer no corredor da escola.

 

… “Espero que com esse levantamento das principais dificuldades encontradas em cada instituição o Poder Executivo Municipal junto com a Secretaria Municipal de Educação venha melhorar a rede de municipal de ensino de Marechal Deodoro, trazendo desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem de crianças, jovens e adultos”, afirmou o presidente da comissão, vereador Cacau.