Flávio Gomes

28 de Abril de 2015

E a lei não é uma só?

Leitor assíduo desta “Conjuntura” envia o texto a seguir, bastante pertinente: “De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, os procuradores que estão à frente da Operação Lava Jato deverão impor uma multa de R$ 200 milhões ao PT, valor equivalente ao citado pelo ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco, em suas delações premiadas. O objetivo seria criminalizar o partido, classificando todas as suas doações, levantadas pelo ex-tesoureiro João Vaccari Neto, preso há uma semana, pelo chamado ‘caixa 1’, como fruto de ‘propina’. Sem recursos mínimos, o partido não teria meios para sobreviver, nem para disputar futuras eleições. O Jornal do Brasil, comprometido com a verdade e com a ampla e irrestrita amplitude da investigação, questiona: onde está o mesmo rigor com os demais partidos e políticos envolvidos na Lava Jato? Onde estão as medidas com relação ao PP? Como anda a investigação com relação ao envolvimento de ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra? O fato de ele já ter falecido minimiza seu suposto envolvimento? Ninguém responde pelos supostos crimes? A forma exageradamente direcionada com que as medidas estão sendo tomadas deixa transparecer um viés de perseguição. Enquanto supostos corruptos são perseguidos, outros são privilegiados.” Aguardam-se respostas.

Detalhe

O governo do Estado já concluiu os estudos para implantação do reajuste salarial dos servidores, a partir de maio, com base no IPCA, mantendo assim a política salarial do governo Téo Vilela. Dá cerca de 7% de aumento. Os cálculos indicam acréscimo de R$ 13 milhões/mês na folha. A questão agora é financeira.

Mudança

De Thiago Prado, na revista “Veja”: “Fernando Collor está fora dos planos do partido que será criado a partir da fusão entre PTB e DEM. A ideia é entregar o comando da nova sigla em Alagoas aos democratas e, com isso, influenciá-lo sutilmente a seguir outro rumo. O novo partido será de oposição ao governo Dilma Rousseff”.

Ave rara 

Sábado passado, por volta das 18 horas, na Panificação Alteza, em Ponta Verde, um cidadão falou, admirado, para outro: “Olha quem está na fila: o Benedito de Lira. É a primeira vez que vejo um político em fila de padaria.” O amigo, cliente antigo, explicou que é comum o senador ir àquela padaria e entrar na fila, como todo mundo.

Acertos

Quem acompanha os bastidores políticos da Assembleia Legislativa atesta: acabou a lua de mel entre Renan Filho e a Assembleia Legislativa. O bom relacionamento do início da legislatura dá lugar a um processo de, digamos, reciprocidade, inclusive junto à chamada base governista. É a fase do cada caso é um caso.

Advertência

Pessoa próxima a Rui Palmeira está preocupada com sua imagem, se ele não tomar uma providência em relação a uma figura influente da sua administração. E alerta que o excesso de poderes do cidadão é apenas uma das questões. Tem coisas mais sérias que, se um dia vierem à tona, poderão atrapalhar a carreira do prefeito.

Melhorou

Governistas que integram a bancada federal alagoana sentem a diferença de estilo entre Dilma Rousseff e seu vice, Michel Temer, que passou a cuidar da parte política do governo. Experiente, de vários mandatos, Temer é meticuloso e receptivo às demandas políticas. Ao contrário dela, no primeiro cargo eletivo e grosseira até com assessores.

Aí sabe… 

De Carlos Lupi, ex-ministro dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e presidente nacional do PDT: “O PT exauriu-se, esgotou-se. Olha o caso da Petrobras. A gente não acha que o PT inventou a corrupção, mas roubaram demais. Exageraram. O projeto deles virou projeto de poder pelo poder”.

 

* A secretaria estadual da Fazenda está convocando credores para quitação, à vista, dos débitos referentes a 2014. Os credores que oferecerem os maiores descontos terão seus débitos antecipadamente quitados dentro do próximo mês.

* Representantes do setor produtivo alagoano discutem hoje, a partir das 15 horas, no Maceió Atlantic Suítes, a criação de um Parque de Biotecnologia no campus da A. C. Simões, da Ufal. Uma iniciativa da Associação Hemerson Casado Gama.

*A Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas promove hoje café da manhã com seus associados, na sede da entidade. Às 10 horas tem Assembleia Geral Ordinária para apresentar o relatório de 2014/2015, o balanço e a prestação de contas.

* Hoje é o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho. O grupo de técnicos de segurança do trabalho da indústria da construção civil promoverá várias ações. Inclusive, o seminário “Abril Verde”, às 14 horas, na Casa da Indústria.

* A Prefeitura de Arapiraca reabre as matrículas na Escola de Artes para estudantes da rede municipal de ensino e população em geral. Gratuitas, as inscrições ocorrem de hoje a 5ª feira, 30, no Centro de Apoio à Educação Integral II, na Praça Luiz Pereira Lima.

* A Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho da Ufal abriu, até 11 de maio, inscrições do concurso de professor da Faculdade de Medicina e do curso de Medicina do Campus Arapiraca. Os salários variam de R$ 2.173,85 a R$ 8.639,50.

* A torcida do CRB ficou a dever, domingo, no Trapichão, na vitória de 2×0 sobre o ASA. Pela importância do jogo, esperava-se casa cheia. Aliás, a torcida do CSA, mesmo em más campanhas do time, sempre se faz mais presente nos estádios.

 

“Serão R$ 6 bilhões para financiar campanha. Não acredito que a sociedade concorde em tirar R$ 6 bi da Saúde para financiar candidaturas”

Romero Jucá

Senador do PMDB/RR e relator da Comissão de Orçamento, ao criticar o financiamento público das campanhas dos partidos