Flávio Gomes

6 de Maio de 2015

Desesperança brasileira

De Frei Betto, escritor, em “O Dia”: “… Desemprego e inflação representam uma química socialmente explosiva. Cometeu-se o equívoco de fazer inclusão econômica à base de programas sociais, créditos facilitados e desonerações tributárias, sem lastro de sustentabilidade. Em 12 anos de governo, o PT não fez reformas de estrutura, como a agrária, a tributária e a política. Agora, o buraco se abriu, e a conta chegou sob o nome de ajuste fiscal. Quem vai pagá-la? As grandes fortunas, as remessas de royalties ao exterior, as heranças dos mais ricos, a maior tributação dos produtores e rentistas? Nada disso. Joaquim ‘Mãos de Tesoura’ Levy jogou a conta nas costas dos mais pobres, reduzindo direitos trabalhistas, enquanto Dilma multiplica os recursos do Fundo Partidário, e o Legislativo e o Judiciário aumentam seus salários. A nação entrou em crise de depressão cívica. O PT não faz autocrítica. A presidenta, alvo de panelaços, se cala. Os movimentos sociais, debilitados, disputam as ruas com quem protesta sem saber o que propor. O pouco que resta da esquerda receia fazer eco à direita na sua crítica ao governo. Perante o desgaste dos partidos, surgem propostas de formar frentes suprapartidárias, congregando militantes de diferentes partidos e movimentos sociais. Rumo a quê? Qual a proposta capaz de aglutinar distintos segmentos da nação? Apenas evitar a retomada do poder central pela direita? Isso já se fez na reeleição de Dilma…”

Agenda

A Academia Alagoana de Letras homenageia hoje dois acadêmicos recentemente falecidos: Romeu Loureiro e Divaldo Suruagy. O evento tem início às 9 horas, aberto ao público. Romeu Loureiro, crítico de arte e cronista social, será homenageado por Enaura Quixabeira; Divaldo Suruagy, que exerceu vários cargos políticos, por Rostand Lanverly.

Semelhança

Em seu blog, no portal Cada Minuto, o jornalista Davi Soares registra semelhança entre o lema da marca do governo Renan Filho (“Trabalhando sério, a gente chega lá”), lançada há poucos dias, com o slogan do vereador Júlio Cezar, de Palmeira dos Índios, que foi candidato a governador pelo PSDB: “Do jeito certo a gente chega lá”.

Posição

O deputado federal Cícero Almeida (PRTB-AL) é contra o projeto de lei que propõe a cobrança aos municípios de investimentos em educação, saúde, lazer e transporte nas obras do programa “Minha Casa, Minha Vida”. “É bom anunciar mais 3 milhões de habitações para o país, mas não é só chegar e construir”, argumenta ele.

Realidade

Na reunião da AMA, anteontem, sobre a proposta do Pacto Federativo, Célia Rocha, de Arapiraca, registrou a difícil situação dela e dos seus colegas prefeitos: “Para quem tem vergonha na cara é difícil não poder executar as promessas de campanha e administrar do jeito que está. São quatro anos ladeira abaixo, só de dificuldades”.

Modernidade

O advogado Cristian Teixeira, secretário da Gestão e do Planejamento, anuncia que a discussão sobre o próximo Plano Plurianual do governo estadual deverá ter participação mais efetiva do cidadão. É que está sendo fechado um programa para que qualquer pessoa possa dar sugestões ao PPA à distância, de onde estiver, via Internet.

Expansão

A rede de supermercados Palato vai instalar uma unidade na Avenida Álvaro Otacílio, orla de Ponta Verde, no prédio onde funcionou por anos o Restaurante Spettus/Famiglia Giuliano, que encerrou suas atividades há dois meses. Cogitou-se, no ano passado, de ser instalada ali uma agência da Caixa Econômica, mas não vingou.

Esperneio

Do ex-presidente Lula: “Pegue todos os jornalistas da Veja e da Época e enfie um dentro do outro que não dá 10% da minha honestidade”. A razão da raiva é matéria de “Época” que diz: “O Ministério Público abre investigação contra o petista por tráfico internacional de influência. Ele (Lula) é suspeito de ajudar a construtora Odebrecht a ganhar contratos na América Latina e na África com dinheiro do BNDES”.

 

*Empresários do Arranjo Produtivo Local Móveis do Agreste terão oportunidade de divulgar seus produtos, de hoje a sábado, na cidade de Palmeira dos Índios. A ideia é atrair novos moveleiros. Os estandes ficarão instalados na Praça da Independência.

*O Ipaseal Saúde regulamentou o seu serviço de Ouvidoria institucional, para receber solicitações, críticas e sugestões. Só não serão resolvidas questões pendentes de decisão judicial. Para atendimento, basta ir à sede do órgão. Contato: 3315.3267.

*A Fundação Teotônio Vilela está divulgando, até o final de maio, o acervo técnico do Memorial Teotônio Vilela em faculdades de Maceió, com o projeto “Teotônio Vai às Escolas”. Depois, a mostra vai percorrer escolas da rede pública de ensino.

*A Ufal abriu inscrições, até 25 de maio, para concurso de professor, com vagas para o Centro de Ciências Agrárias, em Rio Largo, e os Campus A.C. Simões, em Maceió, Arapiraca e Sertão, em Delmiro Gouveia. Informações: 3214.1052.

*A Eletrobras Alagoas orienta quem está organizando “palhoções” de São João que devem pedir à empresa a ligação de energia. É preciso apresentar um requerimento na unidade da Rua José Bonifácio, em Maceió, ou nos postos instalados no interior.

*Os resultados dos últimos anos mostram equilíbrio técnico entre CRB e Coruripe, que decidem hoje o Campeonato Alagoano de 2015, 22 horas, no Trapichão. Acontecendo empate haverá prorrogação e, persistindo, o campeão sairá em cobrança de pênaltis.

 

“Aqueles que lhe deram o benefício da dúvida, durante a campanha, agora cobram o que consideram uma dívida”

Ricardo Mota

Jornalista, em seu blog, no Tudo na Hora, sobre os compromissos do governador Renan Filho para com o funcionalismo público