Edmilson Teixeira

15 de Abril de 2015

Matriz de Camaragibe

A cidade de Matriz de Camaragibe amanheceu de luto nesta terça-feira. Faleceu dona Arlete Mendonça aos 82 anos. Ela entra para história do município, como uma das guerreiras que lutou em prol da Emancipação Política. Chegou até a idealizar a formação da bandeira municipal; num empenho cívico de luta; razão que lhe credenciou como a matriarca de seu povo na região. Dentro de 10 dias, ou melhor, próximo dia 24, Matriz estará completando 57 anos de sua Emancipação sem a presença dela, que foi a primeira funcionária pública da Prefeitura. O prefeito Marcos Paulo (Marquinhos) decretou luto oficial por três dias.

 

 

Jequiá da Praia

Durante o dia de ontem,  representantes dos sindicatos de trabalhadores rurais de Jequiá da Praia, participaram de uma oficina sobre “Benefícios Previdenciários”, promovida pela Gerência do INSS em Maceió. O objetivo da ação, foi o  disseminar as informações sobre os benefícios previdenciários para que esses trabalhadores orientem os sindicalizados sobre o tema, facilitando o acesso aos benefícios.

Outras

Segundo o INSS, ainda serão realizadas mais sete oficinas até o mês de junho, nas cidades de Arapiraca, Maceió, Pão de Açúcar, Santana do Ipanema, Murici, Piranhas e Palmeira dos Índios. A próxima será  sexta-feira em Piranhas. A oficina é comandada por dois servidores do órgão, que abordam a legislação previdenciária, com espaço para comentários e esclarecimentos de dúvidas; seguida de trabalhos em grupos para formalização e análise de processos de aposentadorias por idade e salário-maternidade. 

 

 

Flores

Começa hoje em Maceió  e vai até sexta-feira, na sede do Senar em Jaraguá, um curso sobre produção de arranjos florais para todas as pessoas que tenham o interesse de aprender sobre flores, seu mercado, como produzir arranjos e decorar todos os tipos de ambientes e festas. O evento é promovido pela Cooperativa dos Produtores e Exportadores de Plantas, Flores e Folhagens Tropicais de Alagoas (Comflora) e tem o apoio da Organização das Cooperativas Brasileiras em Alagoas (OCB/AL).

 

Flores- ramificação

 

A Comflora foi criada em 2002 e hoje conta com o trabalho de cooperados que produzem flores tropicais nos municípios de Atalaia, Arapiraca, Coruripe, Maceió, Marechal Deodoro, Messias, Passo de Camaragibe, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte e São Miguel dos Campos.

 

Atalaia

Com o intuito de oferecer uma atividade inovadora e um importante diferencial para somar ao desenvolvimento infantil, a Secretaria de Educação, através do projeto “Mais Educação” implantou a modalidade de Pilates no atendimento às crianças especiais da rede municipal de ensino.

Atalaia- visão

De acordo com a coordenadora da Educação Especial/Inclusiva, Priscila Fernandes, a modalidade identifica alterações posturais precoces e sinalizam aos pais a importância de uma interferência antecipada com fins preventivos e de promoção da saúde desde a infância. “Nosso objetivo é aliar os princípios do método à ginástica, brincando e educando”, explicou.

Leite

Na manhã desta quarta-feira, produtores, associados e autoridades da agropecuária alagoana ligados a  Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) participam de um café regional pela passagem dos 14 anos da Cooperativa.  O encontro acontece na sede da CPLA, no bairro do Trapiche, a partir das 8h. Na oportunidade, o presidente da cooperativa, Aldemar Monteiro, irá conduzir a solenidade e homenagens. 

Girau

Empresários e empreendedores de Girau do Ponciano estão  participando desde segunda-feira, da primeira Oficina Sebrae de Empreendedorismo no município. O  evento que se estende até sexta-feira, acontece no horário noturno  no Ginásio de Esportes Djalma Nunes. Na pauta: palestras, capacitações e atendimentos voltados para gestão e inovação em negócios. 

 

Saúde

A Vigilância em Saúde Ambiental do Estado alerta a população dos oito municípios sertanejos que tiveram o fornecimento de água suspenso pela Casal, em consequência de uma mancha de 25 km de extensão no Rio São Francisco, para ficar atenta a possíveis sinais de intoxicação. Os municípios atingidos pela mancha são Delmiro Gouveia, Água Branca, Pariconha, Inhapi, Mata Grande, Canapi, Olho d’Água do Casado e Piranhas. O abastecimento de água a seus habitantes está sendo feito por carro-pipa.

 

Dengue

O último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) aponta que são nove os municípios alagoanos em epidemia de dengue. Além de Maravilha, Santana do Ipanema, Senador Rui Palmeira, Major Izidoro, Mata Grande, Ouro Branco e Inhapi, as cidades de Junqueiro e São Sebastião passaram a apresentar uma incidência igual ou superior a 300 casos por 100 mil habitantes.

Penedo

Durante os trabalhos de escavações para implantação do sistema de drenagem da obra de Requalificação Urbanística do Centro Histórico de Penedo, operários encontraram uma galeria que pode ser datada dos séculos XVIII e XIX. O achado que parece um túnel a princípio segue da Travessa Gomes de Assunção em direção ao rio São Francisco.

 

Penedo- stop

 

Por causa do achado, as escavações foram suspensas no local que fica entre o posto Texaco e a Praça 12 de Abril. Arqueólogos vão estudar a área para detectar o que realmente se trata. Um relatório deverá ser produzido e entregue a Superintendência em Alagoas do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

 

 Lagoa da Canoa

A Conab, que é a Companhia Nacional de Abastecimento , está anunciando que durante um ano, investirá em 566 mil reais na compra   de alimentos produzidos da mandioca por meio de um grupo de  75 mulheres da Associação Nossa Senhora da Conceição, em Lagoa da Canoa.  A ação faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos, cujas mercadorias  adquiridas como, como o bolo da macaxeira, além das raízes puras, serão destinadas para o CRAS do próprio município e distribuídos para os locais onde devem ser consumidos

 

Lagoa da Canoa/ economia  

 

As mulheres que participarão da iniciativa são esposas dos próprios produtores da associação, que está inserida no Arranjo Produtivo Local (APL) Mandioca no Agreste. Cada uma delas ganhará em média R$ 7,5 mil para um ano de atividades do programa.

De acordo com a gestora do APL Mandioca no Agreste, Jeane Vilarins, é a primeira vez que a associação consegue entrar no PAA, uma conquista ímpar para o grupo. “Com o valor adquirido na comercialização, haverá uma melhor estruturação das atividades, além de ser injetado dinheiro na economia local, movimentando o comércio”, explica.