Edmilson Teixeira

25 de Abril de 2015

Satuba

Quem gosta de apreciar o Futebol Americano vai ter a oportunidade de neste domingo prestigiar na cidade de Satuba, uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O jogo será entre o Maceió Marechais, equipe criada há três anos, contra o Vitória da Bahia.  O palco da disputa será o  estádio Benigno Acioly, a partir das 14h. A competição atualmente é dividida em duas fases. A primeira, formada pelo grupo de acesso, que se dividem em Norte e Sul, onde estão disputando Marechais (AL), Vitória (BA) e Imortais (SE). Brigando por apenas uma vaga no grupo Sul da segunda fase, estão Mariners(PE), Espectros(PB) e Bravos(SE)

 

São Miguel dos Milagres

Uma equipe do INSS passou de terça até ontem em São Miguel dos Milagres, participando do mutirão do Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural (PNDTR). Segundo o órgão, nos dois primeiros dias foram atendidas 177 pessoas, a maioria à procura de informações sobre aposentadoria, auxílio-doença e agendamento de benefícios. No ano passado, o mutirão foi realizado em 18 municípios. Este ano já ocorreram nas cidades de Senador Rui Palmeira e Palmeira dos Índios, onde foram registrados 965 atendimentos.

São Miguel dos Milagres – visão

O objetivo do mutirão do PNDTR, criado há 11 anos, é emitir documentos como CPF, Identidade e Carteira de Trabalho. A participação do INSS é tirar as dúvidas do cidadão, levando informações sobre os benefícios previdenciários e as formas de contribuição, principalmente dos trabalhadores rurais e quais documentos comprovam a atividade. Esse programa busca a inclusão social das trabalhadoras rurais, seja em atividades na agricultura familiar ou na reforma agrária. Seus parceiros são: MDA, INSS e INCRA.

 

União dos Palmares

Próxima segunda-feira a cidade palmarina será tomada  pelas  Caravanas do Esporte e da Música por meio de um projeto social do Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância. As caravanas ficam até quinta-feira, atuando em estações esportivas e artísticas para alunos da rede pública de ensino, além de oficinas  de formação de jovens ambientalistas e capacitação de professores em arte e esporte educacionais.

União  – dimensão                            

Com uma equipe de mestres em educação, as Caravanas levam, mensalmente, atividades esportivas e artísticas a municípios com baixo e médio Índices de Desenvolvimento Humano, para  incentivar ações públicas que incluam o esporte e a arte na educação. Os municípios são escolhidos em conjunto com o Unicef.  Artistas  e atletas medalhistas, convidados das Caravanas, participam voluntariamente e ajudam a motivar educadores, gestores e a comunidade para a valorização da música e do esporte nas escolas.

Estrutura

Oito mini estações esportivas da Caravana do Esporte; duas  tendas de música e dança da Caravana da Música, uma tenda de Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição com profissionais da Faculdade Estácio FAL  para atendimento da comunidade;  o Cine Caravana/Disney, com 300 lugares  e a tenda do Show da Caravana, com capacidade para 600 pessoas, fazem parte da estrutura dos projetos. 

Saúde – estratégia

O governo do Estado estuda a viabilidade de construir dez centros de especialidades e diagnósticos nas regiões de saúde. O projeto, de acordo com a secretária estadual de Saúde, Rozangela Wyszomirska, é a continuidade da proposta da descentralização dos serviços de saúde recomendada pelo Ministério da Saúde e visa reduzir o tempo de espera dos usuários do SUS, que passará a ter acesso a várias especialidades sem a necessidade de se deslocar a Maceió quando necessitar de consultas eletivas.

 

Saúde- mapa

 

A primeira etapa do projeto é o mapeamento das regiões, para determinar os municípios que vão receber esses centros. “Existem alguns critérios para firmar o município como referência para o centro de especialidades e diagnóstico”, explica o diretor estadual de Atenção Hospitalar e Urgência, médico Rogério Barboza. Esses critérios, segundo ele, compõem a segunda fase do projeto, o cadastramento, que já tem alguns municípios em análise, como Porto Calvo, União dos Palmares, São Miguel dos Campos, Penedo, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia, além de Maceió e Arapiraca.

 

São Luiz de Quitunde  

Foi publicada nesta sexta-feira, uma decisão do desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo, do TJ/AL, mantendo a liminar que obriga o município de São Luiz do Quitunde a providenciar o tratamento médico de uma criança diagnosticada com cisto poplíteo. A ordem é para que  o município providencie o tratamento da paciente com a realização de cirurgia, internação hospitalar, realização dos exames pré-operatórios que forem necessários e possível biópsia, sob pena de multa diária de R$ 500,00 em caso de descumprimento. O prazo estipulado foi de dez dias.

 

INSS

Neste sábado, o INSS antecipa o atendimento de 195 segurados que solicitaram auxílio-doença e estão agendados para a primeira avaliação pericial nas agências Ary Pitombo (Maceió), Porto Calvo e Rio Largo. O atendimento será realizado na agência Ary Pitombo, situada na Av. Almirante Álvaro Calheiros, 1.187, Jatiúca, próximo ao Viaduto João Lira. Para os que estão agendados para as duas unidades do interior, as perícias serão realizadas na agência Jatiúca, localizada na Travessa Dona Constança, s/n, Poço, das 7h às 13h.

 

Sertão –água em exagero

Um fenômeno natural tomou conta de boa parte do sertão alagoano  na madrugada de ontem. É que a região foi atingida por um forte temporal que chegou até  a complicar o fornecimento de água, assegurado pela Casal. A chuva provocou a falta d’água (mas nas torneiras) dos municípios de Água Branca, Canapi, Inhapi, Mata Grande e Olho d’Água do Casado  durante todo dia de ontem. A Casal alega que as chuvas deixaram impróprias as águas do sistema adutor coletivo da região, cuja estação fica em Delmiro.

Monteirópolis / Mar Vermelho

No blog do jornalista Diego Barros, ele afirma que mais de 4 mil agricultores familiares que vendem leite ao Estado para o “Programa do Leite” estão sem receber há dois meses. Devido a esse problema, alguns produtores deixaram de fornecer leite ao programa. Essa foi a decisão tomada pelos agricultores da comunidade quilombola Paus Pretos, situada na zona rural do município de Monteirópolis, no Sertão, e de uma associação do município de Mar Vermelho.