Blog do Dresch

25 de Abril de 2015

Estado atende pleitos LGBT

                   Lideranças do Movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) encaminharam ao Governo do Estado algumas demandas como politicas públicas de proteção e da reativação do espaço que sempre tiveram na Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos. Eles manifestaram seus pleitos ao Secretário Fábio Farias, do Gabinete Civil, que garantiu o atendimento imediato. As lideranças igualmente se disseram preocupadas com a violência praticada contra os homossexuais em Alagoas, uma vez que aconteceram este ano três mortes por homofobia.

Apoio à causa LGBT 2

                   Além da questão dos assassinatos, outra reivindicação das lideranças LGBT diz respeito ás políticas na área da saúde e educação. Principalmente os travestis que são muito discriminados quando buscam atendimento na rede pública de saúde do estado. “Muitas vezes são ignoradas e não são reconhecidas no gênero feminino, o que é uma forma de discriminação” ressaltou uma das lideranças. Outro pleito encaminhado é a reativação do Conselho Estadual dos Direitos Humanos, cujos integrantes sequer tomaram posse até o momento.

Acabar com a malária

                   Especialistas internacionais da área da saúde, estimam que serão necessários 93 bilhões de euros para erradicar totalmente a malária no planeta até 2030. O problema é que os fundos atualmente disponíveis para este tipo de ação não chegam nem a metade deste valor, segundo dados divulgados esta semana pela campanha denominada Roll Back Malária Partnership (RBM). O Dia Mundial da Malária é lembrado neste Sábado (25), e a OMS e a Unicef que fazem parte da RBM, alertam não só para os avanços da luta contra a doença, mas também para tudo que ainda precisa ser feito. Segundo os dados, atualmente existem no mundo 2,3 milhões de pessoas com risco de contrair malária. Estima-se que em 2013, aproximadamente 198 milhões de pessoas tenham contraído a doença, das quais 584 mil morreram, 90% delas na África. Desde o ano 2000, a incidência da malária no mundo registrou redução de 30%, e 34% na África. De acordo com a RBM, os 93 bilhões de euros necessários para eliminar a doença até 2030 permitiriam salvar 12 milhões de vidas e evitariam 3 milhões de casos, além de uma despesa global de mais de 230 bilhões de euros. Anualmente, a África deixa de ganhar 11 bilhões de euros em produtividade por causa da doença. De acordo com a RBM, em 2013 foram investidos no mundo 2,416 bilhões de euros em diversos programas e projetos para combater a doença. Para a RBM, o montante estimado para que toda a população tenha acesso a métodos preventivos e a tratamentos para curar a malária chega a 4,7 milhões de euros.

 

50 milhões de usuários

                   O Facebook anunciou esta semana, através do seu relatório trimestral, os resultados financeiros obtidos de Janeiro a Março e a adesão de novos usuários. Até o dia 31 de Março foram computados 1,44 bilhão de usuários únicos mensais, contra 1,39 bilhão em 31 de Dezembro, gerando um aumento de 50 milhões de usuários. Desses 1,44 bilhão, pelo menos 1,25 bilhão de pessoas acessam o serviço através de celulares e tablets.

50 milhões de usuários 2

                   A cada dia são 936 milhões de pessoas que utilizam a rede social, segundo o relatório, e cada vez mais aumentam os anúncios publicitários. Nos últimos três meses, o Facebook contabilizou US$ 3,5 bilhões de faturamento, sendo que 73% da publicidade é composta de anúncios para dispositivos móveis. Mas os custos da empresa também aumentaram bastante, chegando a 83%, num total de US$ 2,6 bilhões, reduzindo o lucro do Facebook de 46% para 23%, caindo de US$ 1,08 bilhão para US$ 933 milhões no ano passado.

 

Pirataria ocular

                   Pode ser óculos de sol, de grau ou mesmo armações. Mas quatro em cada dez consumidores brasileiros compram produtos óticos pirateados. O dado é da Associação Brasileira da Indústria Óptica (Abióptica), que reúne fabricantes, importadores e varejistas do segmento. Em 2014, o faturamento desse pessoal chegou a R$ 23,1 bilhões, um crescimento de 3% sobre as vendas de 2013, contudo, quase a metade do valor ficou com o mercado informal. A maior parte destes produtos contrabandeados (de sol, de grau e armações) tem origem chinesa e vendido em larga escala entre os camelôs brasileiros, especialmente na Região Sudeste, que concentra 57% do consumo.

Pirataria ocular 2

                   Segundo a Abióptica, 80 milhões de óculos foram recolhidos pela fiscalização nos últimos oito anos, e desses, 30 milhões foram destruídos. O setor estima que, só no ano passado, com a venda dos produtos pirateados, houve um prejuízo na arrecadação de impostos de R$ 4 bilhões. A Associação alerta que, além dos prejuízos econômicos, existe sérios riscos à saúde, já que estes óculos não são testados. Assemelham-se aos originais, mas não oferecem a proteção necessária e podem causar danos irreversíveis à visão.

 

 

  • A Secretaria de Defesa Social e Ressocialização têm comemorado os resultados obtidos no combate á criminalidade, especialmente no número de criminosos e infratores presos no primeiro trimestre deste ano.
  • De acordo com informações do Núcleo de Estatística e Análise Criminal da Secretaria, em Janeiro do ano passado foram presas 714 pessoas em flagrante delito, contra 778 detidas em 2015. Um acréscimo de 64.
  • Em fevereiro de 2014 foram efetuadas 674 prisões, enquanto que em Fevereiro deste ano aconteceram 797, um aumento de 123 detenções.
  • Já em Março do ano passado 692 pessoas foram presas em flagrante delito, contra 801 em Março de 2015. 109 a mais.
  • Na soma total do trimestre, as forças de segurança recolheram 296 pessoas a mais para as prisões do que no mesmo período do ano passado.